circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Prefeitura inicia distribuição dos carnês do IPTU



Os 213.500 carnês do IPTU lançados pela Prefeitura de Joinville para 2014 começaram a ser distribuídos na segunda-feira (2/12) pelo Correio, com previsão de concluir toda a entrega em 20 dias. Segundo a Secretaria da Fazenda da Prefeitura, com o imposto majorado em 5,84% correspondente à inflação dos últimos 12 meses, o valor total do lançamento soma R$ 134 milhões.


O IPTU representa cerca de 11% da arrecadação total da Prefeitura de Joinville, sendo que historicamente 40% dos carnês são pagos à vista em dezembro, janeiro e fevereiro.


Os proprietários têm duas opções de pagamento à vista com desconto ou parcelamento em dez vezes. O primeiro prazo de pagamento à vista vai até o dia 8 de janeiro, com 10% de desconto sobre o valor do imposto. O segundo prazo, com 8% de desconto é o dia 14 de fevereiro.


Quem optar pelo parcelamento terá de fazer o primeiro pagamento até o dia 8 de janeiro. Para os casos em que o valor do IPTU esteja abaixo de R$ 95,00, o parcelamento oferecido é em quatro vezes.


Como nos anos anteriores, a Secretaria da Fazenda montará uma central exclusiva de atendimento no Centreventos Cau Hansen, a partir do dia 6 de janeiro. A novidade deste ano é fazer o mesmo tipo de atendimento nas oito Subprefeituras. “Todo tipo de atendimento relativo ao IPTU, desde o lançamento de segundas vias a revisões e atualização de dados deve ser feito nesses lugares e não na sede da Prefeitura”, enfatiza ou diretor executivo da Secretaria da Fazenda, Roberto Winter.


Todos os contribuintes do IPTU receberão os carnês com novidades, desde o tamanho, um pouco maior que o tradicional, até esclarecimentos sobre isenção, débitos, pedidos de revisão, opções e locais de pagamento. Uma das novidades é o demonstrativo impresso na página 3 onde o contribuinte tem dados comparativos dos lançamentos entre os lançamentos de 2013 e 2014 como área do terreno, testadas, área tributável e uso do imóvel.


Esses dados irão auxiliar o contribuinte a entender, por exemplo, por que houve redução ou majoração do imposto em valor acima da correção anual de 5,84%. “Se um imóvel passou de residencial para comercial, certamente a alíquota será maior”, explicou o diretor da Fazenda, Roberto Winter.


Quando for o caso, os carnês alertarão os proprietários sobre débitos e orientação sobre formas de parcelamento em até 60 vezes. Também trazem uma tabela das alíquotas que incidem em cada tipo de imóvel, que variam de 0,5% (residências com até 150m²) a 7% (grandes terrenos baldios). Fonte: Prefeitura de Joinville

Nenhum comentário: