circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

domingo, 6 de março de 2011

A Conquista da Mulher

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, que ocorre dia 9 de março, publicamos abaixo artigo que extraímos do blog do Pastor Meirinho (prmeirinho.zip.net)

A CONQUISTA DA MULHER

Apesar de existir, ainda, muita discriminação contra a mulher, uma parte da sociedade internacional comemora, de fato, o dia internacional da mulher, que teve origem com a manifestação das mulheres russas em busca de Pão e Paz, além de outras reivindicações relacionadas a melhoria de vida, trabalho e contra a entrada do seu pais na primeira guerra mundial.

Muita gente pensa que o Dia Internacional da Mulher aconteceu em função do incêndio em 25/03/1911 na fábrica da Tringle Shirttwaist, em Nova Iorque, que matou 146 pessoas, a maioria costureiras. Esse equívoco, provavelmente se estabeleceu em função de sua maior divulgação.

No ocidente, a data foi comemorada entre 1910 – 1920, depois caiu no esquecimento e, na década de 60 restabelecida, graças ao movimento feminista. Em 1977, a data foi adotada pelas Nações Unidas, para lembrar a conquista da mulher no âmbito político, social e econômico.

Fazendo uma rápida respectiva no processo histórico interativo da vida social da mulher, tenho de admitir que os homens não souberam lidar com inteligência com essas raras Jóias. Nós (homens), não fomos gratos suficientemente à grande dádiva de Deus, e nem tampouco vimos à mulher com o coração, olhar e sentimento de Deus.

Quando Deus criou o universo, no eterno passado, depois resolveu organizar a terra que estava submetida a um verdadeiro caos, tomou os primeiros procedimentos, estabelecendo os reinos: mineral, vegetal e animal e todo o complemento. Assim, satisfeito disse: Muito bom!

Mas – penso eu, não o Senhor – que Ele, o Yawé, pensou:

- “Afinal de contas, tudo está muito maravilhoso, mas, para que tudo isso, se vivo em dimensão totalmente superior ao mundo da matéria?

- Ação:

- Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.

- Tudo bem! A terra organizada, o paraíso estabelecido, toda a natureza exalta o criador, os animais se encantam entre si, namoram, casam e se divertem esbanjando felicidade, enquanto Adão fica meio perdido, no meio de toda a beleza, olhando mais para si próprio, do que para as belezas naturais e questionando: O que tem de errado comigo! O criador olha para aquele ser inquieto, e diz: “Falta alguma coisa!”.

- “Então o Senhor Deus fez cair pesado sono sobre o homem e este adormeceu (...)”.

- Enquanto Adão estava sob efeito de uma anestesia divina, fez um procedimento cirúrgico que resultou na extração de uma costela, com a qual preparou um ser maravilhoso, que acabou tirando Adão da solidão e fazendo-o ver toda a beleza criada, partindo de um reencontro consigo mesmo, através da mais desejada companhia.

A costela transformada em mulher, virou companheira inseparável que, além de garantir a posteridade da espécie, produziu satisfação e felicidade. A partir disso, Adão nunca mais foi o mesmo.

Será que era necessário a mulher lutar tanto para ter a sua dignidade preservada, considerando que, na mente do criador tinha todo este perfil potencializado? Penso que não! Mas, o homem sempre conspirou contra o Pai, em função de seu recalque edênico, e por isso, procurou transformar a mulher, em muitas situações, em mero objeto de desejo.

Jesus veio, não somente salvar a humanidade, mas também libertá-la de todas as forma de preconceito. Por Ele, não seria necessário ter um Dia Internacional da Mulher, porque sempre a viu com um olhar e carinho especial. Você acha que se a sociedade fosse mais consciente e justa precisaria da lei, Maria da Penha?

Jesus tinha o coração do Pai, que escolheu Maria para ser mãe do salvador. O salvador deu atenção especial à mulher, mesmo procedendo além de toda a cultura religiosa e social de Seu tempo, ao ouvir o coração angustiado da mulher samaritana; a abrir acessibilidade social e espiritual a discriminada “mulher pecadora”, quando disse: “nem eu te condeno, vá em paz; ao libertar Maria madalena, possuída por sete demônios.

As mulheres viam em Jesus um homem espetacular, de valor colossal, por isso o seguiam com tanta paixão. Foram elas as últimas no sofrimento da cruz e as primeiras a visitá-lo no sepulcro e vê-lo apos a ressurreição. Até hoje, estatisticamente falando, formam a maioria em seguir a Jesus. Nas igrejas cristãs, a maioria é mulher. A maioria dos homens é ganho por Cristo pelas mulheres. Só lamento dizer que, se continuar a tendência, os céus serão povoados na sua maioria pelas mulheres, que lutaram por suas conquistas sociais na terra, e continuam lutando mais que os homens para conquistarem os céus. Lamento, porque “a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os “homens” – Os humanos de ambos os gêneros.

Nossa homenagem a todas as mulheres, que além de conquistarem na terra uma posição mais digna, envidam esforços, para que todos os homens sejam melhores, “aqui na terra como nos céus”

Um comentário:

Júlio César disse...

Tudo que parte da mente humana tem falhas...então quando as criaturas fazem diferenciação de um para com o outros (dia disto ou dia daquilo, quota disto ou daquilo) nada mais é do que coisas humanas e sem valor para o Criador. Pois todos são iguais perante a criação exceto as responsabilidades e a natureza de cada um (homem e mulher). Cada um tem sua finalidade para o projeto de Deus e cabe a cada um (homem ou mulher) descobrir para que foi criado.