circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sábado, 14 de janeiro de 2017

Prevenção em trilhas e rios garante diversão com segurança

A natureza exuberante e as diversas opções de rios e cachoeiras da área rural de Joinville são a combinação perfeita para se divertir e fugir do calor. No entanto, o lazer pode se transformar em graves acidentes, caso alguns cuidados e recomendações básicas não sejam seguidas.

De acordo com o agente de Defesa Civil de Joinville, Maiko Richter, o excesso de confiança pode ser fatal. “Embora pareçam tranquilos, os rios podem esconder perigos. Aqui em Joinville, os rios constantemente sofrem mudanças em suas configurações, alterando pontos de profundidade e correnteza. Por isso, o banhista deve sempre buscar informações sobre o local com moradores da região, com outros frequentadores ou, até mesmo, procurar locais que já ofereçam infraestrutura”, orienta Richter.

Outro aspecto importante é o cuidado com crianças e idosos. Por serem vulneráveis, devem estar constantemente sob a supervisão de adultos ou responsáveis.

E vale lembrar, ainda, que o consumo de bebidas alcoólicas deve ser evitado e, após as refeições, aguardar pelos menos 40 minutos para entrar na água.
Rios mais procurados

Ente as áreas mais procuradas pelos banhistas estão o Rio da Prata, rio Cubatão, Rio Bonito, além de outros locais nas regiões do Piraí e Quiriri.

Dicas nos rios

Verificar se o local apresenta obstáculos como pedras, troncos e galhos submersos;
Procure saber sobre as condições climáticas e ocorrência de eventos naturais como enxurradas;
Ao mergulhar, estique os braços para frente, com as mãos uma sobre a outra, para proteger a coluna e a cabeça.
Saiba mais

Acesse informações de dicas em banhos nos rios nos serviços Segurança > Prevenir Acidentes > Orientações e cuidados sobre banhos nos rios
Orientações nas trilhas

Assim como a diversão, o perigo não está apenas na água, mas também em terra firme, nas trilhas.
De acordo com o montanhista e diretor técnico do Grupo de Resgate em Montanha (GRM), Alan Jacob, as trilhas requerem experiência, conhecimento e condicionamento físico. E o ideal é que sejam realizadas sempre com o acompanhamento de profissionais especializados.

“Ao fazer uma trilha, a pessoa vai se isolar dos meios de resposta, sob o risco de se perder, ficar sem acesso a recursos de salvamento e fora de comunicação. Por isso, é preciso planejar, avisar os familiares e programar um horário de retorno”, alerta Jacob.
Locais de trilhas

Para os iniciantes, há boas opções de trilhas em Joinville, como as do Parque do Morro do Finder, localizado no bairro Bom Retiro; e o Castelo dos Bugres, na região da Dona Francisca.

Meio ambiente e cuidados pessoais

E para a diversão junto à natureza ser completa é preciso lembrar de cuidar do meio ambiente. É fundamental recolher o lixo que pode seguir para os rios, causando riscos de assoreamento, comprometendo a qualidade da água captada para consumo e oferecendo risco aos animais e, até mesmo, a outros visitantes do local.

Para o descarte adequado, a dica é utilizar as diversas lixeiras instaladas em vários pontos da área rural. Na ausência delas, o visitante deve recolher o seu material como latas, garrafas, copos, restos de alimentos, guardanapos, fraldas, entre outros.

Outra medida indispensável nos passeios ao ar livre é levar água potável, protetor solar e repelente contra insetos.

Muitas vezes, não há acesso a locais que disponibilizem bebedouros ou água mineral. Quanto à proteção da pele, mesmo com o tempo nublado, o mormaço ainda oferece risco de queimaduras. E quanto aos insetos, estão sempre presentes em área de mata e podem causar picadas e desencadear reações alérgicas.

Nenhum comentário: