circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Prefeitura autoriza o reajuste nas passagens de ônibus em Joinville


A Prefeitura de Joinville autorizou nesta segunda-feira, dia 29, com base no Decreto N 23.592, de 29 de dezembro de 2014, o reajuste das passagens de ônibus no município. O valor unitário da Passagem Única Integrada para aquisição antecipada ao embarque, por meio de cartões ou bilhetes, passa de R$ 3,00 para R$ 3,25 (8,3%). O valor de uma unidade da Passagem Unitária Embarcada, paga a bordo, passa de R$ 3,40 para R$ 3,70 (8,8%). 

O valor do reajuste das passagens de que trata este Decreto passa a vigorar a partir de 00:00 hora do dia 12 de janeiro de 2015.
As passagens adquiridas antecipadamente, em data anterior à vigência dos preços estabelecidos no presente Decreto, manterão a sua validade até terem a capacidade do cartão ou bilhete exauridas com o carregamento anterior à data de vigência do presente Decreto. 
 Os últimos reajustes
28 dez 2012: R$ 3,00 e R$ 3,35
02 jan 2013:  R$ 2,90 e R$ 3,30
13 jun 2013:  R$ 2,80 e R$ 3,20
30 dez 2013: R$ 3,00 e R$ 3,40
29 dez 2014: R$ 3,25 e R$ 3,70

sábado, 27 de dezembro de 2014

Chuva alaga ruas no Vila Nova nesta sexta



O temporal que caiu na tarde desta sexta-feira na cidade alagou algumas ruas do bairro Vila Nova. As principais ruas atingidas foram a Joaquim Girardi e a Servidão João Girardi. Nas fotos encaminhadas pelos moradores, as imagens mostram problemas de drenagem. 
A chuva intensa, que durou em torno de meia hora, atingiu também outras ruas da região, mas sem causar danos materiais.
Fotos de Adelmo Girardi e Iraci Eliete Arndt


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

BID aprova empréstimo para o Projeto Viva Cidade 2

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou nesta quarta-feira (17) o empréstimo de US$ 70 milhões para obras de macrodrenagem, pavimentação e revitalização ambiental. 

A contrapartida do município é de US$ 70 milhões e será compensada com obras de macrodrenagem do rio Mathias e de esgotamento sanitário das Bacias 8.1 e 9 (Zona Sul, correspondente a sub-bacia do rio Itaum-Açu).

Para conseguir o empréstimo a Prefeitura encaminhou ao Ministério do Planejamento a Carta Consulta do Projeto Viva Cidade 2 – Revitalização Ambiental e Urbana do Município de Joinville. No documento, que especifica as obras a serem realizadas e as condições de execução. 

O Projeto inclui os seguintes componentes: Redução dos Riscos de Inundações, a Melhoria da Qualidade Ambiental e o Fortalecimento Operacional do Município de Joinville.

No item Redução dos Riscos de Inundações estão previstas obras de macrodrenagem na sub-bacia do rio Itam-Açu e na bacia do rio Cachoeira e de microdrenagem e pavimentação de diversas ruas do bairro Vila Nova. 

De acordo com a diretora-executiva da Secretaria de Planejamento, Carla Cristina Pereira, os pontos específicos das obras de macrodrenagem e a das ruas a serem pavimentadas serão definidos com a elaboração do projetos executivos.

Na área de Melhoria da Qualidade Ambiental a principal obra elencada é a implantação do Parque Recreativo e de Lazer do Piraí. O equipamento, projetado para a região rural do Vila Nova, zona Oeste da cidade, tem por objetivo dar uma opção de lazer de baixo custo para a população joinvilense, principalmente no verão. 

“A proposta também é deslocar o grande contingente de visitantes e banhistas que utilizam áreas ambientalmente sensíveis, em vários rios do município”, disse Carla Pereira.

Audiência pública
No mês de novembro (dia 13), Joinville conheceu os projetos previstos no Projeto Viva Cidade 2. A audiência pública, realizada no Teatro Juarez Machado, contou com a presença de servidores públicos, representantes de entidades de classe e lideranças comunitárias.

Próximos passos
A Resolução 43/2001 do Senado estabelece limites para endividamento de estados, municípios e Distrito Federal.

Por isso, para obter empréstimo de organismos internacionais, como o BID, os governos estaduais e as prefeituras precisam da aprovação do Ministério da Fazenda e, posteriormente, do aval da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e do Plenário do Senado.

Com a aprovação do Senado, a Prefeitura poderá então formalizar o contrato junto ao BID e iniciar as obras conforme o cronograma pré-definido.

A previsão da Prefeitura para a aprovação do projeto é o primeiro trimestre de 2015.

Objetivo do Projeto Viva Cidade 2
Contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população, por meio de ações de mitigação de riscos de inundações, de ampliação do acesso aos serviços de saneamento, de preservação dos mananciais e para o aumento da capacidade operacional e de gestão do Município de Joinville.

Programação de Natal no Vila Nova será nesta sexta

A programação de Natal organizada pela Prefeitura de Joinville nos bairros sedes de subprefeituras na cidade chega ao Vila Nova nesta sexta-feira. O evento, preparado pela Subprefeitura Oeste, conta com apoio do Sesc e do Conselho das Associações do Vila Nova. Segundo a secretária Elenita de Souza haverá uma série de atividades para animar o público na festa. Estão previstas apresentações culturais, bandas, brincadeiras, distribuição de brinquedos e guloseimas e a chegada do Papai Noel. O Natal no Vila Nova começa às 19 horas, no ginásio do Sesc, rua Alvin Pasold, ao lado da Subprefeitura.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Vila Nova é o terceiro bairro com mais focos do mosquito da dengue em 2014

O ano de 2014 apresentou recordes no número de focos do mosquito Aedes aegypti em Joinville. O balanço dos 12 meses apresenta 230 casos. Em 2013 foram 95 casos e em 2013 o total ficou em 112 focos.
O Itaum é o bairro onde foi encontrado o maior número de casos neste ano de 2014, com 82 registros. Em seguida vêm os bairros Floresta com 69 e o Vila Nova com 24. Confira abaixo as estatísticas de 2014, por bairro.

A Vigilância Ambiental de Joinville está alertando a população da cidade sobre os riscos de proliferação do mosquito transmissor da dengue no período de verão.
A coordenadora Vanderli Oliveira explica que nesta época do ano as chuvas são mais intensas e muitas famílias saem da cidade, deixando ao ar livre recipientes que podem se transformar e incubadores do mosquito.

Nesta semana, só em uma casa no bairro Itaum, a fiscalização encontrou 41 focos do Aedes aegypti. O imóvel, que abriga uma unidade de reciclagem de materiais, foi notificado pela Vigilância Ambiental.

“A empresa foi embargada até que se tomem as providências para evitar a distribuição de materiais que possam contribuir para a proliferação dos focos do mosquito”, disse Vanderli.

Prevenção
A coordenação da Vigilância Ambiental reforça a importância dos moradores fazerem a sua parte para evitar a proliferação do mosquito da dengue. “O mosquito se reproduz em água limpa. Por isso são indispensáveis os cuidados para não deixar nada exposto às águas da chuva”, alertou.

Como colaborar para evitar a proliferação do mosquito da dengue:

- Não deixe recipientes que acumulam água ao ar livre.
- Limpe o recipiente antes de guardar, inclusive vasos de plantas. Os ovos do mosquito podem permanecer em ambiente seco durante um ano e quatro meses. O ovo pode eclodir ao entrar em contato com a água mesmo depois de todo esse tempo.
- Não deixe pneus expostos à chuva.
- Não deixe garrafas expostas à chuva.
- Pratos de vasos de plantas devem ter areia para não acumular água.
- Limpe as calhas.
- Lave plantas que acumulam água uma vez por semana.
- Limpe recipientes da água dos animais uma vez por semana.
- Tampe caixas d´água.
- Cubra lixos e materiais recicláveis.

Focos por bairros

Floresta (69), Costa e Silva (2), Vila Nova (24), Aventureiro (2), Itaum (82), Pirabeiraba (3), Profipo (7), Boehmerwaldt (1), Petrópolis (8), Jarivatuba (2), Rio Bonito (7), Anita Garibaldi (1), Zona Industrial (6), Santa Catarina (1), Zona Industrial Tupy (3), Nova Brasília (2), Glória (4), São Marcos (1), João Costa (1), Boa Vista (1), Bucarein (2), Iririu (1).
Total: 230 focos.

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Defesa Civil vai orientar banhistas em blitz no domingo (21)

Rio Piraí é um dos mais procurados por banhistas no verão
A Defesa Civil de Joinville realiza no próximo domingo, dia 21, uma blitz na região rural de Joinville. O objetivo da ação é de orientar os banhistas de fim de semana sobre os perigos dos banhos de rio e também distribuir material para a educação ambiental.

As blitze ocorrem em dois pontos, um na região do Piraí, em frente ao salão Jacob, bairro Vila Nova, a partir das 9 horas, e o outro no portal da Estrada Quiriri, em Pirabeiraba, no período da tarde.

Em encontro realizado nesta terça-feira, na Escola Municipal Padre Carlos, na região rural do bairro Vila Nova, representantes da Fundação 25 de Julho, Defesa Civil, Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot), Instituto Socioambiental Rio dos Peixes e voluntários, foram definidas as diretrizes da blitze e dos trabalhos de prevenção durante a temporada de verão.

“Nós vamos trabalhar em parceria com os demais setores para que tanto os banhistas e turistas como os moradores da região não sejam prejudicados com o movimento nos fins de semana”, disse o presidente da Fundação 25 de Julho, Valério Schiochet.

A Escola Padre Carlos, desativada há um ano, já serve de base para o Instituto Rio dos Peixes, entidade que tem como objetivo a preservação da bacia hidrográfica do Rio Piraí.

Na temporada de verão ficou definido que o local será a base para todas as ações. “Vamos montar uma estrutura de comunicação para poder atender com respostas rápidas todas as ocorrências”, disse o gerente da Defesa Civil Márnio Luiz Pereira.

“É preciso trabalhar com ações de prevenção e de educação ambiental, pois área rural tem uma riqueza ambiental que precisa ser preservada”, disse o gerente de Segurança da Seprot, Marcos Lombardi.

Em Pirabeiraba, a base já está implantada e tem como sede o portal de entrada da Estrada Quiriri. No local, que ficará aberto durante toda a temporada, também serão distribuídos materiais impressos para orientação dos banhistas e turistas que procuram os rios da região.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Fundação 25 de Julho fecha ano com saldo positivo

Festa da Banana foi um dos eventos com apoio da Fundação
A uma semana de encerrar as atividades de 2014, o balanço geral do ano na Fundação 25 de Julho é positivo. 

Na avaliação do presidente Valério Schiochet, esta constatação não é resultado apenas dos números de produtividade, mas principalmente do modelo de gestão adotado para beneficiar o produtor rural. 

“Penso que estamos no caminho projetado pelo governo municipal para a área, que é a de melhorar a condição de renda do agricultor”, disse.

Na área da gestão a Fundação 25 de Julho adotou um modelo inovador para utilização de oito escolas rurais desativadas. Em cada uma das unidades foi projetada uma estação temática. Na região de Pirabeiraba, três escolas deram lugar às estações da Flora, da Fauna e do Mel.

Na área rural do bairro Vila Nova outras quatro unidades foram transformadas nas estações do Arroz, da Banana, da Polenta e da Saúde. A última estação, a Social, foi instalada no bairro Nova Brasília.

“A proposta para estas estações é a de intensificar ações para potencializar a produção e as ações voltadas para cada tipo de cultura”, explicou Schiochet. 

Outra medida que veio ao encontro das necessidades dos produtores foi a aprovação da Lei 7.855, sancionada pelo prefeito Udo Döhler em setembro, que implanta o Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável. 

O programa permite que os pequenos agricultores que realizam ações de preservação ambiental possam acumular créditos e requisitar serviços do ente público, através da Fundação 25 de Julho. A proposta passa agora para a fase de regulamentação.

Festas 

A Fundação 25 de Julho também atuou no incentivo às tradições das comunidades rurais. O apoio ocorreu por meio das variadas festas onde os técnicos colaboraram com seminários técnicos e promoção cultural. 

Nesta área foram promovidas as festas do Colono, do Arroz, da Polenta, da Banana e como inovação que deu certo a Festa do Palmito.

Realizada pela primeira vez em 2014, a Festa do Palmito já tem calendário definido para 2015. “A segunda edição será nos dias 26, 28 e 29 de março, na Sociedade Rio da Prata”, disse Schiochet. A proposta para a segunda edição é melhorar a logística do evento, para evitar transtornos com filas e superlotação.

A Festa das Flores/2014, cujo tema foi a agricultura familiar, impulsionou também os trabalhos da Fundação no apoio aos produtores de flores.

Área técnica

Nos trabalhos da área técnica da Fundação, uma das iniciativas de destaque foi o estudo de alternativas para o controle do mosquito maruim, sob responsabilidade do biólogo Luiz Américo.

Para intensificar e dar suporte às pesquisas, a Fundação 25 de Julho vai construir um laboratório específico para este tipo de estudo. 

“Além disso, estamos criando o Núcleo de Pesquisa Aplicada, setor que vai funcionar na Fundação para se dedicar a este e outros temas relevantes para o meio agrícola da cidade”, disse o Valério Schiochet.

Na produção agrícola, técnicos da Fundação executam constante acompanhamento nas principais culturas da região. 

Entre as atividades desenvolvidas, os dias de campo temáticos servem para quantificar e qualificar a produção. Em 2014 foram realizados os dias de campo do arroz, do aipim e das palmáceas.

Centro de excelência

A área do planejamento foi uma das que avançaram no ano de 2014 na Fundação. 

Segundo o presidente Valério Schiochet, a proposta de criação de um condomínio envolvendo a Epagri e a Cidasc, entidades que ocupam espaços anexos aos da Fundação, tem como objetivo transformar o complexo em um centro de excelência em agricultura regional.

“Aliado à integração com as demais estruturas municipais, teremos condições de oferecer serviços de qualidade para o produtor rural”, garantiu.

Números

Na Central de Abastecimento de Joinville (Ceasa), os números apontam a comercialização de mais de 40 mil toneladas de alimentos. Nos boxes da Ceasa os produtores venderam em média 3,5 mil toneladas por mês. Nos programas Sacolão e Feira Livre foram comercializadas outras 400 toneladas de produtos.

Na área da piscicultura, o gerente de Infraestrutura da Fundação, Roberto Hoppe, explica que a produção de peixes estabilizou nos últimos anos.

“Por outro lado, o crescimento populacional, melhoria no poder aquisitivo e a busca por fonte proteica de melhor qualidade, aumentaram a demanda por produtos pesqueiros”, disse.

Em Joinville, são 254 piscicultores que em 201 hectares, na safra 2012/13, produziram 1.701 toneladas de peixes, sendo o segundo município que mais produziu no estado. 

Destas 1.701 toneladas, 810 foram produzidas por um grupo de 66 piscicultores tidos como profissionais, que têm na atividade importante fonte de renda, senão a principal.

A safra 2013/14, que iniciou em novembro e se estenderá até março/2015, deve fechar em 1.114 toneladas para estes piscicultores profissionais, representando um crescimento de 28% no último ano.

Nesta safra já foram entregues 150 mil alevinos de tilápia.

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Lista das prioridades de pavimentação elaborada pelo Cavin e Subprefeitura

No início deste ano de 2014 o Conselho das Associações do Vila Nova - Cavin procurou a Subprefeitura Oeste para sugerir a elaboração de critérios a escolha das ruas a serem pavimentadas no bairro. O objetivo era o de criar mecanismos para que a Prefeitura possa definir com justiça quais ruas realmente devem ser pavimentadas antes. 

No entendimento do Cavin, todas as ruas deveriam ser pavimentadas, assim como já ocorre em muitos bairros da cidade. Porém, sabe-se que não recursos para cobrir toda a malha viária do bairro. Por isso, se faz necessário escolher quais devem ser pavimentadas antes.

Nas assembleias mensais do Cavin, realizadas com ampla divulgação por meios impressos e eletrônicos, foram definidos estes critérios, em consenso com as lideranças do bairro (presidentes de associações, dirigentes de conselhos de saúde, segurança, representantes das escolas, igrejas, entre outros). 

Foram levados em consideração os seguintes itens: Ruas que servem e linhas de ônibus, ruas que fazem a ligação entre a XV e o binário, ruas que servem de acesso para algum equipamento público (escolas, CEIs, postos de saúde), idade da rua, e quantidade de pessoas que residem na rua. 

É importante lembrar que não basta a rua constar como prioridade. É preciso também que a via esteja com a drenagem executada, tenha rede de esgoto e ainda a adesão dos moradores para pagar a parcela do contribuinte. Caso um dos itens não seja contemplado, passa-se para a próxima rua da lista.

O que as lideranças do bairro esperam com esta listagem é que as decisões da Prefeitura não sejam feitas por critérios que não contemplem as reais necessidades do bairro. 

Segue abaixo a lista:

Linhas de ônibus:

- Catharina Baumer
- Eugênio Gudin
- Sebastião Jonck
- São Gabriel Arcanjo
- Waldemar Hesse
- Márcio Luckow
- João Sancho Moreira
- Heinz Zietz
- Alberto Miers
- Dos Suíços

Ligação com o binário

- Hermínia Penski
- Maria Santa Correa
- Carlos Guilherme Jerke
- Carlos Victor Hardt
- Professor Teodoro Boing
- Francisco Moser
- Marcos João Serafim
- Olívio Menestrina
- Benjamin Antônio Pegoretti
- Humorista Ari Leite

Acesso para equipamento comunitário

- Sérgio Geraldo Rieper
- Santa Marina
- Alberto Vinci

Idade da rua

- Amandus Penski
- Guilherme Kurtz
- Dante Nazato
- Alberto Felipi
- Comandante Karl Busch
- Hildo Novaes
- Renato Scheunemann
- Jacob Moser
- Rolf Brümer
- Alfredo Bachtold
- Pastor Lioeses Domiciano
- Otto Ganzemueller
- Gherard Barkemeyer
- Guilherme Zilmann
- Adolpho Kluver

Sugestão para pavimento com lajotas

- Augusto Eccel
- Alex Kricheldorf
- Paulino de Jesus
- Manoel Maurício Filho
- Ernesto Hantsch
- Affonso Lenzi
- São Vergílio
- São Gabriel Arcanjo
- N. Senhora do Carmo
- São Bento
- São Venâncio Fortunatto
- Tereza Wegner
- João Wohel
- Magdalena Tagliaferro
- Da Paz




segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Cepat divulga nesta segunda-feira novas vagas de emprego

O Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores de Joinville (Cepat) divulga nesta segunda-feira (8/12) 140 novas vagas de emprego para diferentes cargos. As oportunidades são para os sexos masculino e feminino. 


A lista completa do Cepat também relaciona as vagas já anunciadas, mas ainda não preenchidas, e as destinadas para pessoas com deficiência (assistente de vendas e auxiliar administrativo).

Os interessados devem ir até o Cepat, que fica na rua Abdon Batista, nº 342, perto do Mercado Público Municipal. O candidato deve apresentar Carteira de Trabalho, CPF, RG e CEP de seu endereço. O horário de atendimento é das 8 às 14 horas, com entrega de senhas até as 13h30.

Confira a relação completa de vagas de emprego no site da Prefeitura (https://www.joinville.sc.gov.br/conteudo/20-Cepat.html).

Fonte: Prefeitura de Joinville

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Prefeito vistoria obras da saúde e infraestrutura no Vila Nova

Regularização fundiária no Anaburgo

O prefeito Udo Döhler esteve em visita ao bairro Vila Nova nesta quarta-feira (3). Acompanhado do vice-prefeito Rodrigo Coelho e da secretária Elenita de Souza, da Subprefeitura Oeste, a comitiva também teve o acompanhamento do presidente do Conselho das Associações do Vila Nova (Cavin), Adilson Girardi. 

Um dos focos da visita foram as unidades de saúde do bairro. Ao passar pela Unidade Vila Nova sede, Döhler ficou insatisfeito com o andamento das obras e solicitou uma reunião com os gestores da saúde e o empreiteiro da obra, para cobrar agilidade e poder entregar a unidade o quanto antes para a comunidade. 

Visita a obras na igreja católica Medianeira
Outra pauta no bairro foi no terreno localizado ao lado da Escola Municipal Karin Barkemeyer, onde será construído o Mais Cultura, equipamento que vem sendo planejado e discutido desde o ano de 2009 pelas lideranças do bairro e pela Prefeitura. 

No local a intenção é construir uma pista de skate com o apoio de empresários locais. A visita no imóvel foi acompanhada pelo presidente da Câmara de Vereadores, João Carlos Gonçalves, pelo presidente do Conselho de Segurança do bairro, Antônio Batista e pelo presidente da Associação dos Skatistas de Joinville, Juliano. 

Em seguida o prefeito seguiu para a região do Anaburgo, passando pela Unidade de Saúde local e depois pela escola. 

Vistoria nas obras da Unidade de Saúde Vila Nova sede
O encontro na região do Anaburgo foi solicitado pelo Cavin, para mostrar ao prefeito a região de casas que precisa de regularização fundiária, o terreno onde será construída a área de lazer e as obras de infraestrutura ao longo do acostamento da estrada.

Fotos: Jaksson Zanco/Secom


Câmeras flagram tentativa de roubo em loja no Vila Nova

Dois assaltantes tentaram arrombar uma loja localizada na rua XV de Novembro, no bairro Vila Nova. Os dois foram flagrados pelas câmeras de segurança do estabelecimento e as imagens foram divulgadas nesta quinta-feira (4) nas redes sociais. Os marginais só não conseguiram completar o roubo por causa da trava de segurança instalada na loja, que dificultou a ação. Um dos proprietários da loja diz que vai encaminhar as imagens para as polícias Civil e Militar para que os bandidos sejam identificados e responsabilizados pelo ato. Conforme as imagens divulgadas, a tentativa de roubo ocorreu na madrugada desta quinta-feira, dia 4, por volta das 3 horas. 

Foto: Divulgação

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Carnês do IPTU 2015 de Joinville começam a ser distribuídos


A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos começa a entregar nesta terça-feira (2) os carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Joinville de 2015. Impressos em gráfica do Rio de Janeiro, os carnês chegaram nesta segunda-feira (1º). São 210,6 mil carnês que devem chegar às mãos dos proprietários dos imóveis durante o mês de dezembro.
O valor de IPTU lançado soma R$ 153,5 milhões. Como nos anos anteriores, os contribuintes poderão optar por pagamento à vista com desconto ou parcelado em 10 meses. Os interessados em pagar à vista poderão ter desconto de 10%, se pagar até o dia 7 de janeiro. Caso o pagamento seja feito até o dia 13 de fevereiro, o desconto será de 8%. Quem optar pelo parcelamento, pagará a primeira parcela no dia 7 de janeiro, terminando a décima parcela em outubro.
Os proprietários que tiverem alguma dúvida quanto ao valor lançado poderão pedir revisão no posto de atendimento do IPTU, que é montado todo ano no Centreventos Cau Hansen, ou então em uma das oito Subprefeituras.
Este ano, os trabalhos no Centreventos funcionará a partir do dia 5 de janeiro, das 8 às 18 horas. “É importante lembrar que esse tipo de atendimento não será possível no prédio central da Prefeitura”, enfatiza o diretor executivo da Secretaria da Fazenda, Roberto Winter.
O IPTU 2015 de Joinville está sendo corrigido em 6,59%, que é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para os últimos 12 meses. Alguns carnês, porém, podem ser corrigidos para mais ou para menos nos casos em que ocorreu alteração cadastral do imóvel. “Os casos mais comuns são as mudanças de uso do imóvel, de residencial para comercial, ou de tamanho, quando há ampliação ou demolição”, explica Winter. Todas as alterações cadastrais estarão descritas na página 2 do carnê.
O diretor da Secretaria da Fazenda informou também que o pagamento poderá ser feito exclusivamente nas agências da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Coopercred ou em qualquer agência lotérica.
Fonte: Prefeitura de Joinville

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Escola Bernardo Tank completa 44 anos

Alunos da escola com uma das professoras e o diretor 
A simpática escola municipal Professor Bernardo Tank completa 44 anos neste dia 1º de dezembro. Criada em 1970 pelo então prefeito Harald Karmann, contava com quatro salas e um reduzido número de alunos. 

Hoje, depois de mais de quatro décadas de atuação, a escola tem 306 alunos matriculados do primeiro ao quinto ano e 35 profissionais que dedicam seu trabalho para garantir uma educação de qualidade para as crianças do Vila Nova. 

Para marcar a data, uma série de atividades e comemorações foram desenvolvidas neste dia. Os alunos fizeram cartazes, quadros, pinturas, homenagens cívicas e, nos intervalos matutino e vespertino, se deliciaram com um bolo de chocolate preparado especialmente para o aniversário.

O atual diretor, professor Délcio Joel Berteli, que também é morador do bairro Vila Nova, lembra que a proposta pedagógica da escola é resgatar a participação efetiva das famílias na vida escolar de suas crianças, pois para pensar em educação de qualidade é preciso uma interação entre escola e família.

As diversas atividades pedagógicas desenvolvidas na escola contam com a participação da direção, de coordenador pedagógico, dos professores, funcionários e também a Associação de Pais e Professores (APP). Os projetos são na área ambiental, educação fiscal, leitura e ciência, através do Jovem Cientista.

A a escola já está se expandindo. A Prefeitura está construindo mais 9 salas de aula e a partir do próximo ano a unidade vai começar a atender também do sexto ao nono ano, gradativamente. 

Professor Bernardo Tank

O professor Bernardo Guilherme Tank nasceu em 4 de junho de 1893, na Estrada Blumenau, região rural do bairro Vila Nova. Teve três filhos: Elvira, Walter e Amandos. Durante 29 anos foi professor na escola mista da Estrada Blumenau. 

O blog Circulando na Vila e o Jornal Notícias da Vila parabenizam a escola pelo seu aniversário, através de seu diretor, professores, funcionário e alunos. Parabéns!