circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Fundação 25 de Julho realiza curso sobre hidroponia para agricultores de Joinville

Agricultores da região rural de Pirabeiraba e do Vila Nova participaram nesta segunda-feira (31) da fase final do curso sobre hidroponia, a técnica de cultivo de verduras na água. 

O módulo foi realizado no auditório da Fundação 25 de Julho, com instrução a cargo de técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

A hidroponia é a técnica de cultivar plantas sem solo, onde as raízes recebem uma solução nutritiva balanceada que contém água e todos os nutrientes essenciais ao desenvolvimento da planta. 

Na hidroponia, as raízes podem estar suspensas em meio líquido ou apoiadas em substrato inerte (areia lavada, por exemplo).

No desenvolvimento do curso, o técnico Valmir Carlos de Oliveira, do Senar, abordou o histórico do cultivo, suas vantagens e desvantagens, os tipos de plantas que se adaptam com o modelo, as técnicas de preparo das bandejas ou canteiros, os custos e comparações e o controle de pragas e doenças.

“Ao contrário do que muitos pensam, na hidroponia há uma economia de 80% de água em relação às culturas normais, realizadas no solo”, disse Oliveira. Outra vantagem mencionada pelo técnico foi em relação aos custos da plantação. “Há economia de insumos como adubo e venenos e ainda de mão-de-obra”, avaliou.

As principais culturas desenvolvidas na hidroponia em Santa Catarina são a rúcula, alface, salsinha, cebolinha, morangos. “Depende muito do mercado existente em cada região”, explica.

Para o técnico agrícola Robson da Silva Pereira, que já participou de outros treinamentos sobre o tema, o curso é uma oportunidade de aperfeiçoamento. “Pretendo aplicar os conhecimentos para cultivar morangos para comercialização”, adiantou. 

A opção pela hidroponia leva em consideração a questão econômica.

“É um tipo de cultura ainda com pouca concorrência”, complementou.

Nenhum comentário: