circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Procon de Joinville divulga pesquisas da cesta básica, churrasco e pescados

O Procon de Joinville divulgou nesta segunda-feira (10/04/2017) pesquisas de preços de cesta básica, churrasco e também de pescados, por causa da proximidade com a Páscoa. E nesse último levantamento foi encontrada a maior diferença de preço do camarão, que chega a ser vendido com uma margem de diferença de 221% mais caro entre os comércios.

A pesquisa de preços dos produtos para churrasco foi realizada nos dias 3 e 4 de abril de 2017. Foram pesquisados 18 itens em sete estabelecimentos comerciais de diferentes bairros da cidade.

A pesquisa mostrou que houve um decréscimo de 1,35% em relação à pesquisa anterior realizada em março. Nesta pesquisa atual do churrasco, a maior diferença de preço entre os estabelecimentos ficou com o sal grosso que foi encontrado com 151,58% de diferença entre o menor e o maior preço praticado.

Em seguida, veio o filé mignon (1 kg) com uma margem de 116,63%. Depois, o quilo da picanha também foi pesquisado com até 99,80% de diferença e o quilo do contra filé foi encontrado com 99,80% entre o menor e o maior preço.
Cesta básica

A pesquisa de preços dos produtos da cesta básica também foi realizada nos dias 3 e 4 de abril de 2017. No total, 45 itens foram pesquisados em oito estabelecimentos comerciais da cidade. A pesquisa mostrou que a cesta básica aumentou em 1,83% em relação à pesquisa anterior do mês passado.

O produto que foi encontrado com a maior diferença de preço foi o tomate, que entre um lugar e outro, foi visto com 126,92% de diferença. O quilo da batata lavada apresentou 30,92% de diferença de um lugar para outro.

O desodorante masculino aerosol (150 ml) teve um diferencial de 19,14% entre os mercados. O alho (200 g) foi pesquisado e apresentou uma alteração de 17,86% entre o menor e o maior preço.
Pescados

A pesquisa de preços de pescados foi feita entre os dias 3 e 5 de abril de 2017 em seis peixarias da cidade. O Procon comparou preços de 17 produtos entre peixes e frutos do mar. O camarão médio sem casca foi encontrado com 221,46% de diferença de preço.

O filé de salmão apresentou 220% entre o menor e o maior preço. O bacalhau desfiado foi encontrado com diferença de 149,75%. A sardinha suja teve um diferencial de 128,71% nos preços e o filé de pescada foi pesquisado com até 116,52% de distinção entre o menor e o maior preço.

Saiba mais

Nenhum comentário: