circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sábado, 31 de outubro de 2015

UBS Vila Nova Rural passa a contar com telefone fixo

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Nova Rural passa a contar desde quinta-feira (29) com um número de telefone para atender a população que utiliza a unidade. Operando há 15 anos no quilômetro 18 da Rodovia do Arroz (SC-108 - antiga Estrada do Sul), a unidade não contava com a comunicação por telefone por estar em uma região afastada e sem a prestação de serviço pela operadora de telefonia fixa.

Desde 2013, a Secretaria da Saúde pleiteava a instalação do telefone na UBS, mas a operadora alegava não haver capacidade técnica. A unidade do Vila Nova Rural contava apenas com serviço de internet a rádio, em parceria com o conselho de saúde local. Depois de um acordo com a operadora, e a instalação de cabos de fibra óptica, foi possível a instalação.

A partir de agora os usuários podem ligar o número (47) 3130-1900. O atendimento da UBS Vila Nova Rural é de segunda a sexta-feira, das 8 às 12h e das 13 às 17h.

Esforço da comunidade

A instalação do telefone fixo era uma reivindicação constante da comunidade rural do Vila Nova. As solicitações e reuniões para a resolução do problema partiram da Associação de Moradores da Estrada do Sul e Blumenau, Conselho de Saúde Local Rural e da Coordenação da Unidade Básica de Saúde.

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Veja o que funciona no feriadão em Joinville

A Prefeitura de Joinville informa os serviços que estarão fechados e outros que serão mantidos em regime de sobreaviso nesta sexta-feira, 30 de outubro, ponto facultativo em comemoração ao Dia do Servidor Público, e na segunda-feira, 2 de novembro, feriado nacional de Finados. 

O Dia do Servidor Público é celebrado no dia 28 de outubro, que neste ano cai na quarta-feira. A administração pública municipal optou por transferi-lo para sexta-feira, dia 30, conforme decreto nº 25.770, de 8 de outubro.

EDUCAÇÃO

Não haverá aulas nas escolas municipais e nos Centros de Educação Infantil (CEIs) na sexta (30/10) e na segunda (2/11).

SAÚDE

- Pronto-Atendimento Norte e Sul e Unidade de Pronto-Atendimento Leste: 24 horas.
- Samu: 24 horas.
- Unidades da Atenção Básica: estarão fechadas na sexta-feira (30/10) e na segunda-feira (2/11).

- Hospital Municipal São José: pronto-socorro funciona normalmente.

- Serviço de Vigilância Epidemiológica: ficará de sobreaviso. 
- Serviço de Imunização: ficará de sobreaviso.

DEFESA CIVIL

A Defesa Civil estará de sobreaviso pelo telefone 8910-9056. O contato para situações de emergência pode ser realizado pelo número 199.

PARQUES

Os parques Zoobotânico, Caieira e Morro do Finder estarão abertos na sexta-feira (30/10) e na segunda-feira (2/11).

CULTURA

Os museus da Bicicleta (MuBi), de Arte de Joinville (MAJ), Casa Fritz Alt, Nacional de Imigração e Colonização (MNIC), Arqueológico do Sambaqui, Arquivo Histórico, Casa da Cultura, Casa da Memória, Estação da Memória e Teatro Juarez Machado irão funcionar das 12 às 18 horas de sexta (30/10) a domingo (1º/11) e fecham durante o feriado de Finados, na segunda (2/11). 

OUVIDORIA

- Não haverá atendimento da Ouvidoria no telefone 156 na sexta-feira (30/10) e segunda-feira (2/11). O atendimento volta ao normal na terça-feira (3/11).

- É possível registrar manifestações pelo formulário eletrônico de Ouvidoria, no site http://ouvidoria.joinville.sc.gov.br, durante todo o feriado. Entretanto, as manifestações só serão processadas e encaminhadas aos órgãos internos competentes pelas questões a partir de terça-feira (3/11), quando todo o serviço da Prefeitura voltará ao normal.

LIMPEZA URBANA

Os serviço de coleta de lixo e limpeza urbana funcionam normalmente.

TRANSPORTE COLETIVO

Durante o feriado de Finados, segunda-feira, os ônibus do transporte coletivo urbano de Joinville atenderão com o horário de domingo. Mais informações sobre os horários do transporte coletivo podem ser obtidas nos sites da Gidion (www.gidion.com.br) e da Transtusa (www.transtusa.com.br) e pelo SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente – pelo telefone 0800 47 5001. A ligação é gratuita.

MERCADO PÚBLICO MUNICIPAL

Funciona normalmente na sexta-feira, das 7 às 19 horas, e no sábado, das 7 às 13 horas. Na segunda-feira, Dia de Finados, estará fechado.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Quinta-feira (29) é o último dia para a limpeza de túmulos nos cemitérios de Joinville

A Prefeitura de Joinville está com todos os preparativos prontos para a visitação aos cemitérios no dia de Finados, na próxima segunda-feira (2). As principais orientações à população, repassadas pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), são para o prazo final de limpeza de túmulos, que encerra nesta quinta-feira (29), e sobre os cuidados com as embalagens e vasos de flores, por causa do risco de proliferação do mosquito da dengue. 

Nos dez cemitérios municipais da cidade, haverá barracas para venda de flores e alimentos. O processo seletivo realizado no início do mês de outubro classificou 64 ambulantes, divididos em 38 tendas para venda de flores e 26 tendas para venda de alimentação. Todos receberam licença da Sema para atuar. A fiscalização estará nos locais para coibir a venda clandestina. 

Nas barracas de comercialização e na entrada dos cemitérios haverá orientações para os visitantes sobre os cuidados com o acondicionamento das flores junto aos túmulos. “A preocupação é com o acúmulo de água nos vasos, que pode acarretar em focos do mosquito da dengue”, diz Sebastião Bruhmuller, gerente de Concessões e Permissões da Secretaria do Meio Ambiente. 

As orientações são para descartar as embalagens plásticas, fazer orifícios no fundo dos vasos e completar com areia os espaços até a borda, para evitar acúmulo de água. Outro pedido do gerente da Sema é com relação ao descarte de flores e entulhos antigos. “Pedimos para que os visitantes depositem entulhos e lixo em sacos e levem até as lixeiras evitando o acúmulo de resíduos no cemitério”. 

Trânsito 

A partir de sábado (31), o Departamento de Trânsito da Prefeitura (Detrans) estará no entorno dos cinco principais cemitérios da cidade monitorando e orientando os motoristas.

O trabalho dos agentes inicia a partir das 7h30 e se estende até as 17 horas nos cemitérios Municipal, do Fatima, Cubatão, Iririú e Dona Francisca. 

No local haverá controle e orientação para travessias nas faixas de pedestres e estacionamento de veículos. 

Missas e cultos 

A Secretaria do Meio Ambiente preparou um calendário para a realização de missas e cultos em todos os cemitérios. “Haverá espaço para todos e foi realizada uma escala para que as diferentes denominações possam realizar seu culto”, disse Bruhmuller. 

No fim de semana e dia de Finados o horário para visitação aos cemitérios será das 8 às 17 horas.

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Segurança no Vila Nova

Na consulta pública realizada pela Prefeitura no bairro Vila Nova, o Conselho das Associações teve a oportunidade de encaminhar suas propostas para melhorar a segurança no bairro. Segue abaixo o diagnóstico e as ideias:


Principais problemas relacionados à segurança pública no Vila Nova
1-      Furtos
2-      Vandalismo (pichação de muros e fachadas)
3-      Assaltos
4-      Tráfico e consumo de drogas
5-      Excesso de velocidade nas vias troncais (Binário e XV de Novembro)
6-      Desrespeito à sinalização de trânsito
7-      Perigo nas faixas de pedestres e em frente escolas
8-      Vandalismo nas praças e espaços públicos
9-      Afogamentos em rios da região
1-   Caça e corte de palmito clandestinos.

Principais ameaças
1-      Baixo efetivo da Polícia Militar e Civil
2-      Tráfico e consumo de drogas
3-      Falta de legislação sobre venda de tintas spray
4-      Falta de opções de lazer para adolescentes e jovens
5-      Existência de rotas de fuga (Rodovia do Arroz, BR 101)
6-      Falta de sinalização viária
7-      Extinção do Programa Aluno-Guia
8-      Falta de programas de combate às drogas
9-      Falta de programas de humanização do trânsito
1-   Distância da área rural em relação ao policiamento

Principais oportunidades
1-      Comunidade organizada através do Conselho das Associações – Cavin, que congrega 48 entidades do bairro Vila Nova.
2-      Possibilidade de criação de Conselho de Segurança Rural
3-      Existência do Conselho de Segurança do Vila Nova
4-      Acesso dos serviços públicos nas 5 escolas municipais urbanas e 4 rurais, para implantação de programas de educação no trânsito e prevenção às drogas.
5-      Existência e possibilidade de ampliação de grupos de Whatsapp para organização comunitária na segurança.
6-      Possibilidade de implantação do Televizinho (sistema de comunicação para prevenção a furtos).
7-      Instalação das câmeras de segurança no bairro (foram instaladas recentemente em dois pontos do Vila Nova).
8-      Possibilidade de transferência da base da Polícia Militar para o Terminal de Ônibus do Vila Nova, região mais central e próximo a equipamentos públicos (escola, terminal, CEI e Subprefeitura).
9-      Criação de programas de integração para moradores da rua, para que todas as famílias se conheçam mutuamente e assim possam identificar pessoas suspeitas.

1-   Criação das brigadas de segurança preventiva nas escolas, para disseminação de ações motivadoras da prevenção sobre drogas, perigos iminentes, trânsito, entre outros, com supervisão de orientação da Guarda Municipal. 

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Devedores podem pagar dívidas com a Prefeitura de Joinville com redução de juros e multa


Pessoas físicas ou jurídicas que devem à Prefeitura de Joinville já podem aderir ao Programa Adimplir II com redução de juros e multa de mora. 

A lei, aprovada pela Câmara de Vereadores esta semana, foi sancionada na quarta-feira (21) pelo prefeito em exercício Rodrigo Fachini. 

Na condição de presidente da Câmara de Vereadores, Fachini ocupa o cargo de prefeito em função de viagem oficial do titular Udo Döhler a Portugal. 

O atendimento começa efetivamente na próxima segunda-feira (26). A adesão deve ser formalizada mediante protocolo de requerimento em uma das oito subprefeituras ou diretamente na Secretaria da Fazenda, na sede da Prefeitura. 

O texto da Lei Complementar nº 173/2015 e o modelo de adesão em anexo podem ser acessados a partir desta quinta-feira (22) no site da Prefeitura em www.joinville.sc.gov.br nos links Cidadão e Leis Municipais.

Com a reedição do Adimplir, a Prefeitura de Joinville estima arrecadar até o final do ano um valor de R$ 5 milhões a R$ 10 milhões. No ano passado, quando foi implantado o primeiro Adimplir, a Prefeitura conseguiu recuperar R$ 5 milhões. 

A Secretaria da Fazenda estima que atualmente a dívida total de pessoas físicas e jurídicas gire em torno de R$ 350 milhões.

Durante a tramitação na Câmara de Vereadores, o projeto do Executivo teve duas alterações, consideradas positivas pelo secretário da Fazenda Nelson Corona.

A primeira foi a possibilidade de pagamento da dívida em parcelas e a outra a inclusão de débitos relativos a imposto de transmissão de bens arrematados em leilão público. 

Outro aspecto positivo do Adimplir II, segundo Corona, são os prazos maiores de adesão e pagamento, que subiu de duas semanas em 2014 para três meses este ano. “Com esses avanços, acreditamos que conseguiremos recuperar valor maior que no ano passado”, estima Corona.

Sobre a redução de juros e multa de mora dos débitos fiscais, o secretário da Fazenda afirma que não há qualquer renúncia de receita, porque os valores do débito principal e da correção monetária estão mantidos. 

O programa visa a promover a regularização de dívidas de pessoas físicas ou jurídicas cujos fatos geradores tenham ocorrido até o final de 2012.

Para pagamento em parcela única até 16 de novembro de 2015 a redução será de 95% dos juros e multa de mora sobre dívidas cujos fatos geradores ocorreram até 31 de dezembro de 2009; ou 100% da multa de mora sobre dívidas cujos fatos geradores ocorreram entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

Para pagamento em parcela única até 30 de novembro de 2015 as reduções serão de 90% e 95% sobre dívidas geradas entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012. Para pagamento, também em parcela única até 29 de dezembro de 2015, reduções de 85% e 90%. 

Para pagamento parcelado em até 12 meses, a redução será de 80% da multa de dívida contraída até o final de 2012 e dos juros de dívida contraída até final de 2009. As parcelas terão o valor mínimo de R$ 50 para pessoas físicas e R$ 100 para pessoas jurídicas.

O secretário Nelson Corona lembra que o momento atual de crise econômica e diminuição das receitas tributárias em decorrência da desaceleração da atividade econômica e principalmente dos repasses constitucionais do ICMS e FPM (Fundo de Participação dos Municípios), o programa é importante instrumento para incremento de receita para fazer face às despesas públicas, em constante evolução.

O Adimplir II também dá estímulo para a regularização dos chamados "contratos de gaveta" na aquisição imóvel sem o pagamento do Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis – ITBI. 

A redução da base de cálculo será de 50% sobre negócios realizados até 31/12/2012 e de 30% de imóveis arrematados em leilão público judicial, cujos autos foram expedidos também até 31/12/2012. Nesses dois casos, o requerimento junto à Secretaria da Fazenda deve ser feito até 25 de novembro e o pagamento até 30 de novembro.

Em relação à redução da base de cálculo do ITBI, o secretário ressalta que a estimativa de impacto orçamentário-financeiro é apenas uma projeção, por não se conhecer o número de transações imobiliárias firmadas através de “contratos de gaveta”. 

“Ainda que fossem conhecidas, não há como precisar quantos imóveis seriam objeto de regularização, com a efetiva transmissão da propriedade que é o fato gerador que motiva o lançamento do imposto”, explica Nelson Corona.

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Atleta do Vila Nova é destaque no atletismo

Carlos Augusto Tenfen tem apenas 16 anos. Mas em seu pescoço não cabem mais todas as medalhas que conquistou no atletismo. Especialista nos 800 metros, Carlos também compete nos 1.500, 2.000, 800 com barreira e 5 mil metros. O atleta é morador do Vila Nova, na rua Rolando Gurske, e se prepara para novos desafios, agora em nível nacional.

O desejo pelo esporte começou na escola. Estudante na Escola Agrícola Carlos Heins Funke, em Pirabeiraba, foi selecionado para o atletismo. "No começo participava do salto em distância, depois é que fui direcionado para as corridas", revela.

E nas corridas Carlos logo foi vencedor. A lista é extensa. Entre os principais conquistou dois primeiros lugares no Estadual de Menores, em Florianópolis (nos 1.500 e 2 mil metros com obstáculos); dois terceiros lugares no Joguinhos Abertos (1.500 e 800); terceiro no Estadual Juvenil (800m); primeiro lugar nos 800 metros no Jogos Escolares; sexto lugar no Brasileiro de menores nos 800m; terceiro lugar nos 800 metros no Estadual Adulto; terceiro lugar geral no Circuito Unimed nos 5 mil metros e terceiro lugar no 5 mil metros em competição do Sesc. 

O próximo desafio será em Maringá, onde vai disputar os 800 metros nos Jogos Escolares Brasileiros. Com o melhor tempo do Estado em sua faixa etária nos 800 metros, a esperança é por mais um pódio. 

A projeção nas próximas competições é para estar entre os melhores oito atletas nos Jogos Abertos de Santa Catarina, na categoria adulto e conquistar o títulos nos 800 e 1500 da Olesc.

Para o futuro, Augusto projeta uma carreira de Educação Física, "para continuar no meio esportivo", disse. Além do apoio dos pais Vanderlei Tenfen e Rosinilda Resendes Kruger, conta com patrocínios do Restaurante Glória e da empresa Boeing Parabólicas.

Sig Paisagismo restaura praça no Vila Nova

Depois que um veículo até agora não identificado destruiu o canteiro e os equipamentos instalados na rótula da rua XV, na saída do binário do Vila Nova, a empresa Sig Paisagismo, com sede na rua Rolando Gurske, no Vila Nova, reuniu apoiadores do bairro e reformulou o espaço. Agora o canteiro ficou até melhor do que estava antes, com mais peças que decoram o jardim. A ação é um incentivo para que mais empresas adotem um espaço para cuidar, transformando o bairro Vila Nova num lugar mais limpo, organizado e bonito de se ver. Parabéns ao colega Sigmar pela iniciativa. 

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Conferência do Meio Ambiente discute os desafios e perspectivas sobre o rio Cachoeira

Tendo como tema “Rio Cachoeira, perspectivas e desafios”, foi aberta nesta sexta-feira, às 8 horas, no auditório da Associação Comercial e Industrial de Joinville (Acij), a IV Conferência Municipal do Meio Ambiente. A solenidade contou com a presença do prefeito em exercício, Rodrigo Coelho, e secretário do Meio Ambiente, Juarez Tirelli, que comandou os trabalhos.

A plateia formada por estudantes, técnicos e profissionais da área do meio ambiente foi dividida em quatro grupos, para discussão dos eixos temáticos propostos para a conferência: Saneamento Básico da Bacia do Rio Cachoeira; Controle das Atividades Potencialmente Poluidoras; Gestão de Recursos Hídricos e Áreas de Preservação Permanente na Zona Urbana Consolidada.

“Joinville tem hoje aproximadamente 600 mil habitantes e em 15 anos vamos chegar perto de 1 milhão. É preciso estar preparado para estas mudanças inevitáveis”, disse o secretário Juarez Tirelli em suas palavras de abertura do evento. “No aspecto da água, a cidade é privilegiada por possuir em seu território as nascentes necessárias para o abastecimento”, complementou.

O prefeito em exercício, Rodrigo Coelho, destacou a importância de se discutir ações para preservação dos rios em Joinville. “Fiquei feliz ao saber que o tema principal da conferência é a recuperação e preservação do rio Cachoeira”, afirmou.

Ao final dos trabalhos da Conferência, os resultados esperados são a elaboração de pelo menos 20 propostas a serem apresentadas nos grupos de trabalho. “Cada grupo temático vai discutir e propor cinco ações, que depois serão aprovadas na plenária final”, explicou Tirelli.

Rio Cachoeira
A bacia hidrográfica do rio Cachoeira está totalmente inserida na área urbana de Joinville. Ocupa uma área de 80 km quadrados, que corresponde a 7% da área total do município.

As nascentes do rio Cachoeira estão no bairro Costa e Silva. O rio possui 14 km de extensão e seus principais afluentes são os rios Bom Retiro, Mirandinha, Morro Alto, Mathias, Jaguarão, Bucarein e Itaum.
O curso do rio percorre nove bairros da cidade: Costa e Silva, Santo Antônio, Saguaçu, América, Centro, Boa Vista, Bucarein, Guanabara e Fátima.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Horário de verão começa neste sábado

O horário de verão vai começar no próximo dia 18 e vai durar até o dia 21 de fevereiro de 2016. À 0h (meia-noite) de sábado para domingo, os moradores de 10 estados, além do Distrito Federal, terão que adiantar os relógios em uma hora.

O Ministério de Minas e Energia informa que a versão 2015/2016 do horário de verão seguirá as regras estipuladas no decreto 6.558, de 2008, revisado em 2013, que fixa a duração de quatro meses, entre o terceiro domingo de outubro de cada ano e o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte.

Pela legislação, o horário de verão irá vigorar nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, nos etados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, além do Distrito Federal.

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Feira do Vila Nova estreia neste sábado (17)

Neste sábado (17) será realizada a primeira edição da Feira do Vila Nova, das 9 às 14 horas. O evento irá ocorrer no terceiro sábado de cada mês, no espaço ao lado da Terminal Urbano do Vila Nova.

Ao todo, 40 expositores do bairro irão mostrar e comercializar seus trabalhos nas áreas de artesanato, brechó, antiguidades e gastronomia. Na abertura, às 9 horas, o palco de apresentações recebe aulas de ginástica laboral e de zumba, com as professoras Zin Juliana Prado e Gabriela Strapasson. 

A Feira do Vila Nova é organizada por representantes do Conselho das Associações do Vila Nova (Cavin), que reúne 48 entidades, e conta com o apoio da Fundação Cultural de Joinville (FCJ) e da Subprefeitura Oeste.

Segundo o gerente de difusão cultural da FCJ, Cesar Augusto, a comunidade do bairro Vila Nova já está se mobilizando há pelo menos seis meses para abrigar a feira e a expectativa é grande em relação ao evento. “É interessante realizar a feira na zona Oeste, para expandir o evento para além da área central da cidade”, destacou Cesar.

Projeto ‘Feiras nos Bairros’

A Feira do Vila Nova integra o projeto ‘Feiras nos Bairros’, lançado pela Fundação Cultural de Joinville no último mês de setembro. O evento irá ocorrer nos mesmos moldes da Feira do Príncipe, Feira do Floresta e Sábado na Estação.

O objetivo do projeto é expandir estas feiras culturais para os bairros de Joinville, em parceria com as lideranças locais, estimulando a economia criativa e gerando fonte de renda para artesãos e artistas. A proposta é também criar um momento de convivência para a comunidade local, divulgando talentos, artistas e artesãos locais dos bairros.

A Fundação Cultural será a responsável por realizar as inscrições dos feirantes, expedir autorizações e orientá-los para obtenção das demais liberações necessárias. A FCJ também irá auxiliar na divulgação destas feiras.

No site da Fundação Cultural está disponível o regulamento do projeto ‘Feira nos Bairros’, para que as comunidades interessadas em abrigar uma feira conheçam o processo. 

Serviço

O quê: Feira do Vila Nova
Quando: sábado, 17 de outubro, das 9 às 14 h
Onde: Ao lado do Terminal Urbano do Vila Nova - rua São Brás, Vila Nova, Joinville
Quanto: gratuito

Cadastro para novos alunos da educação infantil de Joinville inicia nesta quarta-feira

A partir das 8 horas desta quarta-feira (14/10), a rede municipal de ensino de Joinville inicia o cadastro para novos alunos da educação infantil - creche (0 a 3 anos) e pré-escola (de 4 e 5 anos). 

Para concorrer, pais e responsáveis devem preencher cadastro no sistema de seleção de vagas online, que será publicado no site da Secretaria de Educação Clique aqui.

O sistema poderá ser acessado até dia 29. As famílias que não têm acesso à internet podem realizar o cadastro nas unidades escolares. Nos Centros de Educação Infantil (CEIs), o atendimento será nos dias 14, 15 e 16 de outubro, das 8 às 11 horas; e dos dias 19 a 23, ocorre dos das 14 às 17 horas. Nas escolas, de 14 a 23 de outubro, das 8 às 14 horas. 

Neste período, os pais devem procurar as unidades mais próximas de suas casas e levar os seguintes documentos: certidão de nascimento da criança, comprovante de residência, atestado de frequência, Cartão SUS e declaração de vacina (retirada em postos de saúde).

A divulgação da 1ª classificação acontece no dia 3 de novembro. Desta data até 6 de novembro, pais e familiares serão convocados para a entrega de documentos. O horário de atendimento será das 8 às 17 horas e das 13h30 às 17 horas. 

A lista final será publicada no dia 17 de novembro. Sendo assim, o período de matrículas fica entre 18 e 27 de novembro, das 8 às 11 horas e das 13h30 às 17 horas. Entre novembro e fevereiro de 2016, a Educação disponibiliza cronograma para alteração de cadastro e período de inscrição às vagas remanescentes. 

A lei 12.796/2013, obriga que todas as crianças deverão ser matriculadas na educação básica a partir dos quatro anos de idade. Para se adequar, a Secretaria de Educação de Joinville extinguiu o turno integral para crianças de 4 a 5 anos. 

Assim, a partir de 2016 só são oferecidas vagas no período parcial para essa faixa etária. A oferta de vagas integrais continua normal para a faixa etária de 0 a 3 anos. Crianças que completam 6 anos em 2016, seguem ao 1ª ano com aulas em período parcial. 

Atualmente, a rede municipal de ensino de Joinville é formada por 83 escolas de ensino fundamental e 65 Centros de Educação Infantil, somando 61.316 alunos.

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Obra do rio Mathias vai fechar trecho da avenida Beira-rio nesta terça-feira e na quarta-feira

Nesta terça-feira (13) e na quarta-feira (14) a avenida Albano Schulz (Beira-rio) será interditada em frente a praça Dario Salles (Camelódromo) para realização de nova etapa do projeto de macrodrenagem do rio Mathias.

A primeira interdição, na terça-feira (13), será da pista sentido Norte-Sul, a partir das 8h30 e previsão de término às 17 horas. Toda operação será acompanhada por agentes de trânsito de Joinville. 

Na quarta-feira (14) será interditada a pista Sul-Norte a partir das 7h30 e previsão de abertura às 17 horas. Nesse período, os veículos que transitarem pela avenida Albano Schulz naquele trecho serão desviados para a rua Hermann August Lepper (que passa em frente do prédio da Prefeitura). 

Neste ponto, no encontro das águas dos rios Mathias e Cachoeira, será implantada a estação de bombeamento que faz parte do sistema de ampliação da capacidade hidráulica para acabar com as cheias na área central de Joinville. Na ocorrência de fortes chuvas e maré alta, bombas serão acionadas por sensores.

Além da estação de bombeamento, a obra contempla intervenções de drenagem pluvial nas ruas Euzébio de Queiroz, Otto Boehm, Fernando de Noronha, Jacob Eisenhuth, Visconde de Taunay, Pedro Lobo, Jacob Richlin, do Príncipe e Jerônimo Coelho. Fazem parte da obra também a construção de alas e comportas, muro de proteção no rio Cachoeira, galerias de condução e conduto forçado e galeria de detenção. 

As obras de ampliação da capacidade hidráulica do rio Mathias estão orçadas em R$ 45.872.405,22, recursos da Caixa Econômica Federal.

Para as cheias causadas pela maré do rio Cachoeira será implantado um sistema de contenção e escoamento do rio Mathias: o muro de proteção entre as ruas Princesa Isabel e Cachoeira, impedindo que as águas do rio Cachoeira retornem à bacia do rio Mathias e as comportas flap, no encontro entre os rios Mathias e Cachoeira.

Dia das Crianças no Sesc Comunidade foi sucesso de público

O Dia das Crianças realizado no Sesc Comunidade do Vila Nova mostrou que a mobilização das entidades e voluntários no bairro faz a diferença. O evento organizado pelo Sesc em parceria com o Conselho das Associações contou com a colaboração do grupo de jovens Vozes de Júbilo, dos grupos de dança artística, zumba, ginástica, caratê e associações de moradores e demais entidades que estiveram envolvidos durante a tarde de domingo. Mais de mil crianças passaram pelo local e se divertiram com as brincadeiras e apresentações. Todos receberam brindes, pipoca, algodão doce, suco e guloseimas doadas pela comunidade. O álbum com as fotos do evento pode ser visualizado AQUI.

sexta-feira, 9 de outubro de 2015

Joinville inicia cadastro para novos alunos

A partir das 8 horas da próxima quarta-feira (14/10), a rede municipal de ensino de Joinville inicia o cadastro para novos alunos de 1º ao 9º ano nas escolas de ensino fundamental e para alunos de 4 e 5 anos nas unidades da Educação Infantil. 

O número de vagas está em levantamento e será divulgado no dia 14. Para concorrer, pais e responsáveis devem preencher cadastro no sistema de seleção de vagas online, que será publicado também na semana que vem no site da Secretaria de Educação. 

O sistema poderá ser acessado até dia 29. As famílias que não têm acesso à internet podem realizar o cadastro nas unidades escolares. Nos Centros de Educação Infantil (CEIs), o atendimento será nos dias 14, 15 e 16 de outubro, das 8 às 11 horas; e dos dias 19 a 23, ocorre dos das 14 às 17 horas. Nas escolas, de 14 a 23 de outubro, das 8 às 14 horas. 

Neste período, os pais devem procurar as unidades mais próximas de suas casas e levar os seguintes documentos: certidão de nascimento da criança, comprovante de residência, atestado de frequência, Cartão SUS e declaração de vacina (retirada em postos de saúde).

A divulgação da 1ª classificação acontece no dia 3 de novembro. Desta data até 6 de novembro, pais e familiares serão convocados para a entrega de documentos. O horário de atendimento será das 8 às 17 horas e das 13h30 às 17 horas. 

A lista final será publicada no dia 17 de novembro. Sendo assim, o período de matrículas fica entre 18 e 27 de novembro, das 8 às 11 horas e das 13h30 às 17 horas. Entre novembro e fevereiro de 2016, a Educação disponibiliza cronograma para alteração de cadastro e período de inscrição às vagas remanescentes. 

A lei 12.796/2013, obriga que todas as crianças deverão ser matriculadas na educação básica a partir dos quatro anos de idade. Para se adequar, a Secretaria de Educação de Joinville extinguiu o turno integral para crianças de 4 a 5 anos. 

Assim, a partir de 2016 só são oferecidas vagas no período parcial para essa faixa etária. A oferta de vagas integrais continua normal para a faixa etária de 0 a 3 anos. Crianças que completam 6 anos em 2016, seguem ao 1ª ano com aulas em período parcial. 

Atualmente, a rede municipal de ensino de Joinville é formada por 83 escolas de ensino fundamental e 65 Centros de Educação Infantil, somando 61.316 alunos.

Prefeitura garante dois Kits de transposição para pontes das Estradas Arataca e dos Portugueses

Em pedido formulado pelo Conselho das Associações do Vila Nova - Cavin no dia 23 de setembro, a Prefeitura de Joinville informou que conseguiu junto à Defesa Civil Estadual o fornecimento de dois Kits de Transposição para substituir as pontes de madeira na Estrada dos Portugueses, sobre o rio Motucas, e Estrada Arataca, sobre o rio Águas Vermelhas. 

Segundo o memorando da Secretaria de Infraestrutura Urbana, de 30 de setembro, a execução das cabeceiras das pontes tem prazo estimado de 30 dias para a Estrada dos Portugueses e 60 dias para a Estrada Arataca. Ambas estruturas serão confeccionadas com concreto usinado por equipes de pontes da Unidade de Obras da Seinfra. 

Abaixo, cópias da solicitação do Cavin e da resposta da Prefeitura. (Clique na imagem para visualizar)



quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Diversão para do Dia das Crianças na região rural

Os papais e mamães que estão em busca de um programa diferente para curtir o Dia das Crianças, podem escolher uma das propriedades da área rural de Joinville, que estarão abertas ao público com roteiros especiais para a data.

No bairro Vila Nova, o Sítio Canto dos Pássaros vai atender no sábado e no domingo (10 e 11/10), a partir das 14 horas. Além de brincadeiras especiais como “caça ao tesouro”, as crianças poderão interagir com pequenos animais, fazer trilhas, passeio de trator e atividades no campo. Em caso de chuva, as atividades serão realizadas no galpão coberto.

Todo o espaço da propriedade estará disponível para os visitantes fazerem piquenique. E quem preferir, poderá saborear o lanche servido no local, com cachorro quente, nega maluca, bolo de cenoura e sucos naturais.

A visita, com alimentação incluída, custará R$20 por pessoa ou R$10, a visitação sem o lanche. Mais informações pelos telefones (47) 3439-6292 e 9181-4544.

Também no Vila Nova, o Rancho Alegre vai receber as crianças no domingo (12/10), das 9 às 17 horas. O local oferece passeio guiado a cavalo e de pônei, interatividade com pequenos animais e visita a toda a propriedade que estará disponível para o público fazer piquenique. A taxa de visitação é de R$10 por pessoa.

Os quitutes ficarão por conta da equipe do Vale do Ouro, que estará no local servindo café, sanduíches e sucos naturais, tortas e bolos caseiros.

E para quem busca um pouco mais de aventura, a dica é a propriedade Vale do Ouro que também estará aberta durante todo o feriado, das 9 às 17 horas. Na propriedade, localizada na região do Piraí, é possível fazer passeios pelas trilhas que dão acesso a belas cachoeiras e se divertir na tiroleza. A entrada custa R$10 e há lanchonete no local.

Já na região da Estrada Dona Francisca, em Pirabeiraba, o Sítio Vó Bia traz diversas atrações para crianças e adultos. Além do amplo espaço para piquenique – inclusive com área coberta – o local oferece casa na árvore, campo de futebol e de vôlei, parque rústico e passeios por trilhas.

Um atração especial será o Mercadinho da Vó Bia, onde o visitante poderá comprar produtos coloniais como bolachas, geleias, pães caseiros e outros quitutes como cachorro quente, nega maluca, pipoca e sucos.

O Sítio Vó Bia estará aberto nos dias 11 e 12/10, das 10 às 17 horas. A taxa de visitação é de R$10 por pessoa, sendo que crianças menores de quatro anos não pagam. Recomenda-se que as reservas sejam feitas com antecedência pelos telefones (47) 3433-9667 ou 9994-6260.

No Sesc Comunidade Vila Nova, a festa para as crianças ocorre a partir das 14 horas de domingo, dia 11 de outubro. No local haverá brincadeiras, distribuição de brinquedos e guloseimas. A programação também conta com apresentações culturais até as 17 horas. 

Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Divulgação

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Prefeitura de Joinville instala 120 tubos em rua do bairro Vila Nova

A Prefeitura de Joinville, por intermédio da Subprefeitura da Região Oeste, está executando uma nova rede de drenagem na rua Renato Scheunemann, no Parque XV de Novembro, no bairro Vila Nova. A obra vai beneficiar aproximadamente 200 famílias que residem na rua e nas vias adjacentes.

Segundo o coordenador da Subprefeitura, Aldo Felipe, no local não existia nenhum tipo de tubulação. “Com esta nova rede, os moradores das outras ruas também vão ser beneficiados com a diminuição do risco de alagamentos”, comentou.

A obra é executada em parceria entre a Prefeitura e a empresa MRV, que desenvolve condomínio residencial nas proximidades e está cedendo as máquinas para realização do serviço. 

“Todo o material, como tubos, cimento, saibro e areia é disponibilizado pela Subprefeitura”, disse Felipe.

Foto: Rogerio da Silva/Secom

Prefeitura de Joinville entrega CEI reformado e com mais vagas no Vila Nova

A oferta de matrículas nos Centros de Educação Infantil de Joinville (CEIs) chegará em 2016 a 21 mil vagas, o que representa mais que o dobro das 10.300 oferecidas em 2013. Neste ano de 2015, a Secretaria de Educação fechará o ano com a oferta de 18 mil vagas

A caminhada em busca dessa meta avançará mais um pouco nesta quinta-feira (8) com a inauguração da reforma e ampliação do CEI Sigelfrid Poffo, no bairro Vila Nova, onde foram investidos R$ 780 mil na troca da cobertura do prédio e do pátio, forro, revestimentos, pintura, troca de esquadrias de portas e janelas, nova instalação elétrica, revitalização dos espaços externos e ampliação de acessibilidade do estacionamento.

A reinauguração, com a presença do prefeito Udo Döhler, está marcada para as 9 horas. A unidade, criada em julho de 1989, está localizada na rua Alwin Passold, nº 7, onde o número de crianças matriculadas passará de 198 para 234, desde berçário e maternal até jardim, nas faixas etárias dos três meses a cinco anos incompletos.

Além da obra física, a unidade também recebeu climatização com instalação de aparelhos de ar condicionado em todas as salas em parceria entre a Prefeitura, que deu os aparelhos e instalações, e a Associação de Pais e Professores, que entrou com a mão-de-obra.

O secretário de Educação, Roque Mattei, explica que os investimentos na oferta de vagas da educação infantil atendem a três diretrizes: melhoria e ampliação da rede, construção de novas unidades e compra de vagas.
Ainda neste mês de outubro serão iniciadas as obras dos CEIs Zilda Arns Neumann (Parque Guarani) e Maria Laura Cardoso Eleotério (Ulysses Guimarães), que oferecerão mais 700 vagas.

Nessa política de investimento está prevista a entrega de mais seis unidades em 2016 nos bairros Jardim Iririú, Aventureiro, Vila Nova (2), Costa e Silva e Jarivatuba, num investimento de R$ 12 milhões e oferta de mais 1.800 vagas.

O forte investimento na educação infantil, segundo o secretário, está em sintonia com a nova determinação da política nacional de educação a partir de 2016, que torna obrigatória aos estados e municípios a oferta de vagas para crianças a partir dos quatro anos. 

Atualmente, a rede de CEIs de Joinville atende a oito mil crianças nesta faixa etária, das quais 600 em turno integral, modalidade que deve ser extinga a partir do próximo ano, mantendo somente o turno parcial.

Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogerio da Silva/Secom

Prefeitura encaminha à Câmara projeto de regularização de débitos com o Município

Pessoas físicas ou jurídicas que devem à Prefeitura de Joinville terão a oportunidade de zerar suas dívidas a partir do mês de outubro, com redução de juros e multa de mora. 

O Executivo encaminhou nesta segunda-feira (5) à Câmara de Vereadores projeto de lei complementar que institui o Programa Adimplir II, que promove a regularização de débitos junto à Fazenda Municipal. 

No ano passado, quando foi implantado o primeiro Programa Adimplir, a Prefeitura conseguiu recuperar R$ 5 milhões. Na proposta agora enviada à Câmara, com prazos maiores de adesão e pagamento, a Secretaria da Fazenda acredita que conseguirá recuperar valor maior. 

Ao contrário do ano passado, quando o prazo de adesão foi de duas semanas, agora a Prefeitura dará três meses aos devedores.

Sobre a redução de juros e multa de mora dos débitos fiscais, o secretário da Fazenda Nelson Corona afirma que não há qualquer renúncia de receita, porque que o valor do débito principal e da correção monetária estão mantidos. “Pelo contrário, haverá aporte de novos recursos ao erário municipal.”

O caput do projeto de lei explica que o programa visa a promover a regularização dos créditos inadimplidos junto à Secretaria da Fazenda, de natureza tributária ou não, abrangendo débitos de pessoas físicas ou jurídicas cujos fatos geradores tenham ocorrido até 31 de dezembro de 2012.

Na mensagem anexa ao projeto, o prefeito Udo Döhler destaca que, diferentemente do primeiro Programa Adimplir, o atual oferece três datas para pagamento do tributo em parcela única: 30 de outubro, 30 de novembro e 29 de dezembro.

Para pagamento até 30 de outubro de 2015 a redução será de 95% dos juros e multa de mora sobre dívidas cujos fatos geradores ocorreram até 31 de dezembro de 2009; ou 100% da multa de mora sobre dívidas cujos fatos geradores ocorreram entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

A segunda opção é para pagamento até 30 de novembro de 2015. A redução será de 90% dos juros e da multa de mora incidentes sobre dívidas geradas até 31 de dezembro de 2009; ou 95% da multa de mora incidente sobre dívidas geradas entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

A terceira opção é para pagamento até 29 de dezembro de 2015. A redução será de 85% dos juros e da multa de mora incidentes sobre dívidas geradas até 31 de dezembro de 2009; ou 90% da multa de mora incidente sobre dívidas geradas entre 1º de janeiro de 2010 e 31 de dezembro de 2012.

O Adimplir II também dá estímulo para a regularização dos chamados "contratos de gaveta" na aquisição imóvel até 31/12/12 por meio de simples instrumentos particulares de compra e venda sem o pagamento do Imposto Sobre a Transmissão de Bens Imóveis – ITBI.

Os que estiveram nessa situação poderão quitar o tributo com redução de 30% da base de cálculo, fazendo com que o adquirente (pessoa física) deixe de correr riscos jurídicos, por não realizar o registro no Cartório de Imóveis, somente possível com a comprovação do pagamento do referido imposto.

A diferença do atual Adimplir é que o percentual de redução da base de cálculo passou a ser de 30%, diferente da redução de 50% do Adimplir do ano passado.
Mesmo assim, segundo destaca o secretário da Fazenda, “trata-se de grande incentivo para os contribuintes regularizarem sua situação junto à Fazenda Municipal, estimulando não só o aumento da arrecadação, mas causando efeito multiplicador para a economia local, com a recuperação do crédito e da capacidade contributiva dos beneficiados”.

Corona lembra também que o momento atual de crise econômica e diminuição das receitas tributárias em decorrência da desaceleração da atividade econômica e principalmente dos repasses constitucionais do ICMS e FPM, o programa é importante instrumento para incremento de receita para fazer face às despesas públicas, em constante evolução.

Em relação à redução da base de cálculo do Imposto sobre a Transmissão de Bens Imóveis – ITBI, a mensagem à Câmara ressalta que a estimativa de impacto orçamentário-financeiro é apenas uma projeção, por não se conhecer o número de transações imobiliárias firmadas através de “contratos de gaveta”, e ainda que fossem conhecidas, não há como precisar quantos imóveis seriam objeto de regularização, com a efetiva transmissão da propriedade que é o fato gerador que motiva o lançamento do imposto.

segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Prefeitura de Joinville realiza consultas públicas para elaborar Plano Municipal de Segurança

A Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot) inicia no dia 8 de outubro uma série de 15 consultas públicas sobre segurança em Joinville. 


A intenção é colher subsídios para elaboração de um plano municipal que contemple ações estratégicas a partir da visão do poder público e da comunidade organizada sobre o tema.

Segundo o secretário da Seprot, Cesar Nedochetko, as consultas fazem parte da construção de plano e a participação comunitária é fundamental neste processo. 

“Queremos ouvir o que os segmentos da sociedade têm a contribuir com a questão da segurança em nossa cidade”, comentou.

Com esta ação a Seprot espera resultados práticos em médio e longo prazos. Entre eles, a integração das políticas públicas na área da segurança, a otimização de recursos, a participação comunitária nos processos e o aumento dos percentuais de resolutividade nos problemas que envolvem a segurança das pessoas.

Nas consultas, as discussões ocorrem por oficinas temáticas. “Cada segmento terá seu espaço para interagir de acordo com suas áreas de interesse”, diz Nedochetko. A composição dos grupos será realizada a partir de uma câmara intersetorial, com a participação de autoridades da área da segurança nas esferas federal, estadual e municipal.

Participam do grupo gestor, além das autoridades dos setores públicos, representantes da Associação dos Conselhos Comunitários de Segurança (Aconsegs).

A primeira consulta está marcada para o dia 8 de outubro, próxima quinta-feira, às 19h30, na Escola Municipal Professora Karin Barkemeyer, no bairro Vila Nova. Outras quatro consultas regionais também já estão programadas pela Seprot. As demais serão agendadas no decorrer dos trabalhos.

Por conta deste trabalho, o Conselho das Associações do Vila Nova – Cavin, já prepara discussões internas no bairro.

“Fizemos uma reunião prévia com representantes da Seprot e agora estamos multiplicando as informações junto às entidades organizadas do bairro para que participem da consulta no dia 8”, disse Elpídio Zimmermann, presidente do Cavin.

Calendário das 5 primeiras plenárias

Dia 08/10, 19h30 às 21 horas – Escola Municipal Karin Barkemeyer – Região do Vila Nova

Dia 14/10, 19h30 às 21 horas – Escola de Educação Básica Professor Antônia Alpaíde – Região do Nova Brasília, São Marcos e Morro do Meio

Dia 16/10, 19h30 às 21 horas – Escola de Educação Básica Olavo Bilac – Região de Pirabeiraba, Dona Francisca e Rio Bonito

Dia 20/10, 19h30 às 21 horas – Escola de Educação Básica Arnaldo Moreira Douat – Região do Costa e Silva

Dia 21/10, 19h30 às 21 horas – Escola de Educação Básica Plácido Olímpio de Oliveira – Região do Bom Retiro e Santo Antônio

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Caminhão tombado tumultua trânsito na rua XV nesta sexta-feira

Acidente ocorreu no início da manhã desta sexta-feira
Um caminhão tombado na pista da rua XV de Novembro, nas proximidades do viaduto com a BR 101, no Vila Nova, tumultuou o trânsito na manhã desta sexta-feira. O veículo trafegava sentido Vila Nova - Centro no início da manhã e na curva de acesso ao viaduto se perdeu e tombou. Não houve pessoas feridas com gravidade, apenas o motorista teve escoriações. 

O acidente levanta mais uma vez os questionamentos sobre passagem de caminhões que vêm da Rodovia do Arroz por dentro do bairro Vila Nova. Além de acelerar a deterioração do pavimento, o risco de acidentes é constante, colocando em jogo a vida e moradores.

Uma das sugestões é de que o fluxo de caminhões que se deslocam de Guaramirim para Joinville seja direcionado para a BR 101, pela Rodovia do Arroz, sem acessar o binário do Vila Nova.

Foto: Adilson Girardi

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Cinema no Sesc Comunidade recomeça em outubro

Programação CineSesc Out | Nov | Dez/15
Sesc Comunidade – Vila Nova
 Continuando a parceria com a unidade do Sesc Comunidade, o Sesc em Joinville traz uma programação de cinema especial até dezembro para o bairro Vila Nova, pelo Projeto CineSesc. 
Em outubro, os filmes selecionados destacam produções nacionais, incluindo longas e curtas-metragens catarinenses, inclusive da cidade de Joinville. Já nas duas sessões que acontecem em novembro, o destaque fica para duas comédias, uma produzida em Cuba e a outra na França, nos últimos cinco anos. Nos meses de outubro e novembro, as sessões acontecem a cada 15 dias. 
Em dezembro, a programação acontece entre os dias 7 e 11 e traz uma seleção de filmes de animação para a criançada entrar no ritmo das férias escolares. Os três primeiros filmes foram produzidos pelo renomado diretor japonês Hayao Miyazaki, conhecido pela produção de animes como o premiado A Viagem de Chihiro. As últimas sessões trazem o premiadíssimo longa-metragem nacional O menino e o mundo, de Alê Abreu, e Contos da Noite, do francês Michel Ocelot, os quais são indicados para todas as faixas etárias. 
As sessões acontecerão sempre às sextas-feiras, às 19h, conforme a programação abaixo, com entrada franca e disponibilidade de 40 lugares por sessão, sem a necessidade de retirada de ingressos.
O QUÊ: Programação CineSesc Out | Nov | Dez/15 - Sesc Comunidade Vila NovaQUANDO: de 02 de outubro a 11 de dezembro de 2015ONDE: Sesc Comunidade Vila Nova. Rua Alwin Pasold, s/n (nos fundos da Subprefeitura Regional Oeste) - Vila Nova – JoinvilleQUANTO: Gratuito (sujeito à lotação de 40 lugares por sessão)+ infos: 3434.6991
Confira as sinopses, convide seus filhos, parentes e amigos e venha desfrutar dessa programação de cinema especial de fim de ano!

OUTUBRO

02/10 (sex), às 19h
Sessão de Curtas-Metragens Catarinenses
Qual Queijo você quer?De Cíntia Domit Bittar. Brasil, 2011. 11’16. Drama. Classificação: Livre.
Sinopse: Margarete, uma senhora de idade, tem um súbito ataque de raiva quando seu marido, Afonso, pergunta se ela pode trazer um queijo da venda. O queijo torna-se a faísca para a discussão sobre como o casal conviveu por décadas, os planos que não realizaram e os sonhos que não viveram.
Cerveja FaladaDe Demétrio Panarotto, Guto Lima e Luiz Henrique Cudo. Brasil, 2010. 15 min. Documentário. Classificação: Livre.
Sinopse: Os personagens desse documentário são Rupprecht Loeffler e sua cervejaria, a Canoinhense. Um trabalho de resgate de parte da memória de um cidadão, que em 2010 completou 93 anos de idade. Sr. Loeffler atravessou e acompanhou as movimentações do século XX, mas conseguiu manter o tempo parado dentro de sua cervejaria. Uma vida dedicada a paixão pelo trabalho e a manutenção de uma tradição familiar.
Dona Bilica – Naquele TempoDe Renato Turnes. Brasil, 2012. 25 min. Documentário. Classificação: Livre.
Sinopse: Dona Bilica é uma personagem que representa a autêntica cultura açoriana do litoral catarinense. Vinte anos após sua criação a atriz Vanderléia Will vai ao encontro de antigos moradores da Ilha de Santa Catarina com o objetivo de recolher material para a montagem de um novo espetáculo. Naquele Tempo – o documentário – retrata o processo através do qual esses encontros se transformaram num espetáculo teatral que celebra a memória de uma cultura ameaçada de extinção.

16/10 (sex), às 19h
Filmes Joinvilenses
A infância de MoniqueDos irmãos Fábio e Fabrício Porto. Brasil, 2013. 74 min. Drama. Classificação: 16 anos.
Sinopse: Solange (Clarice Steil Siewert) é uma prostituta que doa sua filha Monique para um casal que vai morar nos EUA. Alguns anos depois, quando está tentando ir atrás dela, seu antigo namorado Maike (Samuel Kühn) reaparece, mas as coisas já não são como antes. “Infância de Monique” é a tentativa de encontro desses personagens, do que são e do que gostariam de ser.
Sob o céu de JoinvilleDe Rodrigo Falk Brum. Brasil, 2008. 15 min. Documentário. Classificação: Livre.
Sinopse: Inspirado em obras como Berlim – Sinfonia de uma Metrópole, Um Homem com uma Câmera e a trilogia Qatsi, o documentário curta-metragem Sob o Céu de Joinville apresenta o passar de um dia na cidade, através de momentos peculiares e triviais de seu cotidiano. Em linguagem que não segue os moldes do documentarismo comum, a narrativa se estabelece na relação entre a montagem cinematográfica e a música, com uma trilha sonora original e sem locução ou diálogos.

30/10 (sex), às 19h
Cara ou coroaDe Ugo Giorgetti. Brasil, 2014. 98 min. Drama. Classificação: 12 anos.Com Emilio de Mello, Julia Ianina, Geraldo Rodrigues, Otávio Augusto, Walmor Chagas.
Sinopse: São Paulo, inverno de 1971. João Pedro (Emílio de Mello) é um diretor de teatro que está bastante atarefado com os ensaios para uma nova peça. Nas folgas do trabalho ele recebe ocasionalmente a visita de um integrante do Partido Comunista, que não compreende as opções estéticas e políticas da peça, parcialmente financiada pelo partido. Paralelamente, Getúlio (Geraldo Rodrigues) e a namorada Lilian (Júlia Ianina), ambos idealistas, decidem colaborar com a resistência à ditadura militar, abrigando dois fugitivos. Eles decidem escondê-los na casa do avô (Walmor Chagas) de Lilian, um militar da reserva.


NOVEMBRO
 
13/11 (sex), às 19h
Juan dos Mortos 
(Juan De Los Muertos)De Alejandro Brugués. Cuba/Espanha, 2011. 92 min. Terror/Comédia. Classificação: 14 anos.Com Alexis Díaz de Villegas, Jorge Molina, Andrea Duro, Andros Perugorria
Sinopse: Juan (Alexis Díaz de Villegas) é um sujeito de 40 anos especializado na arte de não fazer nada. Um dia, se depara com uma misteriosa infecção que está transformando os habitantes de Havana em mortos vivos famintos. Juan, como um bom cubano, decide começar um negócio do lado do amigo Lazaro (Jorge Molina) para tirar vantagem da situação. Eles montam uma equipe especializada em assassinar zumbis com um preço acessível.

27/11 (sex), às 19h
As férias do Pequeno NicolauDe Laurent Tirard. França, 2014. 97 min. Comédia. Classificação: Livre.

Sinopse: O fim do ano chegou e a criançada sai de férias! O pequeno Nicolau e sua família caem na estrada rumo ao litoral. Na praia, Nicolau não perde tempo e logo faz novos amigos. Entre a praia, o hotel e a floresta, Nicolau e sua turma irão se aventurar nessas férias inesquecíveis.
  
DEZEMBRO

07/12 (sex), às 19h
Nausicaä do Vale do VentoDe Hayao Miyazaki. Japão, 1984. 116 min. Animação. Classificação: 12 anos.
Sinopse: Após os Sete Dias de Fogo, uma guerra que destruiu a civilização humana e a maior parte do ecossistema da Terra, surge uma floresta que exala gases venenosos. Apenas insetos e um ser conhecido como Ohmu vivem por lá. Nausicaä, filha do rei do Vale do Vento, tem o estranho poder de conseguir sentir o que a floresta sente e se vê obrigada a sair de uma jornada para tentar evitar outra guerra devastadora.

08/12 (sex), às 19h
Meu amigo TotoroDe Hayao Miyazaki. Japão, 1988. 88 min. Animação. Classificação: Livre.
Sinopse: Duas meninas se mudam com o pai para o interior do Japão, com o objetivo de ficar perto da mãe, que está internada em um hospital. Lá, elas viverão muitas aventuras ao lado de um simpático espírito protetor da floresta chamado Totoro, que vive em uma canforeira gigante.

09/12 (sex), às 19h
Princesa MononokeDe Hayao Miyazaki. Japão, 1997. 134 min. Animação. Classificação: 12 anos.

Sinopse: Após enfrentar um deus javali enfurecido, o príncipe Ashitaka é amaldiçoado com um mal que pode matá-lo. Para encontrar a cura, ele decide viajar para longe e acaba se envolvendo numa batalha entre os deuses animais da floresta e os moradores de uma vila de mineiros, que aos poucos estão acabando com a floresta.

10/11 (sex), às 19h
O menino e o mundoDe Alê Abreu. Brasil, 2014. Animação. 80 min. Classificação: Livre.
Sinopse: Sofrendo com a falta do pai, um menino deixa sua aldeia e descobre um mundo fantástico dominado por máquinas-bichos e estranhos seres. Uma inusitada animação que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança. Trilha sonora com a participação de Emicida, Naná Vasconcelos, Grupo GEM e Barbatuques.

11/12 (sex), às 19h
Contos da NoiteDe Michel Ocelot. França, 2011. 84 min. Animação. Classificação: Livre.
Sinopse: Todas as noites, uma menina, um menino, e um velho técnico se reúnem em um pequeno cinema. Embora o lugar pareça abandonado, ele é cheio de magia. Os três amigos pesquisam, inventam, desenham e se vestem como diversos personagens, a cada noite, encenam uma história, uma fantasia. Há bruxas e fadas, reis poderosos, lobisomens, belas e cruéis mulheres, catedrais e cabanas de palha, cidades de ouro e florestas escuras. Eles se sentem vivendo uma noite mágica em que tudo é possível.


Sesc Comunidade Vila NovaRua Alwin Pasold, s/n (nos fundos da Subprefeitura Regional Oeste)Vila Nova - Joinville+ infos: 3434.6991