circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Cavin elege nova diretoria para 2017 - 2019

Vereador Adilson Girardi parabeniza nova diretoria
O Conselho das Associações do Vila Nova (CAVIN) elegeu nesta quinta-feira (21) a nova diretoria para o biênio 2017 - 2019. Apenas uma chapa se inscreveu para concorrer. A presidência ficou com Júlio Savadil, que é delegado indicado pela Associação de Moradores Amigos do Irineu. O atual presidente, Elpídio Zimmermann, ficou com a vice-presidência. 

Compõem ainda a diretoria os seguintes representantes: Susana Staats (Associação Vila Nova); Marcos Trapp (Associação Estrada do Sul e Blumenau); Ivo Juttel (Associação Estrada dos Morros); Imar Melo (Escola Valentim João da Rocha); Delorme Trapp (Associação Alto da Rua XV); Marcelo Müller (Associação Alto da Rua XV); Beto Amaral (Instituto Rio dos Peixes) e Eliane da Silva (Associação Vila Nova). 

A posse da nova diretoria está marcada para o dia 17 de outubro, às 20 horas, na sala de reuniões do Sesc Comunidade. 

Foto: Fernando Constantino

Circulando na Vila

Regularização de imóveis rurais

Após a implantação do Lar Legal, legislação que visa regularizar os imóveis na região urbana, agora o governo federal autoriza também os processos para legalizar imóveis na região rural, em todo território nacional. A lei 13.465, de 11 de junho de 2017, permite que os moradores de regiões rurais que não tenham o registro do imóvel possam fazê-lo. Para se adequar à lei, o parcelamento precisa tem alguns índices urbanísticos, como tratamento de esgoto através de fossa séptica. Os processos envolvem ainda o levantamento topográfico, socioeconômico e de engenharia. Os trabalhos para regularização são de competência da Prefeitura, mas também é possível adiantar as ações com a contratação de empresa de engenharia. 

Pavimentação

Neste ano, até o mês de setembro, foram pavimentadas 10 ruas no bairro Vila Nova. Todas as ações são realizadas em parceria entre a Prefeitura e os moradores. A Subprefeitura da Região Oeste realiza os trabalhos de organização da adesão, sondagem, drenagem, preparação das esperas de bocas-de-lobo, alinhamento da via e na solução de conflitos. O morador paga o material para o pavimento e a mão-de-obra. A previsão da subprefeitura é de concluir pelo menos mais seis ruas até o final do ano.

Mudança na Amarxv

Em agosto, os moradores da região de abrangência da Associação de Moradores do Alto da Rua XV designaram a nova diretoria da entidade. Depois de um período de muito trabalho e realizações, o presidente Gevi Pacher passou o comando para a professora Delorme Trapp. Na próxima assembleia, na última segunda-feira do mês, na escola Bernardo Tank, devem também ser anunciados outros integrantes da nova diretoria. 

Rua Hermínia Penski

Moradores da rua Hermínia Penski decidiram fechar novamente a passagem da via para o binário. O motivo é a demora da Prefeitura em realizar as obras de pavimentação da rua. O edital para o asfaltamento foi publicado e o contrato com a empresa já foi assinado, mas ainda falta o Município assinar a ordem de serviço. Para a execução da obra, a Subprefeitura do Vila Nova depende da liberação do material para a base e subbase. A previsão da Prefeitura para entregar o material, segundo a Unidade de Pavimentação, é para novembro deste ano. 

Loteamento não aprovado

A passagem entre a rua Hermínia Penski e a rua São Firmino, no binário, ainda não é rua oficial, apesar de aberta e pavimentada, pois o loteamento onde está inserido o trecho ainda está em fase de aprovação. Por isso não há possibilidade da Prefeitura garantir a rua aberta. 

Recape na Paulo Schneider

Na rua Paulo Schneider, que vai receber nova camada de asfalto, os moradores também estão preocupados com a demora do início da obra. O recapeamento faz parte do pacote de obras financiadas pelo Badesc, onde serão beneficiadas 48 ruas em Joinville. No bairro Vila Nova duas ruas foram escolhidas: a Bento Torquato da Rocha, já concluída; e a Paulo Schneider, que deve ter início ainda neste ano. 

Distrito

Foi protocolado em agosto o projeto de Decreto Legislativo para autorizar a realização de plebiscito em Joinville para saber se a população concorda com a criação do Distrito do Vila Nova. A proposta é de iniciativa do vereador Adilson Girardi, que contou o apoio de mais seis vereadores (Pelé, Maurício Peixer, Jaime Evaristo, Fábio Dalonso, Richard Harisson e Tânia Larson) que assinaram o projeto. Caso seja aprovado, o plebiscito deve ser realizado no próximo ano. 

Saúde

Cartaz afixado na entrada da Unidade de Saúde Vila Nova sede, na rua XV de Novembro, mostra que no mês de agosto 458 pessoas faltaram a consultas agendadas. A maior porcentagem de faltas é na especialidade nutricionista, onde 45 pessoas, de um total de 64 agendadas, deixaram de comparecer (percentual de 70% de faltas). Na especialidade enfermagem, o percentual de faltas foi de 39,43%; na ginecologia 15,17% (100 faltas); na pediatria 8,61% (64 faltantes); e na clínica geral 3,91% (48 faltas). Na odontologia 84 pessoas faltaram, representando 17,31% das consultas marcadas. 

Projeto

O vereador Adilson Girardi prepara projeto de lei para que o agendamento de consultas nos postos de saúde da rede municipal seja realizado por telefone, principalmente para pessoas com algum tipo de deficiência e para idosos. A condição é que as pessoas estejam cadastradas na Unidade. Para virar lei, o projeto precisa ser aprovado pelas comissões de Legislação, Justiça e Redação e de Saúde. Caso seja aprovada na Câmara, vai para sanção ou veto do prefeito. 

Ginásio

Metade das obras do ginásio coberto na Escola Municipal Arinor Vogelsanger estão concluídas. Para cumprir o prazo de entrega a empreiteira terá de agilizar as ações de acabamento, como o preenchimento das paredes, reboco, instalações elétricas, construção do piso e pintura em geral. A previsão da Prefeitura é de entregar a nova quadra para a comunidade escolar no início de 2018.

Bairro limpo

A Subprefeitura da Região Oeste, com sede no Vila Nova, vai desenvolver campanha de limpeza urbana no bairro. A ideia é realizar mutirões de limpeza para recolher principalmente o lixo de maior volume, como móveis em geral, pneus, descartes eletrônicos, entre outros, que muitas vezes são lançados em terrenos baldios e comprometem a drenagem.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

SEGURANÇA - Guarda Municipal e agentes de trânsito devem ser acionados pelo telefone 153

A população de Joinville tem um canal direto com a Guarda Municipal e com os agentes de trânsito através do telefone 153. O serviço gratuito funciona todos os dias da semana das 6h30 às 24 horas.

Pelo telefone 153, o morador pode solicitar apoio da Guarda Municipal com relação a denúncias de depredação do patrimônio público (escolas, postos de saúde, parques) e uso de drogas em vias públicas ou locais públicos.

Os agentes de trânsito estão preparados para atender ocorrências relacionadas a infrações de trânsito, obras em vias públicas, acidentes em vias públicas e panes em semáforos.

Na última quinta-feira (14), uma denúncia no telefone 153 ajudou os guardas a deter um pessoa suspeita de tráfico de drogas nas imediações da praça dos Suíços e Museu de Arte de Joinville. 

“Trata-se de um canal direto com a população que tem o objetivo de melhorar a segurança e oferecer uma resposta mais rápida e efetiva”, explica o comandante da Guarda Municipal e gerente de trânsito Atanir Antunes. Segundo o comandante Antunes, o tempo de resposta às solicitações tem sido em média de 20 minutos.

Guarda Municipal

- Atua na proteção do patrimônio público (escolas, praças, parques, terminais e museus)

- Pode fiscalizar o trânsito em situação de flagrante infração grave

- Também presta apoio a outros órgãos de fiscalização do município

Agentes de Trânsito

- Atua na orientação e fiscalização do trânsito de Joinville

- Monitora a entrada e saída de alunos em escolas municipais

- Realiza escolta em eventos especiais

Fonte: Prefeitura de Joinville.

Alunos da Escola Bailarina Lisolett Trinks realizam amostra sobre regiões de Santa Catarina

A diversidade das regiões de Santa Catarina foi apresentada por alunos do terceiro ano do ensino médio na Escola de Ensino Médio Bailarina Lisolett Trinks, no bairro Vila Nova. Quatro salas de aula sediaram os trabalhos realizados com muita criatividade pelos alunos com a supervisão dos professores. Abaixo, algumas fotos do evento.





 












 Fotos: Adilson Girardi

Epagri promove seminário nesta sexta para capacitar bananicultores do Norte do Estado

A Epagri promove nesta sexta-feira, 22, em Massaranduba o V Seminário Regional da Bananicultura. O evento integra a 8ª Festa da Banana e busca capacitar técnicos e produtores nessa importante cadeia produtiva da região.

O seminário conta com duas etapas. Na parte da manhã, a partir das 9h, acontece o ciclo de palestras, no salão de festa da igreja São João Bosco, na comunidade Ribeirão da Lagoa. 

Às 9h45min inicia a primeira palestra. O engenheiro-agrônomo e pesquisador da Estação Experimental da Epagri em Itajaí, Rafael Cantu, fala sobre como manter e melhorar a qualidade dos solos dos bananais. Em seguida a diretora administrativa da Associação dos Bananicultores de Corupá (Asbanco) aborda a organização e sustentabilidade econômica da bananicultura do Norte catarinense. A programação da manhã encerra com o lançamento do boletim técnico da Epagri: Banana – Recomendações técnicas para o cultivo no Litoral Norte de Santa Catarina.

A parte da tarde será marcada por atividades práticas que vão acontecer na propriedade do agricultor Célio Jaroczinski. A partir das 13h30min Cantu e a engenheira-agrônoma e extensionista rural da Epagri em Massaranduba, Maria Luiza Tomazi Pereira, demonstram áreas com práticas de manejo e conservação do solo em bananais.

Em seguida Ricardo J.Z. Negreiros, gerente regional da Epagri em Itajaí, demonstra áreas com renovação de bananais. A programação encerra com uma demonstração técnica de pulverizador eletrostático, promovida pela empresa Bell.

Produção

A banana é a segunda fruta mais consumida no mundo. Santa Catarina figura entre os quatro maiores produtores do Brasil. Em 2016 a bananicultura catarinense contava com 3.678 bananicultores presentes em 74 municípios, representando 48,5% da produção da fruticultura catarinense e 30,1% do VBP estadual frutícola.

De acordo com a Síntese Anual da Agricultura Catarinense 2015-2016, do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), em 2015 a banana-caturra representava 86,7% e a banana-prata 13,3% do total da produção do Estado. Naquele ano Massaranduba figurou como o terceiro maior produtor de banana-caturra de Santa Catarina, respondendo por 8,9% do total produzido.

Mais informações com Maria Luiza Tomazi Pereira, pelo fone (47) 3276-9471

Fonte: Epagri. Foto: Divulgação

terça-feira, 19 de setembro de 2017

MEIO AMBIENTE Abertas inscrições à 5ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Joinville

Estão abertas as inscrições para a 5ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Joinville, que será realizada nos dias 4 e 5 de outubro na sede da Associação Empresarial de Joinville (ACIJ), na avenida Aluísio Píres Condeixa (Beira-rio).

O evento será estruturado em debates por meio de mesa-redonda, grupos de trabalho e plenária final. As inscrições devem ser feitas pela internet no link V Conferência Municipal do Meio Ambiente.

O público-alvo sãocidadãos em geral, integrantes de movimentos sociais organizados e instituições públicas e privadas interessados na participação comunitária e no controle social da Política Municipal do Meio Ambiente do Município de Joinville.

As inscrições podem ser feitas até as 22h59 do dia 30 de setembro. Para se inscrever, o interessado deve ler a Minuta de Regimento Interno e a descrição dos eixos temáticos, acessar o formulário de inscrição, preencher as informações solicitadas, submeter o formulário e verificar recebimento de e-mail de confirmação.

As inscrições estão limitadas a 40 vagas por eixo temático. O eixo temático que tiver vagas preenchidas antes do fim do período de inscrição será indisponibilizado no formulário.

Temática em debate

O eixo central da 5ª Conferência Municipal do Meio Ambiente de Joinville é a “Fauna Urbana: Sim ela Existe!”. Os participantes poderão se inscrever nos seguintes temas:

Eixo 1: “Métodos de Implementação de Corredores Ecológicos”.
Eixo 2: “Estratégias Eficientes no Controle de Vetores de Doenças Humanas”.
Eixo 3: “Consequências da Convivência entre Animais Nativos e Exóticos”.
Eixo 4: “Fauna Exótica: Meios de Controle Populacional e Prevenção a Novas Inserções”.
Eixo 5: “Superpopulação de Animais Domésticos e a Responsabilidade Compartilhada”.

Fonte: Prefeitura de Joinville.

domingo, 17 de setembro de 2017

Festa da Polenta retoma tradições italianas

Maria Eduarda Dalfovo é a rainha da Festa da Polenta 2017. A coroação foi realizada neste domingo, na festa que contou com a presença de mais de 500 pessoas da região rural e urbana do bairro Vila Nova. O título de primeira princesa ficou com Maísa Moser. 

A novidade deste ano ficou por conta da volta às origens da festa, que contou com a participação de corais italianos vindos de cidades vizinhas, como Guaramirim e
Massaranduba. 

Os grupos participaram da missa realizada na igreja Santo Antônio e depois animaram a platéia das 11 às 14 horas. Às 11h30 começou a ser servido o almoço à base de polenta e cardápio da cozinha italiana. 

Fotos: Rubia Girardi

sábado, 16 de setembro de 2017

CEI Raio de Sol promove 2ª Feira de Ciências

Crianças de 4 a 5 anos do Centro de Educação Infantil Raio de Sol, no bairro Vila Nova, apresentaram nesta sexta-feira a segunda edição da Feira de Ciências. Com desenvoltura os alunos souberam explicar aos pais e visitantes processos naturais como a erupção vulcânica, o cultivo do arroz, a poluição de rios e a origem da energia elétrica. O blog Circulando na Vila parabeniza a direção, professores e alunos do CEI. Abaixo, algumas fotos do evento. 












sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Vagas de emprego no Sine Joinville para preenchimento até dia 22 de setembro

O Sistema Nacional de Empregos (Sine), em Joinville, vinculado a Secretaria de Estado da Assistência Social, Trabalho e Habitação, divulga as vagas de emprego para preenchimento de 15 a 22 de setembro. Os interessados devem procurar o local das 12h30 às 18h30, na rua Nove de Março, 774, sala 02. Para fazer o cadastro em uma das vagas é preciso levar carteira de trabalho, identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelo telefone (47) 3481-2137.

*Confira as vagas


Auxiliar de linha de produção - 5 vagas (PCD)

Auxiliar de manutenção predial - 2 vagas

Auxiliar de padeiro - 1 vaga

Balconista - 1 vaga

Camareira de hotel - 1 vaga

Cobrador externo - 1 vaga

Copeiro - 1 vaga

Costureira em geral - 3 vagas

Desenhista técnico mecânico - 1 vaga

Fiscal de loja - 1 vaga

Gerente de restaurante - 1 vaga

Instalador de equipamentos de comunicação - 2 vagas

Instalador de material isolante, a mão (edificações) - 1 vaga

Instalador de tubulações - 1 vaga

Mecânico de manutenção e instalação de aparelhos de climatização e refrigeração - 1 vaga

Montador - 1 vaga

Montador de estruturas metálicas - 2 vagas

Montador instalador de acessórios - 2 vagas

Montador soldador - 1 vaga

Nutricionista - 1 vaga

Operador de caixa - 1 vaga (PCD)

Operador de processo de produção - 14 vagas (PCD)

Recepcionista, em geral - 1 vaga (PCD)

Repositor de mercadorias - 1 vaga (PCD)

Representante comercial autônomo - 1 vaga

Representante técnico de vendas - 6 vagas

Servente de limpeza - 1 vaga (PCD)

Torneiro mecânico - 1 vaga

Trabalhador no cultivo de mudas - 2 vagas

Técnico orçamentista de obras na construção civil - 1 vaga

Vendedor de serviços - 4 vagas


Aniversariantes do mês de setembro

Nossos parabéns a estes e outros aniversariantes do mês de setembro. Felicidades!

Dia 02 – Elpidio Zimmermann
Dia 03 – Luiz M. Baptista
Dia 04 – Carolina Possamai
Dia 04 – Maria da Conceição Bachmann Altrach          
Dia 08 – Marno José Mendonça
Dia 10 – Gilson Córdova
Dia 10 – Silvio Cesar Girardi
Dia 10 – Amabile Lemos Schwartz
Dia 11 – Elizeu Valdir Poffo
Dia 11 – Leocir da Silva
Dia 11 – Denise Ciriaco
Dia 14 – Claudio Brás Muller
Dia 14 – José Luis Oliveira
Dia 14 – Alesandro Luís da Silva
Dia 15 – Julio Cezar Salvadil
Dia 17 – Yoshiko Devegili
Dia 18 – Guilherme G. Pacher
Dia 18 – Joceli de Oliveira
Dia 18 – Isabela Victória Zimmermann
Dia 21 – Sérgio Luís dos Santos
Dia 22 – Jackes Walter Busch
Dia 24 – Sérgio Kopsch
Dia 27 – Asley Apel
Dia 30 – Juliana Kunz Poffo
Dia 30 – Maraci Girardi

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Artigo: ARROZ - A BOA SAFRA

Tivemos uma boa safra de arroz. A safra 2016/2017 foi uma das melhores do últimos anos. Cerca de 25% superior a anterior. E o preço ajudou. Portanto, houve uma combinação perfeita. Quem vive da agricultura sabe que é uma atividade sujeita às condições climáticas. Ora dá certo, ora não! Indústria a céu aberto, está sujeita a chuvas e trovoadas, como diz o ditado popular. 

Quanto ao arroz irrigado, raramente há perda de produção; diferentemente do cultivo de sequeiro, imprevisível em face do regime de chuvas.

Eis que dia desses, junto com o Agrônomo Ricardo Plotow, fomos vistoriar canais de irrigação na região da Vila Nova. Para quem não sabe, uma curiosidade: temos uma rede de cerca de 70 quilômetros de valas de irrigação. Graças a esta estrutura, construída à duras penas, há uma garantia de fornecimento de água, o que garante uma produção segura. Sabemos que para produzir um quilo de arroz se necessita de 1500 litros de água. Isso mesmo. A água está para a agricultura, assim como o aço está para a indústria. Mas para produzir aço também se necessita de água. Muita água. Cerca de 300 mil litros por tonelada. 

O arroz, uma das espécies mais antigas domesticadas pelo homem, há cerca de 7 mil anos na Ásia, ocupa lugar de destaque na dieta humana. As caravanas apreciavam-no, pois uma vez seco, podia ser transportado por longas distâncias. Chegou à Europa através dos mouros na Espanha, e ao Brasil, em São Vicente, São Paulo trazido por Marin Afonso de Souza (1532). Na mesma expedição veio a cana-de-açúcar e o gado vacum. Em Joinville, uma das primeiras lavouras foi plantada na propriedade de Otto Kardoeffel, na rua XV de Novembro, hoje museu da imigração suíça. 

Por volta de 1930, italianos provenientes do Vale do Itajaí, passam a cultivá-lo na região da Vila Nova. As primeiras lavouras exigiram esforços sobre-humanos: à base da força bruta. Tração animal para preparo do solo e colheita manual. Cabe ressaltar que as terras de Joinville, grande parte coberta de várzeas, são próprias ao cultivo do arroz irrigado. Cultura que por sua natureza tolera solo alagados; daí ser conhecido como tesouro dos pântanos. Hoje, o cenário é outro: modernas máquinas e equipamentos, humanizaram o trabalho, tornando-o menos pesado. 

Cultivares melhorados garantem alta produtividade, podendo atingir até dez toneladas por hectare (área equivalente a um campo de futebol. Outras ameaças, porém, rondam o campo. A falta de terras para ampliar a área de produção, o avanço do perímetro urbano e a legislação ambiental a impor normas sem discuti-las com o setor produtivo. 

Enquanto vistoriamos as valas de irrigação (inverno e água fria), eis que o senhor Dalmônico nos acompanha. Descalço, sente-se à vontade. Assim são nossos arrozeiros, heróis anônimos a garantir mesa farta. 

Onévio Antonio Zabot
Engenheiro Agrônomo

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Pavimentação da XV e Suíços

Dia 9 de março de 2013, quando o governador Raimundo Colombo esteve no bairro Vila Nova para inaugurar o binário, o Conselho das Associações do Vila Nova – Cavin, naquele momento representado por seu presidente, Adilson Girardi, entregava abaixo-assinado da comunidade reivindicando uma série de obras complementares ao binário.

Uma delas, talvez a mais importante, era a revitalização da rua XV de Novembro. Aliás, a designação ‘binário’ só faz sentido levando em consideração duas vias, uma que sentido bairro-centro (ruas São Firmino e Leopoldo Beninca) e outra sentido centro-bairro (rua XV de Novembro). 

Depois daquele dia, por mais duas vezes representantes do Cavin puderam entregar novos documentos nas mãos do governador fazendo o mesmo pedido. Uma delas em evento na ACIJ e outra por ocasião da inauguração da pavimentação de trecho da rua dos Suíços. 

Até agora não há sinalização da obra. Sabe-se que o prefeito Udo Döhler relacionou a rua XV entre as prioridades para revitalização de vias em Joinville, em documento também entregue ao governo estadual. 

Além da rua XV de Novembro, que é a principal via de acesso ao Vila Nova, a comunidade de mais de 26 mil habitantes também clama pela pavimentação de um pequeno trecho (mais ou menos 900 metros) da rua dos Suíços, na ligação com o bairro Costa e Silva. 

São duas obras que, juntas, devem envolver recursos não superiores a R$ 5 milhões, quantia irrisória para o orçamento que o governo do Estado tem para ações deste tipo. A ação é política e nada mais propício para liberação nesta véspera de campanha que se aproxima.

Texto publicado no Jornal Notícias da Vila, edição de setembro.

Vândalos atiram garrafa com gasolina no prédio da Subprefeitura Oeste

O prédio da Subprefeitura da Região Oeste, localizado na rua São Brás, no bairro Vila Nova, amanheceu com o vidro da porta frontal quebrado por vândalos, que atiraram uma garrafa contendo gasolina. O objeto tinha características de coquetel molotov, artefato artesanal destinado a explodir e incendiar prédios e outros equipamentos. A Subprefeitura encaminhou para os setores competentes as imagens das câmeras internas e externas para identificar os autores do vandalismo. Os prejuízos foram apenas materiais, com a quebra de uma vidraça da porta. O espaço da recepção, onde caiu o objeto, teve de ser desinfetado por causa do cheiro de gasolina que ficou no local. 

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Feira de mudas frutíferas e ornamentais é atração neste sábado

Neste sábado (16/09/2017), das 8 às 16 horas, acontece a Feira de Mudas Frutíferas e Ornamentais, no Ceasa Joinville (Rua dos Bororós, 2415 – Distrito Industrial, em frente à fábrica da Tigre). O evento é realizado pela Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDRural).

A feira vai reunir 25 produtores de Joinville e região, que irão comercializar mudas de inúmeras espécies, variedades e portes, atendendo tanto ao público que pretende cultivar em maior escala, como em pequenos ambientes.

Entre as mudas de frutíferas estarão à venda todas as variedades de laranjas, tangerina e limão, quatro tipos de maçã, além de jabuticaba, pera, ameixa, carambola, jaca, goiaba, maracujá, acerola, cereja, figo, framboesa, marmelo, kiwi e frutas exóticas como lichia, araçá e pitaia.

Para quem deseja opções para o jardim, mudas de ornamentais como ráfia, tuia, buchinho, podocarpo, roseiras, estrelitzias, palmeira real, entre outros.

Todas as mudas são certificadas pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC).

Também na feira, serão comercializados produtos orgânicos e agroecológicos cultivados por produtores da agricultura familiar de Joinville.

Os boxistas do Ceasa atenderão até as 12 horas, com venda de produtos no varejo.

Compostagem, café colonial e recreação infantil

Para quem deseja saber mais sobre compostagem, a feira vai realizar oficina com orientações de como separar, armazenar, descartar, reaproveitar e transformar resíduos orgânicos em adubo.

No período da manhã, profissionais da SDRural estarão à disposição do público para oferecer dicas e informações técnicas sobre cultivo de frutas e ornamentais.

Os sabores da região também estarão presentes com produtos coloniais produzidos por membros da Associação Joinvilense de Agroindústrias Artesanais Rurais (AJAAR), como geleias e embutidos, além de café colonial com bolos, cucas, doces e salgados.

Para comodidade dos adultos e diversão da criançada, no período da manhã haverá espaço de recreação com monitores.

A entrada e o estacionamento para a Feira de Mudas Frutíferas e Ornamentais são gratuitos.

Fonte: Prefeitura de Joinville.

sábado, 9 de setembro de 2017

Circulando na Vila

Recape na rua Paulo Schneider

Selecionada juntamente com a Bento Torquato da Rocha para receber o recapeamento asfáltico, a rua Paulo Schneider recebeu a preparação para as obras, mas a liberação para o recape atrasou. Agora os moradores reclamam da demora na conclusão dos trabalhos, principalmente por causa dos buracos que ficaram na pista após as ações iniciais do setor de pavimentação. A obra de recapeamento faz parte do financiamento com o Badesc, que inclui outras 47 ruas da cidade. A previsão da Prefeitura é de que a obra seja realizada neste ano.

Rua Anaburgo

Entre as vias pavimentadas do bairro Vila Nova, pelo menos duas delas precisam com urgência de recapeamento: a rua Márcio Luckow, de acesso ao Parque XV; e a rua Anaburgo, no trecho entre a Escola Muncipal Anaburgo e a empresa Inplavel. Não bastasse a necessidade de recape, ainda há o problema de obras que são executadas sem a devida manutenção, como esta da foto realziada nesta semana e que deixou um buraco que coloca em risco as pessoas que passam pelo local. 

Sinalização na Rolando Gurske

Após solicitação da comunidade ao vereador do bairro, a Prefeitura realizou, por intermédio do Departamento de Trânsito (Detrans) a sinalização no entroncamento das ruas Rolando Gurske com Maria de Lourdes Bachtold, no loteamento Nova Vila II. O local é um trecho perigoso onde vários acidentes já ocorreram, principalmente pela inexistência de sinalização. Agora, com a pintura de faixas, instalação de placa e taxões, a situação deve melhorar. 

Pavimentações

As obras de pavimentação com asfalto ou com lajotas prossegue no bairro Vila Nova. De janeiro até agora 10 ruas foram concluídas e outras 8 deverão ser finalizadas até o final do ano. Todas as obras contam com a participação da Prefeitura, por meio da Subprefeitura da Região Oeste, e dos moradores, que pagam pelo material e mão-de-obra. A organização e explicação dos procedimentos são realizados com reuniões realizadas com os moradores, geralmente na casa de uma liderança da rua. O custo médio para pavimentação com asfalto gira em torno de R$ 110,oo por metro quadrado, enquanto que o pavimento com lajotas sai em média R$ 65,00 por metro quadrado.

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Serviços municipais têm horários especiais no feriado da Independência

Em razão do feriado nacional do Dia da Independência, na quinta-feira, dia 7 de setembro de 2017, e da decretação de ponto facultativo na sexta-feira pela Prefeitura de Joinville, os serviços municipais funcionarão em regime de plantão. O atendimento volta ao normal na segunda-feira (11/09/2017). Confira como ficam os serviços essenciais.


Saúde

Hospital Municipal São José – funcionamento normal 24 horas.
Prontos Atendimentos (Norte/Sul/Leste) – funcionamento normal 24 horas.
Samu – funcionamento normal 24 horas.
Unidades Básicas de Saúde – fechadas a partir do dia 7 de setembro e reabrem dia 11 de setembro.
Unidades Básicas de Saúde e Policlínica Boa Vista – fechadas a partir do dia 7 de setembro. Reabrem dia 11 de setembro.
Vigilância Sanitária – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Vigilância Ambiental – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Vigilância Epidemiológica – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Centrinho Prefeito Luiz Gomes – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Núcleo de Assistência Integral ao Paciente Especial (Naipe) – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.
Cerest – Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – fechada a partir do dia 7 de setembro. Reabre dia 11 de setembro.

Educação

Escolas municipais, Centros de Educação Infantil (CEIs) e Centros Profissionalizantes – atendem normalmente até quarta-feira, dia 6 de setembro, e reabrem na segunda-feira, dia 11 de setembro.
Secretaria Municipal de Educação – fechará na quinta-feira e reabre na segunda-feira, dia 11 de setembro.
Bibliotecas Públicas Prefeito Rolf Colin e Professor Gustavo Ohde (Pirabeiraba) – fecham na quinta-feira e reabrem na segunda-feira, dia 11 de setembro.

Defesa Civil

A Defesa Civil atua em esquema de plantão. O contato para situações de emergência pode ser feito pelo número 199. A equipe também estará de plantão pelo telefone (47) 9 8910-9056, com dois plantonistas.

Trânsito

Para atendimento emergencial de trânsito e sinalização (semáforo), interessados podem ligar para o plantão pelo telefone 153. Na quinta-feira, dia 7, os agentes trabalham no fechamento de ruas e orientação no desfile na avenida Beira-rio e no período da tarde em esquema de plantão até as 18h30. Na sexta-feira e sábado trabalham das 6 horas às 24 horas e no domingo das 6h30 às 18h30.

Secretaria do Meio Ambiente – SEMA

Equipe de fiscalização ambiental, obras e posturas estará de plantão desde o feriado até domingo, das 9 às 17 horas, pelos telefones 9 88078159 ou 9 88170839.

Centro de Bem Estar Animal – CBEA

Para ocorrências relacionadas a animais de rua feridos, plantão pelo celular 9 8813-8662, de quinta-feira a domingo. Na quinta-feira e sexta estará fechado. No sábado e domingo, funcionará para visitas e adoção das 10h às 16 horas.

Coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo seletiva, orgânica, hospitalar e especial (móveis e eletrodomésticos) funcionam normalmente.

Conselho Tutelar

Atendimento de plantão a partir das 17h30 de quinta-feira até as 8h30 de segunda-feira. Contato: 9 8803-4928.

Transporte coletivo

O transporte coletivo urbano de Joinville irá operar com horário de domingo no dia 7 de setembro. Na sexta-feira, dia 8, a circulação é normal.
Mais informações sobre os horários do transporte coletivo podem ser obtidas pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC) no telefone 0800 47 5001 (a ligação é gratuita), aplicativos Moovit e Google Transit, recurso do Google Maps ou nos terminais/estações com os supervisores.

Parques públicos

Parque Zoobotânico – aberto normalmente durante o feriado e ponto facultativo, quinta e sexta, 7 e 8. O horário de funcionamento é das 9 às 17 horas.
Mirante do Morro da Boa Vista – aberto diariamente das 7 às 19 horas. O acesso é permitido até 22 horas para atividades como caminhadas, corridas e ciclismo.
Parque Caieira, Parque Morro do Finder – aberto diariamente, das 7 às 19 horas.
Parque São Francisco, Parque Porta do Mar e Parque da Cidade – espaços sempre abertos.

Companhia Águas de Joinville

As unidades de atendimento do centro e dos bairros estarão fechadas durante o feriado e o ponto facultativo, retornando na segunda-feira, dia 11. A central telefônica 115 funcionará normalmente.

Autosserviços

Serviços eletrônicos, realizados por meio do ambiente de Autosserviço (como os de licenciamento ambiental, por exemplo), poderão ser requeridos normalmente durante o recesso. A análise e tramitação dos processos, porém, ocorrerá a partir de segunda-feira, dia 11.

Ouvidoria

Denúncias, reclamações, pedidos de informação, sugestões e elogios podem ser registrados pelo formulário eletrônico de Ouvidoria durante o recesso. Não haverá atendimento pelo telefone 156 nos dias 7 e 8 de setembro. O serviço retorna às atividades na segunda-feira, dia 11 de setembro.

Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores – CEPAT

Estará fechado durante o recesso, reabre na segunda-feira, dia 11 de setembro.

Programa de Defesa do Consumidor – PROCON

Procon de Joinville atende até quarta-feira, dia 6 de setembro, e retorna às atividades na segunda-feira, 11 de setembro. Se o consumidor tiver problemas neste período, a orientação é que procure o fornecedor e documente este contato, seja por e-mail ou protocolo de atendimento telefônico junto aos SACs das empresas.

Centrais de Atendimento ao Turista – CATS

Central de Atendimento ao Turista (CAT) Aeroporto
Das 7h30 às 13h30 e das 14h às 20h
Avenida Santos Dumont, 9000, sala 01 – Aventureiro, Joinville – SC
(47) 3427-4409 | 0800-643-5015
Central de Atendimento ao Turista (CAT) Casa Krüger
Das 9 às 18 horas
Rodovia SC 418, km 0 – Pirabeiraba, Joinville – SC
(47) 3427-5623 | 0800-643-5015
Central de Atendimento ao Turista (CAT) Morro da Boa Vista
Das 9 às 18 horas
Rua Pastor Guilherme Rau, s/n – Boa Vista, Joinville – SC
(47) 3453-0177 | 0800-643-5015
Central de Atendimento ao Turista (CAT) Pórtico
Das 8 às 18 horas
Rua XV de novembro, BR 101 – Vila Nova, Joinville – SC
(47) 3433-5007 | 0800-643-5015

Museus e galerias

Todas as unidades manterão o horário normal de funcionamento, das 10 às 16 horas na quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo.

Centro Comercial da Expoville

Atendimento normal. Aberto diariamente, das 9 às 18 horas.

Mercado Público Municipal

Quinta-feira – Lojas e serviços abertos das 7 às 13 horas. Bar e restaurante Espaço Sabor aberto até as 22 horas, com música ao vivo.
Sexta-feira – Atendimento normal. Lojas e serviços das 7 às 19 horas. Restaurantes até as 20 horas.
Sábado – Atendimento normal. Lojas e serviços das 7 às 13 horas. Restaurantes até as 20 horas.
Domingo – Fechado, exceto o bar Porto Cerveja que ficará aberto das 16 às 20 horas, com show de pagode ao vivo.
Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogerio da Silva/Secom

Desfile cívico de Joinville terá quase três mil participantes

As comemorações da Semana da Pátria de Joinville continuam no feriado desta quinta-feira, dia 7 de setembro, quando ocorre o desfile cívico militar na avenida Beira-Rio. Devem desfilar cerca de três mil pessoas, integrantes de forças de segurança e de escolas públicas e particulares de Joinville. 

O desfile começa às 9h com abertura pela Banda do 62º Batalhão de Infantaria. Na sequência participam os pelotões e motorizados do Batalhão, seguidos pela Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville. Em seguida, desfilam as escolas municipais, estaduais e particulares. O Samu e a cavalaria da Polícia Militar encerram o desfile. 

A concentração será a partir das 8 horas. Agentes do Departamento de Trânsito vão limitar o tráfego local. A partir das 8h30, trechos das ruas Max Colin, Itaiópolis, Hermann Lepper e José Vieira serão totalmente interditados.

Entidades participantes do desfile

1 - Banda do Batalhão (banda entra no recuo)

2 - Pelotão do 62 BI

3 - Motorizado do 62 BI

4 - Pelotão Polícia Militar de Santa Catarina

5 - Motorizado da Polícia Militar

6 - Pelotão da Guarda Municipal

7 - Motorizado da Guarda Municipal

(banda deixa o recuo)

8 - Banda do Corpo de Bombeiros

9 - Pelotão do Corpo de Bombeiros

10 - Motorizado do Corpo de Bombeiros

Escolas Municipais

11 - Pavilhões alunos Caic Mariano Costa

12 - Fanfarra EM Caic Mariano Costa

13 - EM Nelson de Miranda Coutinho

14 – Fanfarra EM Profª Zulma Do Rosario Miranda

15 - Fanfarra EM Profª Karin Barkemeyer

16 - EM Prof Oswaldo Cabral

17 - Fanfarra EM Dr. José Antonio Navarro Lins

18 - EM Valentim João da Rocha

19 - Fanfarra EM Prof Orestes Guimarães

20 - EM Pref. Max Colin

21 - Fanfarra EM Caic Prof. Desemb. Francisco José Rodrigues

22 - EM Profª Laura Andrade

23 - Fanfarra EM Pres. Castello Branco

24 - EM Profª Thereza Mazzolli

25 - Fanfarra EM Gov. Pedro Ivo Campos

26 - EM Profª Eladir Skibinski

27 – Fanfarra EM Amador Aguiar

Escolas Estaduais

28 - E.E.B. Germano Timm

29 - E.E.B. Engenheiro Annes Gualberto

30 - E.E.B. Professora Jandira D’avila

31 - E.E.B. João Rocha

32 - E.E.B. João Colin

33 - E.E.B. Arnaldo Moreira Douat

34 - E.E.B. Jorge Lacerda

35 - E.E.B. Nair da Silva Pinheiro

36 - E.E.B. Dr. Georg Keller

37 - E.E.B. Dr. Tufi Dippe

38 - E.E.B. Albano Schmidt

39 - E.E.B. Antônia Alpaides Cardoso dos Santos

40 - Ceja – Centro de Educação de Jovens e Adultos

41 - Cedup – Centro de Educação Profissional Dario Geraldo Salles

42 - APAE Joinville 

Escolas Particulares

43 - Colégio Tupy – UNISOSIESC

44 - Colégio UNIVILLE

45 - UNIVILLE – Universidade da Região de Joinville

46 - SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência

47 - Cavalaria da Polícia Militar

Fonte: Prefeitura de Joinville / Foto: Salmo Duarte (A Notícia)