circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Tradição, memória e Früstick na visita de agricultores ao prefeito Udo Döhler

Grupo participou de animado Früstick, na Prefeitura
Histórias de tempos passados, costumes, boas lembranças, boas risadas. Assim foi o encontro de quatro moradores da zona rural, todos com idades entre 88 e 98 anos, com o prefeito Udo Döhler na manhã desta quinta-feira, na Prefeitura de Joinville. Acompanhado dos familiares, o grupo participou de um animado Früstick, uma das tradições germânicas que resiste ao tempo entre os moradores mais antigos do meio rural dos bairros Vila Nova e Pirabeiraba.

Joaquim Poltronieri, 98 anos; Eugênio Bergmann, 95; Affonso Lütke, 95; e Arsílio Brüsque, de 88 anos somam 376 anos de história. A visita, programada pela Fundação 25 de Julho, foi um compromisso assumido no evento de aniversário de Affonso Lütke, em Pirabeiraba, já que naquele dia Udo Döhler recepcionava o ministro da Educação, em passagem pela cidade. 

“Essa é uma das visitas mais honrosas, porque aqui está a história de Joinville”, disse o prefeito. 

Em meio a histórias dos tempos antigos, Eugênio Bergmann presenteou o prefeito com um litro de cachaça, que, segundo ele, “estava guardada há 55 anos”. Bergmann, que é conhecido morador do Distrito de Pirabeiraba, contou que o brinde havia sido preparado para presentear um ministro que viria para Joinville há mais de 50 anos. “Como ele não veio, decidi homenagear o prefeito com este presente”, disse.

Além da cachaça, Lütke fez questão de mostrar uma bíblia do ano de 1815, escrita no idioma alemão gótico. “É uma herança dos meus antepassados”, disse. 

Em retribuição pela visita, Udo Döhler concedeu a cada um o boton com o brasão da cidade de Joinville. “É um reconhecimento pela contribuição à preservação dos costumes e história de nosso município”, disse. 

Depois das homenagens veio a hora do Früstick. No cardápio, lanches típicos à base de pães, queijos, linguiças, salames e musses, lembrando o costume dos colonizadores alemães e italianos. Foram momentos para relembrar tradições, como as técnicas de preparo de alimentos, as tradições dos tempos antigos, os lugares, pessoas, o falar nos dialetos alemão e italiano.

Fonte: Prefeitura de Joinville. - Foto: Jaksson Zanco

Nenhum comentário: