circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Ponte sobre o rio Piraí será interditada para manutenção na segunda (2)

Estrutura da ponte ficou comprometida após vendaval
A ponte sobre o rio Piraí, na Estrada Blumenau, bairro Vila Nova, será interditada para manutenção a partir de segunda-feira (2). No prazo de pelo menos uma semana a Prefeitura de Joinville, por intermédio da Unidade de Obras, vai executar a troca de algumas peças do madeirame da ponte. No período o trânsito será desviado pela Rodovia do Arroz.

Segundo o engenheiro Emerson Pagani, coordenador da Área de Obras de Arte da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), parte da estrutura ficou comprometida após o vendaval que arrancou a cobertura da ponte. “Vamos trocar algumas longarinas, rever a estrutura geral e retirar os entulhos que se formaram nas pilastras”, adiantou.

A previsão da Seinfra é de que as reformas se estendam durante uma semana. Nesse período, todo o trânsito será desviado pela Rodovia do Arroz. As linhas de ônibus que utilizam a ponte (Estrada Blumenau e Circular Oeste) farão o desvio pela Travessa Laffin e Estrada Dedo Grosso. No deslocamento bairro centro, a linhas vão até um ponto localizado a 300 metros da ponte e depois retornam.

A partir desta sexta-feira (29) haverá cartazes no terminal de ônibus do Vila Nova informando da interdição, dos trajetos e horários das duas linhas durante a interdição.

Ponte de concreto

Em paralelo à reforma, a Unidade de Obras da Seinfra trabalha na elaboração de projeto para a construção de uma ponte de concreto no local. “Realizamos os trabalhos topográficos e agora estamos elaborando os projetos”, comentou Pagani. A previsão é para que até o final do mês de maio o trabalho esteja concluído.


Depois de feito o projeto, a Prefeitura inicia os procedimentos para captar recursos para a execução da ponte. Por ser uma ponte tombada pelo patrimônio histórico, a Fundação Cultural de Joinville também discute ações para a manutenção da ponte de madeira e a reconstrução da cobertura.  

Foto: Adilson Girardi

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Mulheres da Estrada Blumenau realizam oficina gastronômica da banana

Mulheres do Grupo de Desenvolvimento Rural da Estrada Blumenau, na região rural do bairro Vila Nova, região Oeste de Joinville, participaram nesta quarta-feira (27) da oficina gastronômica à base da banana. 

O evento faz parte das ações da Festa da Banana, que tem o apoio da Prefeitura de Joinville, através da Fundação 25 de Julho e da Fundação Cultural.

Segundo Marilde Tomasini, uma das organizadoras do grupo de mulheres, no período da manhã foram preparados os pratos salgados, como a lasanha de banana e o strogonoff de banana, e no período da tarde serão feitos os pratos doces e os pães. Nas receitas o ingrediente indispensável é a biomassa de banana.

A coordenadora do Grupo de Desenvolvimento da Mulher Rural da Estrada Blumenau, Silvana Beck de França, diz que a oficina é uma oportunidade para levar mais conhecimento sobre a utilização da fruta para a alimentação das famílias. “Além disso, também pode ser uma boa fonte de renda para os produtores”, completa.

A Festa da Banana, realizada no dia 10 de abril, atraiu mais de mil pessoas ao galpão de festas da igreja católica Nossa Senhora Aparecida, na Estrada Blumenau.

Foto: Adilson Girardi

terça-feira, 26 de abril de 2016

Associação de Moradores da Estrada do Sul e Blumenau discute ações para região rural

Em reunião realizada nesta terça-feira à noite, a Associação de Moradores da Estrada do Sul e Blumenau (Amaesb) discutiu assuntos referentes à região rural do bairro Vila Nova. Na pauta, os principais temas foram a iluminação pública em trecho da Estrada Dedo Grosso, os roubos de fiação telefônica que vêm ocorrendo sistematicamente na Rodovia do Arroz, a vacinação contra a gripe H1N1; a necessidade de instalação de lixeiras junto a ponte do Piraí. 

Na oportunidade, o presidente da Associação, Marcos Trapp, adiantou que o Cavin e a Amaesb protocolaram ofício solicitando audiência com o prefeito Udo Döhler para falar sobre a extensão da rede de água para a comunidade Santo Antônio e sobre a construção de ponte de concreto sobre o rio Piraí, na Estrada Blumenau. 

Representando o Conselho das Associações do Vila Nova (Cavin), Adilson Girardi falou sobre a pesquisa realizada entre usuários do transporte coletivo para a implantação de uma linha de ônibus do terminal do Vila Nova até o terminal do Nova Brasília, passando pela Rodovia do Arroz e bairro Morro do Meio. 

A secretária da Associação, Vanessa Macoppi, avisou os presentes sobre o cancelamento da audiência pública que estava marcada para esta quarta-feira, dia 27, na Igreja Medianeira. Uma nova data será agendada, provavelmente em julho deste ano. 

No final do encontro, foram apresentadas as candidatas da associação que vão concorrer à rainha infantil e adulta da Festa de 150 anos do bairro Vila Nova. Na modalidade infantil a representante será Eloísa Altrack Antunes, que tem 5 anos de idade. A candidata adulta será Clara Meris, de 16 anos. 

Foto: Adilson Girardi

Cepat anuncia novas vagas de emprego

Técnico em segurança do trabalho, vendedor interno, atendente de balcão e assistente de cobrança são as novas vagas de emprego divulgadas nesta segunda-feira (25) pelo Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores (Cepat), órgão ligado à Prefeitura de Joinville. Os salários variam de R$ 1.090 a R$ 1.650.

Conforme a relação de ofertas de emprego, as vagas exclusivas para pessoas com deficiência são para os cargos de auxiliar de linha de produção, com salário de R$ 1.350, e oficial de serviços gerais na manutenção de edificações, com salário de R$ 1.037.

O Cepat também divulga as vagas já anunciadas, mas que ainda não foram preenchidas. As oportunidades são os sexos masculino e feminino.

Os interessados devem comparecer à sede do Cepat, na rua Abdon Batista, 342, próximo ao Mercado Municipal, com documentos de identidade (Carteira de Trabalho, CPF, RG) e CEP do endereço onde reside. O órgão funciona das 8 às 14 horas.

Confira o quadro completo das vagas de emprego AQUI.

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Campanha de vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (25) em Joinville

A Prefeitura de Joinville inicia nesta segunda-feira (25) a vacinação contra a gripe em 53 Unidades Básicas de Saúde e na Central de Vacinação. 

A meta é atender 133 mil pessoas dos grupos de risco formados por crianças de seis meses a menores de cinco anos, idosos acima de 60 anos, gestantes, doentes crônicos, mulheres com 45 dias pós-parto, indígenas, população carcerária e profissionais da saúde.

A secretária da Saúde Francieli Cristini Schulz disse que a expectativa é de uma grande procura pela vacina em todos os postos e que estarão envolvidos 600 funcionários no trabalho de acolhimento e vacinação. “Se houver necessidade, ampliaremos o horário de atendimento. O importante é evitar correria ou filas de madrugada, pois haverá vacina para todos”, afirmou.

A campanha começa no dia 25 e se estende até o dia 20 de maio. Como nos anos anteriores, será realizado o dia D contra a gripe, programado para o dia 30 de abril, um sábado, em que os postos de saúde atenderão das 8 às 17 horas.

No controle do atendimento, as unidades de saúde distribuirão senhas por ordem de chegada. Na fase de triagem nessas filas, pessoas mais frágeis como idosos ou cadeirantes terão atendimento prioritário. Outra atenção especial será dada às pessoas acamadas, quando equipes de vacinação irão até suas casas. Para as crianças, a orientação aos pais é que levem as carteiras de vacinação.

A campanha irá dispensar também atenção especial aos doentes crônicos que são imunodeprimidos. Uma das recomendações é que levem ao posto de saúde uma avaliação médica. Se não dispuserem, a avaliação será feita na própria unidade de saúde.

Durante entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira (20), a secretária Francieli Schultz disse que a Secretaria da Saúde recebeu 60% das vacinas, que já estão armazenadas em ambientes climatizados nas salas de vacinação. O gerente da Atenção Básica Douglas Machado disse que no decorrer dos primeiros dias será medida a necessidade, ou não, de ampliar o número de equipes e salas de vacinação. “Calculamos que, de todos os grupos de risco, 70% irão procurar a vacina nas Unidades Básicas de Saúde”, disse Douglas.

A coordenadora do setor de imunização Maria Goretti Cardoso lembrou que a vacina é uma das precauções que todas as pessoas devem ter para evitar a gripe. Outras providências básicas são evitar ambientes aglomerados, proteger a boca e nariz ao espirrar e lavar as mãos com frequência.

As 133 mil pessoas que serão vacinadas na cidade de Joinville estão incluídas no grupo de 170 mil que integram a 23ª Regional de Saúde, integrada pelos municípios de São Francisco do Sul, Barra do Sul, Araquari, São João do Itaperiú, Barra Velha, Itapoá, Garuva e Joinville.

Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogerio da Silva. 

Secretaria de Habitação abre período de inscrições de programa habitacional

A Secretaria de Habitação abre, nesta terça-feira (26), o período de inscrições de famílias interessadas em participar do programa habitacional. 

A partir desta data, os interessados deverão comparecer na sala 9 do Centreventos Cau Hansen das 8h30min até meio-dia, para atendimento com a equipe técnica. 

Cada interessado vai ser atendido para o agendamento da entrevista técnica e avaliação sócio-econômica durante o ano. O agendamento será feito entre os dias 26 e 28 de abril.

Para fazer o agendamento, os interessados devem levar a Carteira de Identidade e o CPF. Eles devem estar dentro dos critérios sociais, como estar morando em Joinville no mínimo há 3 anos; ter família constituída e não ultrapassar a renda prevista pelos programas habitacionais (veja abaixo).

A inscrição é gratuita e intransferível. É válida para famílias que não possuem imóvel. 

Podem procurar o serviço as pessoas que:
- não possuem imóvel;
- comprovem que residem há mais de três anos em Joinville;
- não tenham sido atendido pela Secretaria de Habitação em outra ocasião;
- constituam família (exceto para idoso acima de 60 anos e pessoa com deficiência);
- tenham renda familiar de 0 a 6 salários mínimos.

Serviço
O quê: Inscrição programas habitacionais
Onde: Centreventos Cau Hansen – Avenida Beira-Rio – Sala 9.
Período – dias 26, 27 e 28 (de terça a quinta)

Fonte: Prefeitura de Joinville. 

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Novos radares e lombadas eletrônicas começam a funcionar na segunda-feira


O Departamento de Trânsito da Prefeitura de Joinville (Detrans) confirmou para a próxima segunda-feira (25) o acionamento de mais dez equipamentos eletrônicos de fiscalização. São quatro radares fixos, cinco lombadas eletrônicas e um radar de semáforo que funcionarão em diferentes bairros da cidade.


O conjunto integra o pacote com 100 equipamentos licitados em 2015. Segundo o gerente de Trânsito do Detrans, engenheiro Samuel Gomes, do contrato de 100 equipamentos, mais da metade já foi instalada.
No bairro Vila Nova serão acionados dois equipamentos novos. Um na rua São Firmino, no binário, em frente à escola Karin Barkemeyer, (lombada eletrônica de 40 km/h). O outro será no cruzamento da rua Leopoldo Beninca com a rua Bento Torquato da Rocha, em frente à delegacia (radar fixo de 60 km/h). 
Locais de funcionamento dos radares fixos - 60 km/h:
1- Rua Dona Elza Meinert, 551
2 - Rua Leopoldo Beninca, 354
3 - Rua São Paulo, 2593
4 - Rua Timbó, 1276


Locais de funcionamento das lombadas eletrônicas - 40km/h:
1 - Rua São Firmino, 460
2 - Rua Visconde de Taunay, 900
3 - Rua Santa Catarina, 598
4 - Rua Boehmerwald, 2200
5 - Rua General Valgas Neves, 466


Local de funcionamento do Radar de Semáforo:
1 - Rua Florianópolis X Guanabara


Equipamentos já instalados:
Radar em semáforo

1- Rua Dr. João Colin x rua Max Colin
2 - Rua São Paulo x rua Inácio Bastos
3 - Av. Dr. Albano Schultz x rua Princesa Isabel
4 - Rua Hermann A. Lepper x rua Otto E. Lepper
6 - Rua das Cegonhas x rua Frontin
7- Rua Max Colin x rua Blumenau
8 - Rua Monsenhor Gercino x rua Fátima
10 - Av. Paulo Schroeder x rua Boehmerwald
11- Rua XV de Novembro x rua Rodolfo Baumer
12 - Av.Cel. Procópio Gomes x rua Inácio Bastos
13 - Rua Blumenau x rua Pres. Prudente de Moraes
14 - Rua Florianópolis x rua Graciosa
15 - Av. Getúlio Vargas x rua Inácio Bastos
16 - Av. José Vieira x rua Itaiópolis

Radar Fixo

17- Rua Areia Branca, 420
18 - Rua Dona Francisca, 11657
19 - Rua Guanabara, 1420
20 - Rua Jarivatuba, 1150
21 - Rua Pref. Baltasar Buschle, 630
22 - Rua Camboriú, 300
23 - Rua Boehmerwald, 600
24 - Rua Comandante Paulo Serra, 580
25 - Rua Marechal Luz, 500
26 - Rua Ponte Serrada, 440
27 - Rua Guaíra, 500
28 - Rua Minas Gerais, 5350
29 - Rua Rio Grande do Sul, 500
30 - Avenida Kurt Meinert nº 1.072
31- Rua Graciosa, 1000
32 - Rua Inácio Bastos, 770
33 - Rua Papa João 23, 500
34 - Rua Tuiuti, 1500
35 - Rua Albano Schmidt, 1091
36 - Rua Iririú, 1070
37- Av. Paulo Schroeder,1750
38 - Av. Aluísio Pires Condeixa, 2700

Lombada Eletrônica

39 - Rua Dona Francisca, 3651
40 - Rua Santa Catarina, 1450
41 - Rua Gothard Kaesemodel, 326
42- Rua Waldemiro José Borges, 6528
43 - Rua Xavier Arp, 250
44 - Rua Gothard Kaesemodel, 533
45 - Rua Júpiter, 890
46 - Rua Monsenhor Gercino, 3120
47- Rua Carlos Benack, 590
48 - Rua São Paulo , 700
49 - Rua Monsenhor Gercino, 6396
50 - Rua Iririú, 246


terça-feira, 19 de abril de 2016

Prevenção em segurança e saúde

Encontro recente entre o Conselho das Associações do Vila Nova – Cavin e demais associações de moradores do bairro discutiu a adoção de medidas de prevenção à segurança e à saúde para a comunidade. 

O tema é relevante num momento em que toda a cidade sofre com vandalismos, ações de violência, assaltos, roubos e por aí afora. Na área da saúde é crescente o número de focos da dengue e de caramujos africanos nos diversos bairros da cidade, aí incluído o Vila Nova.

A proposta na área da segurança é inovadora no contexto local. Trata-se de parceria entre Associações de Moradores, comunidade e poderes públicos, nos termos de nova legislação sobre o assunto, para instalação de câmeras de monitoramento nas ruas e o compartilhamento de informações entre os moradores.

Na saúde, importante ação em forma de mutirão, realizada no bairro Morro do Meio, merece ser copiada e implantada também no Vila Nova. Dirigentes do Cavin já se mobilizam e vão solicitar à Prefeitura que o trabalho de prevenção seja realizado no bairro. 

Esta mobilização comunitária reforça a ideia de que o bairro precisa do movimento associativo para poder alcançar a melhoria da qualidade de vida. O incentivo à participação associativista nunca é demais e só traz benefícios para a comunidade. O Notícias da Vila é parceiro nesta ação.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Circulando na Vila

Proposta para segurança

A reunião conjunta do Conselho das Associações do Vila Nova e Associação de Moradores Nova Vila serviu para definir dois importantes encaminhamentos para o bairro. Na primeira delas, relativa à segurança pública, foi proposta a implantação de sistema de monitoramento por câmeras por conta das associações de moradores em ruas do bairro. O modelo segue legislação aprovada recentemente pela Prefeitura de Joinville. A ideia agora é fazer os orçamentos e buscar a adesão de moradores para a implantação de projeto piloto em uma das ruas.

Proposta para a saúde

O segundo tema importante tratou da proposta de mobilização do bairro para campanha de prevenção à dengue, ao caramujo africano e à gripe H1N1. Conforme relato do Grupo Escoteiro Piraí, que colaborou no mutirão realizado no Morro do Meio há uma semana e que abrangeu todas as residências, há possibilidade de repetir tal trabalho no Vila Nova. Por intermédio do Cavin, será encaminhado ofício à Secretaria da Saúde para a realização do mutirão, que deve envolver a Saúde, Vigilância Ambiental, Defesa Civil, Escoteiros do Vila Nova, Cavin, Associações de Moradores e comunidade. 

Furtos e roubos

Estatísticas da Delegacia de Polícia do Vila Nova apontam que entre os boletins de ocorrência o principal tipo de reclamação é sobre furtos e roubos. Dados de fevereiro mostram 11 furtos a residência, dois roubos a comércio e um roubo à residência (roubo é quando o ato é praticado com uso de arma de fogo ou mediante violência). Outros itens que aparecem são acidentes de trânsito (7), furtos de veículos (8) e extravio de documentos e objetos (7).

Falta de informação

Um dos problemas para que a comunidade possa reivindicar mais segurança está justamente nas estatísticas. Ocorre que muitas vítimas não procuram a Delegacia para registrar, o que acaba diminuindo a estatística oficial. Desta forma fica difícil cobrar melhorias ao governo estadual, bem como reivindicar o não fechamento da Delegacia e a presença de mais policiamento ostensivo da Polícia Militar no bairro.

Aplicativo

A Polícia Civil de Santa Catarina disponibiliza de mais uma ferramenta tecnológica, o aplicativo “Polícia + Perto”, para facilitar a localização de uma Delegacia de Polícia mais próxima do cidadão. O programa foi desenvolvido exclusivamente para aparelhos móveis, como smartphones, iphone e tablets e ajuda a encontrar as 450 Delegacias de Polícia do Estado. Basta baixar o aplicativo gratuitamente através do Google Play. O programa fornece o endereço completo, telefone e a distância até a unidade policial civil. Clicando em “como chegar”, um mapa indicará o caminho até a Delegacia.



Assessoria jurídica

O Sesc Comunidade passará a fornecer assessoria jurídica gratuita para a comunidade do Vila Nova. Duas profissionais farão os atendimentos todas as sextas-feiras das 15 às 17 horas no Sesc Comunidade. O objetivo do projeto é aproximar a comunidade para esclarecer as mais diversas dúvidas que só advogados poderão responder. Mais informações diretamente no Sesc Comunidade, Rua Alvin Pasold, fundos da Subprefeitura Oeste ou pelo telefone 47 3434-6991.

Palmáceas

Mais de 100 pessoas, entre agricultores e técnicos participaram, em Pirabeiraba, do Dia de Campo sobre o Cultivo de Palmeiras para Produção de Palmito. O evento é organizado em parceria entre a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Santa Catarina (Epagri) e a Fundação 25 de Julho, que cede o espaço cultivado para a avaliação dos cultivares. No evento foram realizadas oficinas demonstrativas sobre a palmeira imperial, palmeira real e a palmeira juçara.

Arroz

No Vila Nova, na propriedade da família Laffin, localizada na Estrada Blumenau, foi realizado mais um Dia de Campo do Arroz Irrigado. Mais de 100 pessoas compareceram para verificar os resultados do plantio experimental que a Epagri e a Fundação 25 de Julho realizam na propriedade. Os participantes também tiveram a oportunidade de ouvir palestra técnica sobre o cultivo do arroz. Segundo técnicos do setor, a safra 2015 teve uma quebra de 30%, ocasionada pelo excesso de chuvas dos últimos meses.

Congresso das Associações

O 4º Congresso das Associações do Vila Nova, promovido pelo Cavin no dia 2 de abril, teve como diferencial positivo a palestra Educação Financeira, com o especialista no assunto Alexandre Poffo. O evento contou com o apoio da Escola Municipal Karin Barkemeyer, que cedeu o espaço do auditório e da Cooperativa de Crédito Acredi, com patrocínio para a realização do congresso.

Saúde

Ainda na reunião do mês do Conselho das Associações do Vila Nova, a presença de representante da Secretaria da Saúde de Joinville. Douglas Calheiros Machado apresentou o cronograma da construção das unidades de saúde no bairro. Segundo o técnico, a Unidade de Saúde Vila Nova 1, localizada na rua Alberto Vinci, no loteamento Vivalares, terá nova licitação para contratação de empresa, uma vez que o contrato com a anterior expirou. A previsão de entrega desta unidade é para dezembro de 2016.

Aniversário do Vila Nova


Várias candidatas já se inscreveram para participar do concurso à rainha da Festa de 150 anos do Vila Nova. A partir de maio elas saem às ruas em busca dos votos para garantir um lugar no pódio. Nesta edição participam candidatas na faixa etária infantil (5 a 10 anos), adulta (15 a 30 anos) e terceira idade (a partir dos 60 anos). 



sexta-feira, 15 de abril de 2016

Sesc Comunidade oferece peça teatral na próxima quinta-feira (21)

O Sesc Comunidade promove na próxima quinta-feira, dia 21, o Circuito Palco Giratório 2016. Será uma apresentação teatral denominada Manotas Musicais com o Grupo Trampolim, de Belo Horizonte (MG). A entrada é gratuita e os ingressos serão distribuídos na secretaria do Sesc Comunidade a partir das 19 horas do dia da apresentação. Abaixo, mais informações sobre o evento.

Sinopse: Os palhaços Benedita Jacarandá e Sabonete agora resolveram que são músicos clássicos. Para isso convidam uma banda composta por três exímios paspalhos! O que era para ser um grande ‘concerto’, se converte numa “Manota Musical!” Não satisfeitos, Benedita e Sabonete querem ser maestros! A orquestra? É você. “Manotas Musicais” nasce do uso da música como ferramenta de jogo para o palhaço. Com um repertório eclético, jogos musicais e gags tradicionais de palhaço, Benedita e Sabonete conduzem o espetáculo a um momento surpreendente: o público, sob a regência destes palhaços-maestros, se transforma numa grande orquestra musical. O espetáculo também investe no papel do público como parte integrante da cena, transformando a apresentação numa experiência rica e arriscada. “Manotas Musicais” é uma jornada recheada de humor, diversão e surpresas.

Duração: 60 minutos | Classificação: Livre

Ficha Técnica:

Concepção: Adriana Morales e Tiago Mafra

Roteiro: Fernando Escrich, Adriana Morales e Tiago Mafra

Direção: Fernando Escrich

Elenco: Adriana Morales, Tiago Mafra, Maria Milagros Vazquez, Poliana Tuchia e Rafael Protzner

Cenografia: Flávia Mafra e Grupo Trampulim

Pintura das telas: Cecília Silveira

Figurino: Poliana Espírito Santo

Maquiagem: Grupo Trampulim

Iluminação: Geraldo Octaviano

Trilha Sonora: Fernando Escrich, Grupo Trampulim e Lourenço Marques

Produção executiva (montagem): Bárbara Amaral

Produção e Realização: Grupo Trampulim

Local da apresentação: Sesc Comunidade Vila Nova. Rua Alwin Pasold, s/n (nos fundos da Subprefeitura Regional Oeste). Vila Nova – Joinville.

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Feira do Vila Nova no sábado (16) com músicas dos anos 60 e 70 e sertanejos

A Feira do Vila Nova, programada para este sábado (16), das 9 ás 14 horas, vai contar com uma atração diferenciada. No palco das apresentações, um repertório com músicas dos anos 60 e 70. A partir das 13 horas, a dupla Tiago e Matias e o cantor Marcos Carneiro apresentam músicas sertanejas. A feira oferece uma variedade de produtos de artesanato, brechós, venda e troca de livros, caldo de cana, doces e salgados.

Esta é a quarta edição da Feira do Vila Nova. O local de concentração é junto ao terminal de ônibus do bairro. Estão confirmados até agora 32 feirantes nas mais variadas categorias. Nesta quinta-feira à noite, às 19h30, o Conselho das Associações do Vila Nova – Cavin, reúne os expositores para definição do layout das barracas e para orientações gerais aos novos participantes.


A Feira do Vila Nova é uma ação da Fundação Cultural de Joinville, com apoio do Conselho das Associações do Vila Nova , Subprefeitura Oeste e Sesc  Comunidade. 

Foto: Adilson Girardi

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Escolinhas no Sesc Comunidade

Escolinha de Futsal funciona segundas, quartas e sextas
O Sesc Comunidade no Vila Nova oferece uma série de atividades esportivas e de lazer para os moradores do bairro e região. As atividades são gratuitas e as modalidades se dividem em práticas esportivas, como futsal, basquete, handebol, tênis de mesa, karatê, muay thai, capoeira; danças, como hip hop, zumba, dança sênior e ritmos; ginástica localizada, ginástica para a melhor idade e ainda as opções de artesanato e cultura, como artesanato, grupo de cantoria, clube de aventureiros e desbravadores e os grêmios comunitários. 

O Sesc Comunidade fica na rua Alvin Pasold, ao lado da Subprefeitura Oeste. Funciona de segunda a sexta das 8 às 22 horas e aos sábados das 9 às 18 horas. Telefone de contato é o 3434-6991.

Foto: Adilson Girardi

TURISMO - Usina hidrelétrica do Piraí aberta à visitação neste sábado (16)

Neste sábado (16), a usina hidrelétrica do Piraí, localizada na área rural de Joinville, estará aberta à visitação do público, das 9 às 12 horas. 
Fundada em 1908, a hidrelétrica foi a primeira construída em Santa Catarina e é uma das únicas do Estado a gerar energia sem sofrer interrupções. A usina está localizada no final da Estrada do Salto 1, aos pés da cachoeira do Piraí. Além da beleza exuberante da região, o visitante poderá conhecer o sistema de funcionamento da hidrelétrica e a integração existente entre o meio ambiente e a tecnologia. 
O acesso à usina será feito em grupos formados por até 15 pessoas, que serão guiados por técnicos da Celesc, da Fundação Turística de Joinville, dos Bombeiros Voluntários e do grupo de trilhas Cachorro do Mato. 
A visitação é gratuita. Por questões de segurança, não será permitida a entrada de menores de 15 anos (mesmo que acompanhados dos pais ou responsáveis), animais de estimação, bem como bebidas alcoólicas. Os visitantes devem usar sapatos fechados e o acesso à cachoeira é vedado. Em caso de chuva, a visitação será cancelada. 
A abertura da usina hidrelétrica do Piraí para visitação é uma iniciativa da Fundação Turística de Joinville em parceria com a Celesc.
Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Adilson Girardi

terça-feira, 12 de abril de 2016

Eleições 2016: prazo para tirar título de eleitor se encerra em 4 de maio

Os cidadãos adultos e os jovens de 16 e 17 anos que pretendam votar nas eleições municipais de 2016 não devem deixar para a última hora para tirar seu título no cartório eleitoral ou solicitar transferência de município, em caso de mudança de localidade. Quem antecipar a ida ao cartório eleitoral poderá evitar as filas nos dias que antecedem o fechamento do cadastro de eleitores para o pleito deste ano. O prazo para alistamento eleitoral e transferência termina no dia 4 de maio.

Esta também é a data final para o eleitor que mudou de residência dentro do mesmo município pedir a alteração de endereço no seu título eleitoral. O prazo vale, ainda, para que o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida solicite sua transferência para uma seção eleitoral especial, a fim de que possa exercer o direito ao voto com mais tranquilidade e sem obstáculos de ordem urbana.

O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de 18 anos e facultativos para os analfabetos, os maiores de 70 anos e os maiores de 16 e menores de 18 anos, conforme o artigo 14 da Constituição Federal. Pode se inscrever para votar o jovem que completar 16 anos até o dia da eleição, em 2 de outubro.

Biometria

O prazo para fazer o cadastro biométrico também foi estendido até o dia 4 de maio. Em Joinville, o endereço para fazer o título, a transferência ou a biometria é a rua Otto Bohem, nº 71, no centro da cidade. Quem deixar de fazer a biometria, além de não poder votar nas próximas eleições, ainda corre o risco de ter o CPF cancelado e ser impedido de participar de concursos públicos. 

Documentos

Quem for tirar o título de eleitor pela primeira vez deve comparecer ao cartório eleitoral com documento de identificação com foto, comprovante de residência recente e comprovante de quitação militar para os homens. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o novo modelo de passaporte não são aceitos para efeito de inscrição eleitoral.

No caso de transferência, o cidadão deve levar o título de eleitor, comprovantes de votação ou de justificativa feita em eleições anteriores, documento de identificação e comprovante de residência recente.

Para o cadastro biométrico é necessário levar documento com foto, comprovante de residência recente e o título de eleitor. 

Jornal Notícias da Vila - Edição de Abril 2016

A edição de abri do Jornal Notícias da Vila já circula pelos principais pontos comerciais do bairro Vila Nova e região Oeste de Joinville. Veja aqui a versão digital.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Cepat de Joinville anuncia novas vagas de emprego

Almoxarife, encarregado de obras, montador de equipamentos elétricos (centrais elétricas) e zelador são as novas ofertas de emprego divulgadas nesta segunda-feira (11) pelo Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores de Joinville (Cepat), órgão vinculado à Prefeitura de Joinville. Os salários variam de R$ 1 mil a R$ 1.800.

Continuam disponíveis vagas de armador de estrutura de concreto, mecânico de manutenção de caminhão a diesel, operador de grua, técnico em manutenção de equipamentos de impressora, vidraceiro (colocador de vidros), médico veterinário, cartazeiro, auxiliar de cozinha, confeiteiro e padeiro.

O órgão divulga também as vagas exclusivas para pessoas com deficiência, nos cargos de auxiliar administrativo e auxiliar de linha de produção. Todas as oportunidades são para homens e mulheres.

Os interessados devem comparecer à sede do Cepat, na rua Abdon Batista, 342, próximo ao Mercado Municipal, com documentos de identidade (Carteira de Trabalho, CPF, RG) e CEP do endereço onde reside. O órgão funciona das 8 às 14 horas. 

Confira o quadro completo das vagas de emprego AQUI.

Alistamento militar deve ser feito pela internet

Os jovens brasileiros que completarem 18 anos até o dia 31 de dezembro de 2016 e residirem em Santa Catarina devem fazer o alistamento militar obrigatório pela internet. O prazo para inscrição começou no dia 1º de janeiro e vai até o dia 30 de junho.

O site para o alistamento é www.alistamento.eb.mil.br. No processo online, os jovens devem preencher os campos solicitados com os dados dos seguintes documentos: certidão de nascimento, certidão de casamento, certidão de nacionalização ou registro geral (RG) e CPF (caso não possua, faça sua inscrição no cadastro de contribuintes acessando a Receita Federal), sendo obrigatório também que o cidadão tenha um e-mail para o cadastro.

Em Joinville, a área responsável pela Junta Militar é a Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot). Somente poderá se alistar cidadão brasileiro nato ou com naturalização brasileira.

O alistamento é obrigatório para todos os jovens do sexo masculino no ano em que completam 18 anos. Aqueles que têm alguma necessidade especial devem procurar a Junta de Serviço Militar para entrar com um pedido de isenção do Serviço Militar, no horário das 8h às 14h de segunda-feira a sexta-feira. A Junta fica na rua Saguaçu, 265, no mesmo prédio onde funciona a Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra).

Fonte: Prefeitura de Joinville

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Festa da Banana anima fim de semana no Vila Nova


 A 6ª edição da Festa da Banana promete ser sucesso de público. Esta é a expectativa do Grupo das Mulheres Unidas da Estrada Blumenau, que organiza o evento e finaliza os preparativos para receber pelo menos mil pessoas no domingo, dia 10.  As festividades são realizadas no galpão da igreja católica Nossa Senhora Aparecida, região rural do bairro Vila Nova.

A programação começa com culto ecumênico na capela da comunidade e em seguida, às 11h30 é servido o almoço colonial com opção de pratos à base de banana. No cardápio, três tipos de carne (churrasco, frango e bolo de carne com banana); banana milanesa, lasanha de banana, maionese de batatas, aipim com bacon, arroz, farofa e quatro tipos de salada.

Para o café da tarde, as opções são as famosas cucas de banana, queijo e abacaxi, além de bolos diversos, bananadas, pães caseiros e cachorro quente.

Durante a festa haverá apresentações culturais com danças típicas e feira com venda de produtos coloniais e artesanais da região. Na parte da tarde, grupos musicais se apresentam na tarde-dançante que se estende até o final da festa, às 19 horas.

A expectativa de público, segundo Silvana Beck de França, presidente do Grupo das Mulheres Unidas da Estrada Blumenau, é de pelo menos mil pessoas. “No ano passado servimos 700 almoços e para este domingo ampliamos porque a festa cada vez se torna mais popular na cidade”, avaliou.

O valor do almoço para venda antecipada ou no dia é de R$ 25,00 e pode ser adquirido com as organizadoras Silvana (9706-8846) ou Marilde Tomasini (47) 3023-5665.

Fotos: Adilson Girardi


quinta-feira, 7 de abril de 2016

Cavin e Associação Nova Vila discutem propostas para segurança e saúde no Vila Nova

A reunião conjunta do Conselho das Associações do Vila Nova e Associação de Moradores Nova Vila, na noite desta quarta-feira (6) serviu para definir dois importantes encaminhamentos para o bairro. Na primeira delas, relativa à segurança pública, foi proposta a implantação de sistema de monitoramento por câmeras por conta das associações de moradores em ruas do bairro. O modelo segue legislação aprovada recentemente pela Prefeitura de Joinville. A ideia agora é fazer os orçamentos e buscar a adesão de moradores para a implantação de projeto piloto em uma das ruas.
 
O segundo tema importante tratou da proposta de mobilização do bairro para campanha de prevenção à dengue, ao caramujo africano e à gripe H1N1. Conforme relato do Grupo Escoteiro Piraí, que colaborou no mutirão realizado no Morro do Meio há uma semana e que abrangeu todas as residências, há possibilidade de repetir tal trabalho no Vila Nova. Por intermédio do Cavin, será encaminhado ofício à Secretaria da Saúde para a realização do mutirão, que deve envolver a Saúde, Vigilância Ambiental, Defesa Civil, Escoteiros do Vila Nova, Cavin, Associações de Moradores e comunidade. 

Foto: Adilson Girardi

terça-feira, 5 de abril de 2016

Tentativa de assalto com reféns no Vila Nova

Duas pessoas foram presas na tarde desta terça-feira nas proximidades da agência dos Correios no Vila Nova. Eles invadiram o local e fizeram pelo menos 10 pessoas de reféns. A polícia foi acionada, cercou o local e os bandidos se entregaram. A polícia apreendeu com a dupla um simulacro de pistola e um revólver de calibre 38. De acordo com os policiais militares, o gerente dos Correios reconheceu os homens como os autores de outro assalto que ocorreu na agência anteriormente.

Por conta da onda de assaltos que vêm ocorrendo nos pontos comerciais do bairro Vila Nova, o Conselho das Associações e o Conselho de Segurança discutem nesta quarta-feira medidas para melhorar a segurança no bairro. Uma das propostas que deve ser colocada em prática é a instalação de câmeras de segurança em parceria entre as Associações de Moradores e comerciantes, conforme legislação aprovada neste início do ano em Joinville.

Técnicos e agricultores discutem produção do palmito cultivado em Joinville

Mais de 100 pessoas, entre agricultores e técnicos, participam nesta quarta-feira (6) , em Pirabeiraba, do Dia de Campo sobre o Cultivo de Palmeiras para Produção de Palmito. 

O evento é organizado em parceria entre a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Santa Catarina (Epagri) e a Fundação 25 de Julho, que cede o espaço cultivado para a avaliação dos cultivares.

O Dia de Campo começa às 8 horas com café de recepção aos inscritos e segue com palestra inicial sobre as propostas e objetivos do encontro deste ano. Em seguida os participantes serão separados em grupos temáticos para participação das oficinas.

Serão debatidos temas em quatro estações, todas nos canteiros de palmáceas localizados na sede da Fundação 25 de Julho. 

Em cada estação os participantes vão discutir durante 30 minutos sobre temas voltados à palmeira imperial, palmeira real, palmeira juçara e sobre a legislação que envolve o cultivo das palmeiras junto à Fundação do Meio Ambiente (Fatma).

A previsão de encerramento é ao meio-dia. As inscrições gratuitas ainda podem ser realizadas na Epagri (3461-1520, com Dione) ou na Fundação 25 de Julho (3424-1188, com German).

A Fundação 25 de Julho fica na Rodovia SC 418, Km 0,3, em Pirabeiraba.

Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogerio da Silva

Cepat divulga 57 ofertas de emprego

O Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores (Cepat), órgão ligado à Prefeitura de Joinville, divulgou nesta segunda-feira, 4 de abril, 57 ofertas de emprego, com salários que variam de R$ 985,60 a R$ 2 mil. 

As novas vagas são para auxiliar de cozinha e cartazeiro, funções que aceitam pessoa com deficiência, além de vidraceiro (colocador de vidros) e auxiliar de depósito. Já as vagas de atendente de lojas e auxiliar de almoxarifado são exclusivas para pessoas com deficiência.

As vagas que permanecem em aberto são para encarregado e gerente de supermercado, motorista carreteiro, mecânico de manutenção de caminhão a diesel, armador de estrutura de concreto, operador de grua, operador de serra mecânica, servente de pedreiro, técnico em manutenção de equipamentos de impressora, padeiro, confeiteiro, especialista em vinho (sommelier) e médico veterinário.

As oportunidades são para homens e mulheres. Os interessados devem comparecer à sede do Cepat, na rua Abdon Batista, 342, próximo ao Mercado Público Municipal, com documentos de identidade (Carteira de Trabalho, CPF, RG) e CEP do endereço onde reside. O órgão funciona das 8 às 14 horas.

Confira o quadro completo das vagas de emprego AQUI.

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Orientações de acesso ao Mirante de Joinville

O Mirante de Joinville é um atrativo turístico localizado numa área de preservação ambiental, no Morro da Boa Vista. Para que esse espaço de lazer e convivência seja aproveitado com conforto para todos os usuários é necessário que sejam seguidas algumas orientações:

Acesso

- Não é permitido o trânsito de automóveis e motocicletas até o Mirante.

- O trajeto deve ser feito a pé, de bicicleta ou através da linha exclusiva de transporte público (ônibus).

- Quem for de bicicleta deve transitar com segurança, com atenção ao tráfego de ônibus e de pedestres.

- Placas indicativas no trajeto ao Mirante orientam os visitantes.

Linha exclusiva de transporte público

- A linha exclusiva de transporte público sai do Terminal Urbano Central até o Mirante nos seguintes horários: durante a semana, com intervalos de 40 minutos, a partir das 7h40 até as 17 horas. Nos finais de semana e feriados, com intervalos de 20 minutos, a partir das 8h até as 18h40.

- O valor da passagem é o vigente no momento: R$ 3,70 antecipada e R$ 4,50 embarcada. Não é cobrada a passagem de retorno.

- Os ônibus são adaptados para o transporte de cadeirantes.

- No Morro da Boa Vista existem três pontos de coleta de passageiros: na Portaria de acesso do Morro da Boa Vista, no Parque Zoobotânico e no Mirante de Joinville.

Acessibilidade

- Pessoas cadeirantes ou que têm limitação motora devem acessar o Mirante pelo transporte público de ônibus através da linha exclusiva ao local. Os ônibus são adaptados e levam os cadeirantes até a base do Mirante, através de uma rampa de acesso.

- O elevador deve ser utilizado preferencialmente por pessoas com necessidades especiais e idosos.

- Há também um ponto de acesso para cadeirantes na trilha ecológica. 

- O acesso para táxis adaptados, que fazem o transporte de cadeirantes, está liberado até o Mirante.

Horário

O Mirante de Joinville fica aberto diariamente, das 7 às 19 horas. 

Mirante de Joinville
O Mirante é uma estrutura em concreto armado com acabamento aparente, tendo 14,5 metros de altura da plataforma de observação em relação ao solo. Além da plataforma, o Mirante é composto por escadarias e elevador. No nível do solo existem sanitários e salas para informações turísticas, controle e segurança.

A plataforma de observação possui dois balanços, um com vista para a Baía da Babitonga (ao Leste) com aproximadamente 7,5 metros e outro (para o Oeste) voltado para o Centro da cidade com 5,5 metros. 

Todo o guarda-corpo do Mirante é de aço inox e no limite do balanço voltado para a baía. No local há uma estrutura metálica com grade vazada no piso para que as pessoas possam observar a paisagem abaixo e terem a sensação de que estão em um espaço flutuante.

O Mirante é o ponto mais elevado do Morro da Boa Vista, onde a paisagem é marcada, em primeiro plano, pela área urbana e, em segundo plano, pela Baía da Babitonga.

Nas faces Leste e Nordeste é possível avistar vários bairros, sendo os mais próximos os bairros Boa Vista, Comasa, Iririú, e os mais distantes Espinheiros, Jardim Iririú e Aventureiro, este último o mais populoso da cidade. 

Nesses bairros há pouca verticalização, mas grande concentração populacional, o relevo é plano e há uma grande faixa de mangue entre as áreas urbanas e o vasto corpo hídrico.

Na face Sul do Mirante estão os bairros centrais, que configuraram o início da formação de Joinville. Com o relevo acidentado, a urbanização aconteceu entremeada a esses morros.

A face Sudeste envolve os bairros Adhemar Garcia, Fátima, Ulysses Guimarães e, mais distante, o bairro Paranaguamirim, todos de grande concentração populacional.

Fonte: Prefeitura de Joinville. Fotos Rogério da Silva/Secom.