circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Vereadores de Joinville abrem mão de alugar carros individuais

Os 19 vereadores de Joinville decidiram abrir mão do uso individual de carros alugados pela Câmara. O acordo foi realizado na tarde desta segunda-feira, na primeira reunião com todos os parlamentares eleitos, para diminuir as despesas da Casa. O presidente Fernando Krelling (PMDB) descreveu como uma decisão histórica e prevê uma economia de quase R$ 1,2 milhão nos quatro anos de mandato.

No ano passado, o gasto com locação, combustível e lavação dos carros foi de R$ 381.574,30. Como a licitação para o aluguel é anual, o contrato encerrou no final de 2016. Para este ano, o processo prevê a locação de apenas três veículos administrativos para uso logístico da Casa por servidores e pelas equipes dos vereadores, o que já acontece anualmente. A projeção de Krelling de despesas com os três veículos é de R$ 360 mil nos quatro anos de gestão.

Todos os vereadores estão com o mesmo pensamento. No momento atual, pelo qual o país está atravessando, eu acho que todos estão entendendo a dificuldade que a população em sim está passando em suas casas.

A decisão é um acordo entre os vereadores e não precisa passar por votação ou nenhum trâmite em plenário. Krelling acredita que nem mesmo uma nova eleição para presidência da Câmara, em 2018, deve impactar no que foi resolvido na reunião desta segunda-feira. Segundo ele, é difícil que um vereador entenda essa logística de maneira diferente daqui a dois anos para mudar de opinião, solicitando novamente o uso do veículo individual.

Novas medidas de economia

Ele também contou que há novas medidas sendo estudadas para reduzir as despesas do Legislativo. Uma delas é a diminuição dos gastos dos vereadores e servidores com diárias de viagem. Para isso, o primeiro passo seria reduzir o número de inscrições em cursos, que impactou em R$ 700 mil nos últimos quatro anos. Novas ideias estão sendo discutidas pela presidência e os demais parlamentares, mas Krelling afirma que todos já estão conscientes sobre essas readequações.

- Todos entenderam o uso da diária com inteligência para que também possam continuar trazendo os benefícios para o município - conta.

Segundo Krelling, não há uma meta de redução de custos a ser batida, mas acredita que a economia, entre locação de veículos e diárias, possa ultrapassar os R$ 2 milhões durante a atual legislatura. Apenas no ano passado, o gasto com pagamento de diárias a vereadores, assessores e servidores atingiu R$ 420 mil, número que vem em queda nos últimos anos.

Fonte: A Notícia On Line

Nenhum comentário: