circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Situação do Hospital São José com a paralisação dos servidores

Nesta segunda-feira (27), 68 servidores, de um total de 556 lotados no período matutino, não compareceram aos seus postos de trabalho. O número representa 12,23% de ausências no quadro funcional do turno da manhã. 

Durante o final de semana, o atendimento no hospital também esteve comprometido devido às ausências de servidores. No sábado, foram 46 faltas, e no domingo 51, números que representam 14,79% e 16,09% de ausências no quadro funcional desses dois dias.

Com o início da terceira semana de paralisação de servidores no Hospital São José, os atendimentos nos ambulatórios de Oncologia e Especialidades continuam prejudicados, e a marcação de consultas de retorno e exames não estão sendo realizadas em sua normalidade. 

Além dos ambulatórios, o atendimento nos setores de internação também está comprometido. O hospital permanece com a média de 90 leitos fechados. Cirurgias eletivas não estão sendo realizadas, e serão remarcadas assim que o atendimento voltar ao normal.

Cirurgias de urgência, emergência e em pacientes internados, consultas ambulatoriais já marcadas, e atendimento no Pronto Socorro estão sendo realizados normalmente. Os horários de visitas também seguem sem alterações.

Na sexta-feira (24), o desembargador Julio Knoll, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, considerou abusiva a greve dos servidores do Hospital Municipal São José, e determinou que o Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville (Sinsej) restabelecesse em 100% a prestação dos serviços do hospital num prazo máximo de 48 horas a partir da notificação.

Fonte: Prefeitura de Joinville

Nenhum comentário: