circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

terça-feira, 22 de julho de 2014

Conselho do Vila Nova leva pedidos ao prefeito

Comunidade do Anaburgo participou da reunião 
Moradores do bairro Vila Nova que residem ao longo da Estrada Anaburgo tiveram sinalização favorável do prefeito Udo Döhler nesta terça-feira (22) para a solução de alguns problemas relacionados à ocupação do solo e mobilidade. O de maior alcance é a regularização fundiária de 200 famílias que construíram suas casas há mais de 30 anos em área particular, porém não possuem escrituras dos terrenos, apenas contratos de compra e venda.

Os problemas foram apresentados ao prefeito, em audiência, por representantes da comunidade e do Conselho de Associações do Vila Nova (Cavin). Participaram também os secretários municipais Romualdo França (Infraestrutura) e Elenita Souza (Subprefeitura Oeste).
A regularização fundiária, que visa à concessão de título de posse às famílias, será encaminhada por meio do Programa Lar Legal que atuará como facilitador na busca de documentos. No mesmo encaminhamento, o prefeito determinou à Fundação Ippuj (Planejamento) a retomada do processo de denominação das ruas dessa área ocupada, tendo em vista que todos os imóveis já dispõem de serviço de água e luz. “Podemos considerar esse problema resolvido”, disse o prefeito.
Outros pedidos do Conselho da Vila Nova, também encaminhados na audiência, são a implantação de área de lazer no entorno dos loteamentos Norberto Baumer 1 e 2, melhoramento do acostamento da Estrada Anaburgo próximo à escola para dar maior segurança às crianças, melhoria no estacionamento da escola Anaburgo e dar mais segurança ao acesso à Rua dos Suíços pela Rodovia do Arroz (ação que a Prefeitura vai encaminhar ao Deinfra). 
No final da reunião ficou estabelecido um prazo de 60 dias para o Cavin ter nova audiência com o prefeito para avaliação da solução dos pedidos.
Fonte: Prefeitura de Joinville / Foto Jaksson Zanco/Secom

No mês do agricultor, Fundação 25 de Julho promove ações para valorizar meio rural

Festa do Colono será realizada na Sociedade Rio da Prata
Julho é especial para a comunidade rural de Joinville.  Mês do agricultor, da Festa do Colono e do aniversário da Fundação 25 de Julho, que vem realizado uma série de atividades voltadas à vida no campo.  Entre as ações, destaques para o 19º Encontro da Mulher Rural, realizado no início do mês, a Feira de Mudas de Árvores Frutíferas e Ornamentais promovida no sábado (19), o aniversário da Fundação 25 de Julho no dia 25 e a tradicional Festa do Colono, que movimenta Pirabeiraba e região nos dias 25, 26 e 27 na Sociedade Rio da Prata e a Sociedade Piraí no primeiro fim de semana de agosto.
A programação voltada ao meio rural avança no mês de agosto. Na primeira semana, dias 7 e 8, ocorre o 3º Workshop Catarinense de Indicação Geográfica, evento organizado pela Univille, Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação 25 de Julho e Ajorpeme. Dias 6 a 10 de agosto o Joinville Garten Shopping sedia a 2ª Mostra de Produtos Tradicionais do Vale Europeu e Caminho dos Príncipes. Ainda em agosto, no primeiro fim de semana, dias 9 e 10, a Sociedade Piraí, no bairro Vila Nova, promove a Festa do Colono.
Na 52ª Festa do Colono do Rio da Prata as atrações começam dia 25, com abertura às 19 horas seguida de jantar, campeonato de tiro rural, apresentação de grupo folclórico e baile. No sábado, às 21 horas, é realizada a eleição e coroação da rainha da festa, apresentação de mais grupos folclóricos e baile com a banda Os Montanari. Domingo a festa começa com a tradicional maratona da banana, às 10 horas, desfile alegórico, almoço com pratos típicos e tarde-dançante, que termina com a colheita dos produtos no salão de eventos.
Aniversário da Fundação
Criada em julho de 1966 pelo então prefeito Nilson Bender, a Fundação 25 de Julho comemora nesta sexta-feira (25) 48 anos de atividades. A unidade tem por objetivo auxiliar o desenvolvimento do agricultor e sua família através da extensão rural, além de elaborar ações para garantir alternativas e capacidade produtiva, de gestão para melhoria de condições de vida, preservação do meio ambiente e organização social do agricultor.

Com a reestruturação da instituição, em 1992, seu objetivo foi reformulado, sendo este coordenar e executar atividades de ensino e capacitação agrícola, assistência técnica e extensão, prestação de serviços, fomento, pesquisa e abastecimento, dentro de uma visão integrada, visando o desenvolvimento rural sustentável.

Para marcar a data a Fundação promove um almoço festivo para seus funcionários. “Adotamos uma política de valorização do produtor rural e os servidores participam deste processo de inovação”, disse o presidente da Fundação, Valério Schiochet.
A sede da Fundação 25 de Julho está localizada na Rodovia SC 301, Km 0, em Pirabeiraba.

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Fundação 25 de Julho promove feira de mudas neste sábado



A Fundação 25 de Julho promove neste sábado (19) mais uma edição da já tradicional Feira de Mudas Frutíferas e Ornamentais. O evento será realizado das 9 às 16 horas no pátio da Central de Abastecimento – Ceasa, localizada na rua dos Bororós, 2.415, Distrito Industrial Norte.  Além das árvores, haverá também café colonial e oferta de produtos da Associação Joinvilense de Agroindústrias Artesanais Rurais – Ajaar. 

Segundo o presidente da Fundação, Valério Schiochet, a proposta da feira, além de disponibilizar grande variedade de mudas frutíferas e ornamentais, é incentivar a agricultura familiar e promover o espaço da Ceasa como um local para divulgação das diversas culturas agrícolas do município. “É interesse do governo fomentar a produção de alimentos através dos pequenos produtores rurais”, afirmou.

Para sábado, a organização da feira espera grande público. “Teremos em média 15 expositores que vão comercializar grande variedade tanto na área das frutas como para jardim”, adianta a servidora Sirley Goedert, da Central de Abastecimento.  A feira ocorre mesmo com chuva, pois a estrutura do Ceasa disponibiliza também espaços cobertos para o evento. 

Variedade e preço

A Feira de Mudas  é uma oportunidade tanto para quem tem espaço no quintal para o cultivo de árvores como para quem quer incrementar o layout do jardim. Entre as variedades ofertadas, será possível adquirir mudas de laranja, tangerina e limão a R$ 7. Pessegueiros, ameixas, uvas e figos custam R$ 6. Por R$ 5  o visitante poderá levar mudas de abacate, acerola, carambola, cereja, gabiroba, goiaba, maracujá, entre outros.  Para quem tem pressa em colher os frutos e quiser levar uma jabuticabeira de maior porte, também terá oportunidade desembolsando R$  40. 

Na área da jardinagem os produtores oferecem mudas de flores  com preços acessíveis. Acácias, Alamanda, azaleia, camélia, hibisco, ipê, hortênsia e palmeira real podem ser adquiridos por R$ 5. As mudas de rosas saem por R$ 6. Entre as ornamentais, aroeiras e canela sombra custam R$ 5.

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Nova ponte na Estrada Salto II, no bairro Vila Nova



A Prefeitura de Joinville, por meio da Unidade de Obras e da Subprefeitura da Região Oeste, está instalando galerias duplas de concreto no Ribeirão Margarida, na Estrada Salto II, área rural do bairro Vila Nova. A nova estrutura vai substituir antigo pontilhão de madeira, ampliando a capacidade de vazão do ribeirão e melhorando a segurança.

A Estrada do Salto II concentra praticamente o que poderia ser chamado de núcleo empresarial da região rural. São 18 propriedades que geram mais de 100 empregos diretos e outra centena de indiretos. “Além de melhorar a segurança, a nova ponte é garantia de escoamento da produção agrícola da região”, acrescentou a secretária da Subprefeitura da Região Oeste, Elenita Ramos de Souza.

Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogério da Silva

domingo, 6 de julho de 2014

Público estimado em 5 mil pessoas prestigia Aniversário do Vila Nova

Foi um fim de semana de festa no bairro Vila Nova. Aproximadamente 5 mil pessoas passaram pelo ginásio do Sesc nos dois dias de atividades comemorativas. No sábado as crianças puderam brincar na rua com o Felej na Comunidade, que esteve no bairro das 14 às 17 horas. No domingo, o dia começou com o desfile pelas ruas. O evento contou com a presença de ciclistas com bicicletas antigas, motoqueiros, escoteiros, carros antigos, tratores das comunidades rurais e veículos em geral. A passeata despertou os moradores para a festa. 

Às 10 horas a Banda do 62º Batalhão de Infantaria deu a largada às atividades culturais com o Hino Nacional e um variado repertório, que animou o público. Depois disso as escolas do bairro realizaram as apresentações culturais, com enfoque nas festas regionais. O maestro José Mello, que produziu a música do hino do bairro e o compositou Rafi Dias, que fez a letra,  foram homenageados.

No intervalo do almoço a gastronomia oferecida agradou os participantes. O público saboreou os pratos típicos da região, como a polenta, o aipim frito, risoto, churrasco, espetinhos, minipizzas, além de grande variedade de bolos e doces. "O bairro está de parabéns pela grande festa realizada", disse o deputado estadual Carlos Chiodini, que prestigiou o evento.

O período da tarde foi de grande público, que assistiu a apresentações culturais. Vários grupos participaram, entre eles a ginástica ritmica de Joinville, os bandoneonistas, coral Cavalieri Cantanti, coral de italianos da comunidade Santo Antônio, grupos de Hip Hop, caratê, dança japonesa, alunos do Jardim Espaço da Criança. Em sala separada, o público mirim prestigiava os games eletrônicos promovidos pela Cetelbrás. 

Veja AQUI as fotos do evento.




quarta-feira, 2 de julho de 2014

Segurança: primeiro lote destina 3 câmeras de monitoramento para o Vila Nova



O governador Raimundo Colombo e o prefeito de Joinville, Udo Döhler assinaram, nesta terça-feira, 1º,  convênio para a implantação de 200 câmeras digitais de videomonitoramento urbano. Os equipamentos serão entregues em quatro lotes. O primeiro vai disponibilizar a instalação de 50 equipamentos em até 120 dias, e vai atender 19 bairros, com o investimento de R$ 800 mil. O ato de assinatura foi realizado durante a posse da Associação Comercial e Industrial de Joinville – Acij.

Para o bairro Vila Nova foram destinadas três câmeras, que estão incluídas no pacote com os primeiros 50 equipamentos. Os locais de instalação são, de acordo com a Secretaria de Segurança, a rua XV de Novembro no cruzamento coma Rodovia do Arroz, XV de Novembro com rua Paulo Schneider e rua dos Suíços com Paulo Schneider. 


terça-feira, 1 de julho de 2014

Moradores fecham rua no Vila Nova por falta de asfalto

Rua Maria Santa Correa é importante ligação com binário
Moradores da rua Maria Santa Correa, no bairro Vila Nova, fecharam a rua em dois pontos no início da noite desta segunda-feira. Eles reclamam da falta de manutenção da rua, que depois da inauguração do binário se transformou numa das principais ligações entre a XV de Novembro e a São Firmino. Com pedaços de madeira, caixas de papelão e faixas pedindo pavimentação a rua permanecia interditada no início da tarde desta terça-feira. 

Por ocasião da inauguração do binário, o Conselho das Associações do Vila Nova, em assembleia geral, deliberou com as lideranças do bairro as prioridades para pavimentação de ruas. "Em primeiro lugar ficaram justamente as ruas que fazem a ligação da XV com o binário", disse Elpídio Zimmermann, vice-presidente do Cavin. A lista com as prioridades foi entregue na Prefeitura e nela constam as sete ruas que ligam com o binário e as que servem de passagem de ônibus como as primeiras a receberem a pavimentação.

De acordo com informação da secretária Elenita de Souza, da Subprefeitura Oeste, para moradores da Associação do Alto da Rua XV, os processos para pavimentação asfáltica e com lajotas aguardam definição de processo licitatório para definir as empresas que vão executar as obras. 

Aniversário do bairro Vila Nova no próximo domingo



No dia 6 de julho o bairro Vila Nova comemora 148 anos de fundação. Em Joinville, raros são os bairros que ultrapassam uma centena de anos. Com aproximadamente 25 mil habitantes, é um dos dois únicos bairros (o outro é Pirabeiraba) que comemora o aniversário.

Numa iniciativa do Conselho das Associações do Vila Nova – CAVIN, da Subprefeitura Oeste e do Sesc Vila Nova, a festa de aniversário chega em sua segunda edição. A primeira, realizada no ano passado, teve a participação massiva da comunidade organizada da região. Marcaram presença mais de três mil pessoas. O evento teve a valiosa parceria da Subprefeitura Oeste e do Sesc Comunidade.

Para este ano, a festa promete novidades. O grupo gestor que organiza o evento pretende trazer para o complexo do Sesc uma versão simplificada de todas as festas da região. A proposta é apresentar para os visitantes a cultura, as tradições, os costumes, a gastronomia, as famílias e a solidariedade do Vila Nova.

Cada uma das festas do bairro (do Arroz, da Banana, do Colono, da Polenta e o Bandoneonfest) será representada através da gastronomia e das apresentações culturais de cada comunidade que as organiza. Cada uma das escolas urbanas do bairro escolheu uma das festas para utilizar como tema para suas apresentações.

Na abertura das comemorações, no domingo pela manhã, haverá uma passeata com bicicletas, carros, caminhões decorados pelas comunidades. À frente da comitiva irá o grupo dos Amantes das Bicicletas Antigas (ABA), seguido por todos os que quiserem desfilar também com suas bicicletas. Ao final do trajeto, com ponto de chegada no Sesc, o evento será oficialmente aberto com apresentações da banda de música do 62º BI e das crianças das escolas.

Mais do que uma simples festa, a comemoração do aniversário é uma ação para valorizar o bairro. Valorização que traz reconhecimento e respeito político e econômico. Vamos prestigiar!

Programação

- Desfile com bicicletas, carros antigos, máquinas agrícolas e carros.
- Abertura com Banda do 62º BI
- Apresentações culturais das escolas
- Exposição de bicicletas antigas
- Exposição de carros antigos
- Exposição dos escoteiros do Vila Nova
- Feira de artesanato
- Show de aeromodelismo
- Apresentação de grupo de Circo
- Banda Gospel
- Grupo de Dança Tradicional do Cristo Rei
- Apresentação de Hip Hop
- Apresentação de Free Step
- Apresentação de Caratê
- Coral Italiano
- Grupo de Dança Japonesa
- Atendimento do Ônibus da Assistência Social
- Atendimento pelo Sesc nas áreas de odontologia, oftalmologia e medição de pressão
- Pintura artística para crianças
- Teatro interativo com Cetelbrás
- Exposição Piraí – Instituto Rio dos Peixes
- Gastronomia das Festas do Arroz, Banana, Colono e Polenta.
- Barracas de alimentação das Associações de Moradores (Mini pizzas,  pastéis, doces, churrasco, espetinhos de carne, etc).

Mais informações e contato com imprensa:

Adilson Girardi – Presidente do Conselho das Associações do Vila Nova – Cavin
9146-4664 / 9958-3211 / adilson.girardi@terra.com.br