circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Fundema vistoria corte de palmeiras no Vila Nova

Palmeiras estão na Estrada do Atalho, Vila Nova
A Fundação Municipal de Meio Ambiente (Fundema) de Joinville vistoriou na manhã desta segunda-feira um corte de cerca de cem palmeiras reais ao longo da Estrada do Atalho, na área rural do Vila Nova, que causou manifestações nas redes sociais no domingo.

O caso não é considerado grave e pode gerar apenas multa leve a quem fez o corte pelo fato das árvores estarem em área pública e não ter havido licença, segundo o órgão ambiental.

A diretora executiva Raquel Migliorini de Matos, que participou da vistoria, explica que palmeiras reais são arvores exóticas, o que não impõe restrições ao corte como no caso do palmito, por exemplo.

No caso em questão, o problema foi a falta de licença. A Fundema reconhece, porém, que a supressão das cerca de cem árvores de forma intercalada não deixa de ser uma medida de manejo, já que as árvores estavam muito próximas umas das outras e muito perto do leito da estrada, onde há tráfego de carros e caminhões.

Outro problema, segundo o órgão, é que o plantio teria sido feito por particular em área pública (beira de estrada), há cerca de 12 anos, sem autorização do poder público e sem manejo adequado, o que também seria passível de notificação.

O responsável pelo corte foi notificado e terá prazo para apresentar defesa. A multa para supressão de vegetação sem licença pode ir de cerca de R$ 200 a cerca de R$ 4 mil. O valor pode ser reconsiderado ou anulado dependendo do decorrer do processo administrativo instaurado sobre o caso. Fonte: Jornal A Notícia. Foto: Salmo Duarte /RBS

Nenhum comentário: