circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Acidente na XV com quatro veículos fere dois gravemente

Fiat Strada ficou destruído com impacto da batida
Duas pessoas ficaram gravemente feridas após um acidente que envolveu três carros e uma carreta bitrem na rua 15 de Novembro, no bairro Vila Nova, a cerca de um quilômetro do viaduto da BR-101. A batida aconteceu por volta das 22h15 desta quinta-feira.
 Segundo testemunhas, um Fiat Strada que seguia no sentido Centro-bairro, teria invadido a pista contrária, batido nas laterais de um Fiat Uno e de um Peugeot 206 que seguiam no sentido bairro-Centro. Em seguida, o Strada teria batido de frente na carreta bitrem e voltado para a pista no sentido Centro-bairro e parou no acostamento.
— Ao ser atingido pelo Strada, meu carro rodou na pista e parou. Quando vi, a carreta, que também tinha tentado desviar do Strada, bateu de frente no meu carro —, contou o missionário Ronoel José Simões, 22 anos, que saía da igreja e ia para casa quando aconteceu o acidente. Ele teve um arranhão na mão.
— Perto do que poderia ter acontecido, não foi nada —, disse.
O carro dele ficou preso embaixo da carreta.
O motorista do Uno, Alex Maicon dos Santos, 25, confirma a versão do missionário. Ele é instalador de TV e estava com a mulher, Scheila Petri, 21, grávida de três meses, indo para o Adhemar Garcia.
— Desviei o carro na contramão. Mesmo assim, ele arrancou o retrovisor. Não nos machucamos.
Anderson Silva, motorista do caminhão bitrem envolvido no acidente também não ficou ferido. Assustado, ele contou que ia no sentido bairro-Centro, até a empresa onde trabalha.
— Desviei, mas o Strada bateu de frente. A cabine até levantou. Depois, o carro foi para a outra pista e eu bati no Peugeot. Nasci de novo.
O motorista do Strada foi identificado como Eduardo Pereira da Silva, 20 anos. Ele estava no carro com um amigo, que não tinha documentos. Os dois ficaram presos às ferragens e foram levados ao Hospital Municipal São José – o motorista estava inconsciente.
Ele teve uma parada cardiorrespiratória e foi reanimado. Até a noite de quinta-feira, eles estavam na emergência e o estado de saúde deles era muito grave.
O trânsito ficou parado por cerca de uma hora e houve engarrafamento nos dois sentidos da via
. Fonte: Jornal A Notícia

Nenhum comentário: