circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Acidente em cruzamento com o binário do Vila Nova

Acidente ocorreu na rua Marquês de Maricá com o binário
Mais um acidente entre veículos foi registrado na tarde desta quarta-feira em rua que cruza o binário do Vila Nova. Desta vez foi na rua Marquês de Maricá com São Firmino. Um Fiat Uno que vinha pela Marquês de Maricá não observou a parada obrigatória e acabou atravessando e foi atingido por outro veículo que vinha sentido bairro-centro. No Uno havia três mulheres, uma delas grávida, que não tiveram ferimentos. Mesmo assim, o Samu foi acionado e esteve no local para observar as vítimas, principalmente a gestante, que estava bastante assustada com o acidente. 

A preocupação do Conselho das Associações do Vila Nova - CAVIN agora é com a imprudência dos motoristas que trafegam pelo binário e ruas laterais. Por isso, no dia 8 de maio, data da assembleia do conselho, será apresentada proposta de campanha para conscientização dos motoristas. 

Oficina de Gastronomia abre programação da Festa do Arroz

Algumas delícias da culinária à base do arroz foram preparadas nesta quarta-feira na Oficina Gastronômica, realizada no Centro de Treinamento da Epagri (Cetreville), em Pirabeiraba. O evento dá início à programação da 18ª Festa do Arroz, que ocorre nos dias 8, 10 e 11 de maio de 2014, no Salão de Festas da Igreja Cristo Rei, Rodovia do Arroz, Comunidade Cristo Rei, no bairro Vila Nova.

A professora Ana Lúcia Ribeira, chefe de treinamento da Epagri, explica que a proposta da oficina é a de ensinar e aperfeiçoar técnicas de manejo e preparo de pratos à base de arroz. “Algumas destas receitas serão elaboradas para serem servidas na festa”, revela. Na cozinha do Cetreville, 21 aprendizes dividem tarefas na elaboração paralela de várias receitas.

Com a orientação de Ana Lúcia, aos poucos os principais pratos começam a ser encaminhados. O cardápio é variado: crepe, bolos, risoto, rocambole, arroz tropical, arroz com banana, arroz sete camadas, escondidinho de arroz, entre outros, num total de 12 variedades.

Na programação da festa, o dia 8 de maio está reservado para o 19º Seminário Municipal do Arroz. Com início previsto para as 18 horas o seminário terá palestra sobre manejo de plantas daninhas nas lavouras e sobre efeitos do agrotóxico no organismo e leptospirose. 
 
Foto: Rogério da Silva / Secom
 
 

segunda-feira, 28 de abril de 2014

AMARXV faz reivindicações à Subprefeitura

Pintura de faixas de pedestres foi um dos temas da reunião
Em reunião realizada na noite desta segunda-feira, na escola municipal Bernardo Tank, no Vila Nova, os integrantes da Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, fizeram uma série de reivindicações para a secretária Elenita de Souza, da Subprefeitura Oeste. Os temas mais mencionados pelos moradores foram as melhorias nas obras do binário, a pavimentação e as mudanças nos pontos de ônibus das linhas que circulam no bairro. 

O primeiro tópico da reunião foi em relação às faixas de pedestres na rua XV de Novembro. Os moradores elogiaram a sinalização já colocada ao longo das ruas São Firmino e Leopoldo Beninca, mas cobraram a mesma ação ao longo da rua XV de Novembro. A secretária informou que está prevista a revitalização completa da rua XV, com prazo até do final do ano de 2014. O presidente do Cavin, Adilson Girardi, cobrou para agora a colocação de faixas de pedestres na região do posto do Banco do Brasil, em frente à loja Versátil e ainda em frente à Panificadora XV (local que a secretária informou já existir pedido formalizado). 

O presidente da AMARXV, Sérgio Kopsch, solicitou atenção para a manutenção da iluminação pública no trecho urbano da Rodovia do Arroz. Além disso, solicitou prazo para a instalação da iluminação no binário. A informação da Prefeitura é de que o processo de contratação de empresa está em fase de licitação. Já a pavimentação, outro pedido generalizado dos moradores, aguarda credenciamento das empresas. Elenita disse que espera para este ano a liberação para pavimentar algumas ruas. Entre as prioritárias, foram citadas a Catharina Baumer, Eugênio Gudin, que servem linhas de ônibus, a Hermínia Penski, que faz ligação com o binário.

Também foram citados na reunião, como itens que preocupam os moradores, a necessidade de rever as mudanças dos pontos de ônibus depois da inauguração do binário. Além disso, a comunidade está preocupada com a possibilidade de instalação de mais uma unidade de prédios do programa Minha Casa Minha Vida sem que haja infraestrutura adequada para mais moradias, como escolas, CEIs e postos de saúde. "Se estão pensando em trazer mais blocos de apartamentos para o bairro nós vamos protestar de todas as formas", disse Sérgio Kopsch. A secretária ficou de verificar a veracidade das informações junto aos setores técnicos da Prefeitura.

No final do encontro, o presidente convidou os moradores a participarem do mutirão para limpeza da Praça Catharina Baumer, que vai ocorrer durante o dia de quinta-feira, feriado do Dia do Trabalho. 

Agentes de Saúde iniciam visitas para atualizar fila de espera

A Secretaria da Saúde iniciou nesta segunda-feira as visitas domiciliares para atualizar a lista de espera na saúde em Joinville. Atualmente 109 mil pessoas estão no cadastro.
 
O trabalho começou pelas unidades de Pirabeiraba e Centro e vai se estender para toda a rede municipal no decorrer da semana. A expectativa é de concluir o recadastramento em pelo menos dois meses. O objetivo do trabalho é disponibilizar uma listagem real da quantidade de pessoas que aguardam consultas, exames e procedimentos cirúrgicos na rede municipal de saúde. Participam do processo 530 agentes comunitários de saúde.
 “As ações serão realizadas em três procedimentos”, disse Vanessa Cardoso Pacheco, coordenadora dos agentes de saúde. No primeiro, os agentes trabalharão exclusivamente em suas microáreas. Na segunda fase, alguns serão remanejados para dar apoio em outras microáreas e na terceira ação serão montadas equipes de agentes para atuar em Unidades Básicas de Saúde onde não existem agentes comunitários, como as dos bairros Floresta, Bucarein, Aventureiro 1, Saguaçu, Jardim Iririú e Comasa.
 Nas visitas, os agentes de saúde procuram saber da situação atual de cada morador. “Às vezes o paciente não precisa mais do atendimento ou já buscou o serviço na rede particular”, exemplifica Flávia Wanda Marthi , coordenadora da Regional Centro de saúde, que abrange as unidades dos bairros São Marcos, Nova Brasília e Morro do Meio.
 
Ao final de cada visita, o agente irá elaborar duas fichas de confirmação de dados. Uma será enviada para o Setor de Regulação da Secretaria da Saúde e outra servirá de base para atualização do prontuário do paciente. Os agentes estarão trajados com o colete e identificação.

 Passo a passo

1) Ao chegar na residência, o agente esclarece o objetivo da visita
2) Atualiza dados como nome, data nascimento, endereço, RG, Cartão SUS
3) Informa ao usuário para quais atendimentos está aguardando na fila
4) Avalia a necessidade de continuar na fila
5) Usuário confere dados e assina a ficha de visita
6) Fichas são entregues pelo agente na Regional de Saúde


Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogério da Silva / Secom

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Índios guaranis apresentam arte e cultura em escola agrícola de Pirabeiraba

Um pouco da cultura e das tradições da tribo Guarani M’bya foi apresentada na manhã desta quinta-feira para os alunos da Escola Agrícola Carlos Heins Funke, em Pirabeiraba. Um grupo de crianças, adolescentes e jovens formado por 20 integrantes da aldeia localizada em Guaramirm cantou, dançou o mostrou o artesanato produzido pela tribo. A ação faz parte das atividades programadas para a Semana do Índio.

Entre as coreografias apresentadas, músicas que homenageavam as lutas dos povos primitivos e danças para pedir saúde e força para as crianças indígenas. Sob os olhares atentos dos mais de 150 alunos da escola, os pequenos índios aos poucos foram conquistando a simpatia da plateia. Na terceira apresentação, após convite da diretora da escola, um grupo de alunos entrou na dança e os momentos foram de descontração e integração.
A programação alusiva à Semana do Índio segue com pescaria de grupos indígenas na lagoa da Fundação 25 de Julho, na manhã deste sábado (26) e novas apresentações nos dias 29 e 30 de maio, durante todo o dia, com a presença de tribo vinda de Pernambuco.
João Paulo Severo, chefe da coordenação técnica da Funai em Joinville, diz que na região de Joinville existem 10 aldeias indígenas, que concentram aproximadamente 600 índios da tribo Guarani M’Bya. “Eles sobrevivem com a agricultura de subsistência, venda de artesanato e com a ajuda do governo federa, através do Programa Fome Zero”, complementa.
Fonte: Prefeitura de Joinville

terça-feira, 22 de abril de 2014

Mais um acidente com carteiro causado por cachorros na rua

Com habilidade, carteiro conseguiu sair ileso do acidente
Há mais ou menos um mês um funcionário dos Correios caiu da motocicleta por causa dos cachorros soltos na rua Pastor Lioeses Domiciano, no bairro Vila Nova. Hoje a cena se repetiu e o carteiro só não se machucou por causa da habilidade que teve em desviar a moto e pular dela antes de bater no chão. O acidente ocorreu na manhã desta terça-feira depois que um cachorro atravessou na frente da motocicleta. O Conselho das Associações do Vila Nova vai encaminhar ofício à Fundema para que sejam tomadas providências a fim de capturar os animais que andam soltos pela rua no bairro Vila Nova, pois eles representam risco iminente de acidentes tanto para motociclistas como para as pessoas que circulam a pé e de bicicleta no bairro.

Conselho de Saúde Vila Nova Rural discute ações nesta terça (22)

A instalação de linha telefônica na sede da Unidade de Saúde Vila Nova rural foi o principal assunto discutido na reunião do Conselho Local de Saúde Vila Nova Rural na tarde desta terça-feira, na sede da Estação da Saúde localizada na escola desativada André Immetzberger. Sem possibilidade de comunicação eficiente por causa da falta de linhas de telefonia fixa, a Unidade está realizando testes com uma empresa para tentar solucionar o problema. "Agora estamos aguardando para que a empresa venha instalar o aparelho e ver se vai funcionar de forma eficiente", disse Vanessa Macoppi, secretária do Conselho. 

Outro tema apresentado foi sobre a campanha de vacinação contra a gripe. A coordenadora da regional Vila Nova de Saúde, Schana Gresiele Beninca explicou aos presentes sobre os critérios adotados em relação à vacina. "O controle é muito rigoroso e as pessoas devem observar que pode tomar a vacina nos postos durante a campanha", disse.

Schana também trouxe uma novidade: a partir da agora os postos de saúde estão aptos para fazer o teste rápido de gravidez, sífilis e HIV. "Mas existem critérios que serão observados na hora que o paciente requer o exame, para que não haja uma sobrecarga de pedidos nas unidades", alertou. Para realizar os exames de gravidez, por exemplo, as pacientes devem passar por um acolhimento onde as enfermeiras verificam algumas condições para realizar o exame. "Um dos critérios é que o ciclo menstrual esteja pelo menos 15 dias atrasado", explicou. 

Durante a reunião a comunidade reclamou dos agendamentos na área da odontologia na Unidade de Saúde Vila Nova sede. Com a reforma do posto, o atendimento passou a ser realizado no PA Norte, no bairro Costa e Silva, com agendamento de consulta realizado no Sesc Vila Nova. "Mas por causa do horário escasso dos ônibus na região rural fica difícil conseguirmos vagas", reclamou uma moradora. A comunidade pediu para que seja estudada a possibilidade de garantir cotas proporcionais para cada uma das unidades de saúde da região.

Vagas de emprego divulgadas pelo Cepat

O Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores de Joinville (Cepat) está com novas vagas disponíveis para interessados em uma oportunidade de trabalho. As novas opções são para as funções de desenhista técnico de embalagem, maquetes e leiautes, estampador de tecido, motorista de caminhão e encarregado de expedição. Também há vagas para pessoas com deficiência nos cargos de repositor de mercadorias, atendente de balcão e caixa de loja. Todas as vagas são destinadas para pessoas dos sexos masculino e feminino.

Os interessados devem comparecer na rua Abdon Batista, nº 342, perto do Mercado Público, com Carteira de Trabalho, CPF, RG e CEP de seu endereço. O horário de atendimento é das 8 às 14 horas, mas a entrega de senhas vai até as 13h30. O telefone é 3467-0978.

Veja a lista completa de vagas AQUI.

segunda-feira, 21 de abril de 2014

Congresso das Associações do Vila Nova no próximo sábado

A segunda edição do Congresso das Associações do Vila Nova será realizada no próximo sábado, a partir das 14 horas, no auditório da Escola Municipal Karin Barkemeyer. O evento pretende reunir as principais lideranças comunitárias do bairro e todas as pessoas que queiram participar dos processos de mobilização que ocorrem nas organizações do Vila Nova. Promovido pelo Conselho das Associações - CAVIN, com apoio do Jornal Notícias da Vila, Innovate e Acredi Cop, o congresso terá a participação de dois palestrantes. Os temas envolvem a saúde comunitária, com o ex-secretário de Estado da Saúde, dr. Dalmo Claro, e o marketing nas associações como meio de mobilização popular, com o publicitário Augusto Zacarias. Depois do intervalo com café, o presidente do CAVIN, jornalista Adilson Girardi apresenta um vídeo com experiências de sucesso em entidades de utilidade pública. 
A entrada no congresso é gratuita e aberta a toda a comunidade. 

domingo, 20 de abril de 2014

Vacinação contra gripe começa na terça-feira (22)

A Secretaria da Saúde de Joinville pretende imunizar 131.089 pessoas durante a Campanha de Vacinação contra a Gripe. A ação inicia na próxima terça-feira, dia 22 e termina no dia 9 de maio. O público-alvo são crianças de seis meses a cinco anos, gestantes e puérperas (45 dias após o parto), pessoas com 60 anos ou mais, pessoas portadoras de doenças crônicas (diabéticos, cardíacos, renais, hepáticos, hipertensos), trabalhadores da área de saúde e presidiários e funcionários de presídios.

As vacinas serão ministradas nas 53 unidades básicas de saúde (postinhos) existentes em todos os bairros. O período de atendimento será das 8 às 17 horas. 

Este ano, como nos anteriores, haverá o Dia D de vacinação, marcado para o sábado, dia 26 de abril, quando haverá uma mobilização de incentivo à vacinação durante todo o dia, com o objetivo de atingir a meta de 80% do conjunto dos grupos de risco. As vacinas serão aplicadas unicamente nas Unidades Básicas de Saúde. Não haverá vacinação em locais públicos.

A enfermeira responsável técnica Maria Goreti de Lara Cardoso esclarece que a campanha é uma ação sazonal que ganhou grande força e repercussão em função da pandemia da Gripe A, ocorrida em 2009, quando a gripe transmitida pelo vírus H1N1 atingiu populações das Américas, Europa e Oceania. 

No ano passado, em Joinville, foram vacinadas 130.869 pessoas. A novidade da campanha 2014 quanto aos grupos de risco é a ampliação da faixa etária para as crianças, que sobe da faixa dos seis meses a dois anos para seis meses a cinco anos.

No ano passado, a Saúde de Joinville notificou 117 casos graves de gripe, dos quais 80 foram descartados e 37 confirmados, dos quais quatro foram a óbito.

Serviço

O que: Campanha de Vacinação contra Gripe
Quando: 22 de abril a 9 de maio
Meta: 131.089 pessoas 
Público-alvo: crianças de seis meses a cinco anos, grávidas, puérperas, idosos, doentes crônicos, trabalhadores em saúde, presidiários e funcionários de presídios.
Dia D: dia 26 de abril nas Unidades Básicas de Saúde

A gripe: A síndrome gripal (por vírus influenza) se caracteriza pelo aparecimento súbito de febre, cefaleia, dores musculares (mialgia), tosse, dor de garganta e fadiga. A febre, em geral, dura de 3 a 5 dias, mas a tosse e a fadiga podem se prolongar por duas semanas ou mais. Nos casos mais graves existe dificuldade respiratória associada que geralmente requer hospitalização

Fonte: Prefeitura de Joinville

sábado, 19 de abril de 2014

Teatro da Paixão de Cristo reúne milhares no Vila Nova

Teatro seguiu pelas ruas do bairro Vila Nova
Mais de 5 mil pessoas assistiram a encenação da Paixão e Morte de Cristo realizada na noite desta sexta-feira (18) pelo grupo de teatro Sopro de Vida, na Igreja Católica N. S. Medianeira, no Vila Nova.  O evento teve início às 18h30 no templo da igreja e prosseguiu em procissão pela rua XV de Novembro até a esquina com a rua Márcio Luckow, onde tradicionalmente ocorre a crucificação. No final da encenação, o pároco da comunidade católica, padre Osmar, convidou a todos para participarem da segunda parte do trabalho, que será realizada na noite deste sábado e contará com a encenação da ressurreição de Cristo.

Foto: Pascom Medianeira

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Páscoa: uma história cristã

A primeira Páscoa aconteceu lá no Antigo Testamento (Êxodo 12), quando Deus mandou Moisés tirar o seu povo do Egito, pois estavam lá como escravos, e Deus queria que eles voltassem a ser livres.

Antes do povo hebreu partir, cada família deveria preparar em casa a última refeição antes da longa viagem que fariam pelo deserto.

Prepararam um cordeiro assado, pães ázimos (sem fermento, para lembrar que saíram com pressa do Egito) e ervas amargas (para lembrar do sofrimento do povo no deserto, rumo à Terra Prometida). Todas as casas deveriam passar o sangue do cordeiro nos umbrais das portas, como sinal da submissão a Deus e também para preservar a vida. Esta Páscoa, para os hebreus, representou um tempo de esperança e libertação, a passagem pelo deserto para chegar em um lugar preparado por Deus, muito melhor de se viver.

Essa tradição foi mantida pelo povo de Deus ao longo dos anos e das gerações. O ritual era repetido para lembrar que Deus libertou e caminhou com o povo de Israel. E Deus caminha até hoje conosco, que somos também seu povo.

E Deus deseja nos libertar mais uma vez. Deseja se relacionar conosco e nos amar. Como prova desse amor, Deus mandou seu Filho Jesus para nos salvar e dar vida eterna. Antes da sua morte, Jesus celebrou a última Páscoa com seus discípulos (Lucas 22.7-20), instituindo a Santa Ceia - que é celebrada por nós até hoje. Naquele momento, Jesus estava dizendo que se entregaria em nosso lugar, para que vivêssemos com Ele. Cristo morreu em nosso lugar, na cruz, nos libertando do nosso pecado.

Mas depois de três dias, Jesus ressuscitou! Ele foi para junto do Pai, mas deixou conosco o consolador e animador, o Espírito Santo.

E hoje o nosso desafio, cristãos, é continuar anunciando a vida plena que Jesus pode dar. Essa é a história do Deus que ama seu povo e deseja andar sempre com ele. Deus ama você e sua família e deseja transformar sua história, trazendo-lhe vida abundante!

Para nós, cristãos, a Páscoa é a festa que comemora a ressurreição de Jesus Cristo.
Para os judeus, os descendentes dos hebreus, a Páscoa é a festa que comemora a saída dos hebreus do Egito, onde eram escravos. Embora sejam acontecimentos diferentes, tanto a Páscoa cristã como a judaica têm o mesmo sentido: a libertação.


Uma Feliz Páscoa a todos!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Caça ao tesouro de Páscoa no CEI Raio de Sol

As crianças do Centro de Educação Infantil Raio de Sol tiveram uma atividade diferente nesta quinta-feira. Em comemoração à Páscoa, os professores decidiram fazer uma brincadeira envolvendo noções de espaço, de geometria com elaboração de quebra-cabeças, senso de localização e despertando muita curiosidade na cabeça dos pequenos alunos. A atividade, denominada Caça ao Tesouro, foi elaborada pelas professoras Andréia Moletta e Luciane Strutz, do programa Corpo em Movimento. Todas as turmas foram envolvidas no projeto, que foi executado em sete etapas. Cada mensagem levava as crianças a descobrir novas pistas, que continham, além das charadas, uma parte de um quebra-cabeças formado por pedaços da fotografia do local exato do tesouro. Ao final o tesouro ia sendo encontrado pelas crianças e dentro dele diversas guloseimas que foram repartidas para as turmas. Além da brincadeira, todos puderam se deliciar com um lanche especialmente preparado para a Páscoa, com doces e bolos. O CEI Raio de Sol conta com 350 alunos e tem na direção a professora Jucélia Kricinski Schroeder. Abaixo, algumas fotos das atividades:












Crianças do Conjunto Irineu Bornhausen ganham brindes de Páscoa

A quinta-feira foi de festa para as crianças do Conjunto Irineu Bornhausen, no bairro Vila Nova. A Associação de Moradores e o Condomínio distribuíram mais de 150 kits com guloseimas em comemoração à semana da Páscoa. A criançada também ganhou pipocas, lanches e refrigerantes, tudo por conta da diretoria das entidades que coordenam o Conjunto. O presidente da Associação, sr. Antônio, e os diretores do condomínio, Júlio Savadil e Carlinhos de Almeida, fizeram a distribuição dos brindes. Abaixo, algumas fotos do evento:




Saúde notifica e fecha depósito de veículos no Vila Nova

Na manhã desta quinta-feira, numa operação conjunta da Vigilância Ambiental, Vigilância Sanitária, Seinfra e Fundema, foi fechado um depósito de veículos na rua São Gabriel Arcanjo, no bairro Vila Nova, zona Oeste da cidade. No local, agentes da Secretaria de Saúde encontraram focos do mosquito da dengue, aplicaram veneno e colheram larvas e insetos para análises.

A Seinfra determinou o fechamento imediato do local pela falta de alvará de funcionamento. A Vigilância Sanitária também constatou a falta de documentação e ainda apontou o risco à saúde de terceiros, pois as carcaças dos carros acumulam água e favorecem a proliferação de vetores de doença, especialmente da dengue.

A Secretaria de Saúde ampliou a instalação de armadilhas e orientações aos moradores, mas admite que a situação é preocupante. “A população precisa tomar todos os cuidados para evitar o aparecimento e a proliferação do mosquito da dengue”, reforçou a coordenadora de Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde, Thaisa Kulevicz.
 Neste ano já foram registrados quatro casos de dengue, com a doença contraída em outra cidade, no chamado caso importado. Dois casos estão sendo investigados com possibilidade das pessoas terem sido picadas pelo mosquito em Joinville (autóctone).
Segundo dados da Secretaria de Saúde, em 2014 já são 102 focos de larvas do mosquito. A região Sul da cidade concentra o maior número: são 39 focos no bairro Floresta, 12 no Itaum, 6 no Profipo, 4 no Petrópolis, 1 no Santa Catarina e 1 no Boehmerwald. Entretanto, o bairro Vila Nova já registra 17 focos. Também requerem atenção a Zona Industrial, os bairros Costa e Silva, Rio Bonito e as zonas Oeste e Norte.
A grande maioria dos focos registrados estava em armadilhas, local ideal, mas 53 deles foram encontrados em lixo, pneus de todos os tipos (carro, trator, bicicleta), pratinhos de plantas, boca de lobo e plantas.
Principais cuidados para evitar o mosquito
- Não deixe recipientes que acumulam água ao ar livre. 

- Limpar o recipiente antes de guardar, inclusive vasos de plantas. Os ovos do mosquito podem permanecer em ambiente seco durante um ano e quatro meses. O ovo pode eclodir ao entrar em contato com a água mesmo depois de todo esse tempo.
- Não deixe pneus no tempo
- Não deixe garrafas expostas
- Pratos de vasos de plantas devem ter areia
- Limpe as calhas
- Lave plantas que acumulam água uma vez por semana
- Limpe recipientes da água dos animais uma vez por semana
- Tampe caixas de água
- Cubra lixos e materiais recicláveis

terça-feira, 15 de abril de 2014

Alunos da Escola Anaburgo fazem teatro de Páscoa

Alunos representaram a crucificação de Jesus
Para marcar a semana santa que tem a Páscoa no próximo domingo, alunos da Escola Municipal Anaburgo realizaram uma série de homenagens. Na principal delas, as crianças representaram os personagens bíblicos na passagem da Páscoa. A plateia ouvia e apreciava atentamente os momentos mais marcantes do evangelho de Jesus Cristo, desde sua evangelização até a crucificação. O evento contou também com uma mensagem proferida pelo Pastor Erasmo, da Igreja Quadrangular do Anaburgo, seguida de bênçãos para pais, alunos, professores e funcionários da escola. 

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Turismo rural oferece programas especiais para a Páscoa

Rancho Alegre é uma das opções de lazer
Curtir o final de semana ao ar livre, fazer piquenique em meio à natureza, divertir a criançada com caça aos ovos, saborear quitutes coloniais. Essas são algumas das opções que propriedades da área rural de Joinville vão oferecer, durante o feriado da Páscoa.

O Rancho Alegre, na região do Piraí, já está todo enfeitado com coelhinhos e cenouras, e vai manter a decoração até o dia 27 de abril, para visitação de turmas escolares.

No final de semana da Páscoa, a programação será especial. No sábado, dia 19, o Rancho Alegre estará aberto das 9h às 17h:30. Além de conhecer toda a propriedade, as famílias poderão levar suas cestas de piquenique e as crianças vão se divertir com passeios a cavalo e de pônei.

Para quem preferir degustar o sabor do campo, será servido café da tarde, com bolos caseiros, cucas, tortas, strudel e sucos.

Também no Piraí, a Família Schroeder estará aberta para visitação de sábado a segunda-feira (19 a 21/4), das 9h às 17h. No local, os visitantes poderão entrar no clima da Páscoa brincando de caça ao ninho e participando da Oficina de Biscoitos. A propriedade também vai servir café com cucas e bolos caseiros.

Como sugestão diferenciada para o almoço, o Vale do Ouro Restaurante e Pousada, é aberto ao público das 11h:30 às 14h:30. Aos sábados, o serviço é a la carte, com pratos a partir de R$55, para duas pessoas. Já aos domingos, sistema de buffet livre, por R$29,90, por pessoa. E das 15h:30 às 19h, café colonial, por R$21,90, por pessoa.

Aos domingos, o Vale do Ouro oferece a possibilidade de serviço day use. Com o custo de R$60 por pessoa, o visitante tem direito a almoço, café colonial, passeio a cavalo, pônei para crianças, tirolesa de grande extensão e altura, trilha na mata até as cachoeiras e banho de rio.

Já na Estrada Mildau, em Pirabeiraba, uma das opções é a propriedade da Família Wiezbicki. Cercado de muito verde e com espaços destinados a caminhadas e pescaria, o local produz e comercializa biscoitos caseiros.


Vale destacar que a taxa de visitação, em cada propriedade, é de R$7,00 por pessoa. Café, bolos e outros produtos serão cobrados separadamente.

Serviço:

Rancho Alegre
Estrada do Piraí, Km 5, bairro Vila Nova
Região do Piraí – Joinville/SC
Fone: (47) 3434-3874

Família Schroeder
Estrada dos Morros, 1600
Região do Piraí – Joinville/SC
Fone: (47) 3439-5234

Vale do Ouro Restaurante e Pousada
Estrada do Salto I, 5650
Região do Piraí – Joinville/SC
Fone: (47) 8808-4688

Família Wiezbicki
Estrada Mildau, 1747
Pirabeiraba
Fone: (47) 3424-1595

domingo, 13 de abril de 2014

Festa da Banana é sucesso de público neste domingo

Venda de banana in natura foi novidade neste ano
Mais de 1.500 pessoas prestigiaram a 4ª Festa da Banana neste domingo. Realizada no galpão de festas da Igreja Nossa Senhora Aparecida, na zona rural do bairro Vila Nova, a festividade contou com uma variedade de atrações, que iniciou com culto ecumênico na parte da manhã. Às 11h30 foi servido o almoço com cardápio contendo pratos típicos à base da banana. Como atrações culturais, o primeiro conjunto a se apresentar foi o Grupo de Música Stammtisch, de Pirabeiraba, que tem entre seus integrantes produtores de banana. 

Depois foi a vez de grupos de violeiros embalarem a festa. Na parte da tarde as atrações se voltaram para os grupos folclóricos da comunidade do Cristo Rei e do Vila Nova. O prefeito Udo Döhler chegou por volta das 12h30 e conversou com moradores, visitou as barracas com produtos coloniais, experimentou algumas iguarias à base da banana e posou para fotos com a comunidade. 

José Zacarias, presidente da comunidade local, estava satisfeito com os resultados da festa. "Conseguimos melhorar a organização com base naquilo que não deu certo na edição anterior", afirmou. Para Marilde Tomasini o evento conseguiu atender bem todos os que compareceram. "Tivemos uma preocupação em aumentar a estrutura para este ano, para que não houvessem filas ou falta de produtos à base de banana", disse. 




sexta-feira, 11 de abril de 2014

Seminário aborda mercado e produção de bananas na região norte



Discutir as perspectivas do mercado e as técnicas para garantir melhorias na produtividade é o foco do 4º Seminário da Cultura da Banana, que ocorre nesta sexta-feira, a partir das 14h30, na Estrada Blumenau, zona rural do bairro Vila Nova. O evento integra a programação da 4ª Festa da Banana, comemoração que já faz parte do calendário oficial da cidade. São esperados em torno de 150 produtores de Joinville e da região Norte do Estado.

A produção de bananas na região rural da cidade conta com o apoio da Fundação Municipal 25 de Julho, que presta assistência diretamente à Associação dos Bananicultores de Joinville (Asbanville). A associação congrega hoje em média 75 bananicultores e comerciantes da fruta em uma área total aproximada de 580 hectares, sendo destes aproximadamente 55 hectares de banana do grupo Prata, e os demais do grupo Cavendish. A média cultivada em Joinville é de 20 mil toneladas por ano.

Segundo o tesoureiro da Asbanville, Dilnei Jacques, a produção sofre neste ano com a falta de chuvas e com o período de calor intenso registrado principalmente no início de 2014. "Mas o principal inimigo das plantações ainda é o vento, que quando vem forte derruba as plantações", explica. Dilnei planta a fruta num espaço de 200 mil metros quadrados, na Estrada do Salto II. A produção, predominantemente da banana do tipo Caturra vai para Joinville e região.

Santa Catarina ocupa hoje o terceiro lugar na produção nacional de bananas, envolvendo 25.778 pequenos e médios produtores que cultivam mais de 30 mil hectares. O Litoral Norte do Estado é responsável por 90% da produção estadual de bananas. Destacam se na região como principais produtores os municípios de Corupá, Luis Alves, Jaraguá do Sul, Schroeder, Massaranduba, São João do Itaperiú, Guaramirim, Joinville, Garuva, Ilhota, Piçarras e Barra Velha.

Contra a importação


Fator que vem causando preocupação entre os produtores e que deve ser abordado no seminário, a importação de bananas, principalmente da região equatoriana, pode afetar diretamente a agricultura familiar no Estado. Para o gerente de abastecimento e comercialização da Fundação 25 de Julho, Troy Lemke, os riscos envolvem os preços e a qualidade sanitária do produto. “O Equador consegue praticar preços mais baixos por causa dos subsídios e das taxas menores praticadas na fonte”, explica.

Mas o principal problema seria a possibilidade da importação da fruta trazer também a contaminação das plantações, uma vez que várias pragas existentes em outros países são resistentes aos defensivos utilizados no Brasil. “E essa contaminação pode ocorrer de várias formas, como no descarte de produtos excedentes, por exemplo”, citou Lemke.

Saúde registra 13 focos do mosquito da dengue no Vila Nova


A Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria da Saúde, está intensificando ações de combate ao mosquito Aedes aegypti com instalações de mais armadilhas e orientações aos locais que recebem veículos dos locais com epidemia de dengue, além de intervenção direta nos locais como ferros-velhos com aplicação de veneno in loco.

Joinville registra em 2014 93 focos de larvas do mosquito. A região Sul da cidade concentra o maior número: são 39 focos no bairro Floresta, 12 no Itaum, 6 no Profipo, 4 no Petrópolis, 1 no Santa Catarina e 1 no Boehmerwald. Entretanto, o bairro Vila Nova já registra 13 focos. Também requerem atenção a Zona Industrial, os bairros Costa e Silva, Rio Bonito e as zonas Oeste e Norte.

Dos 93 focos registrados, 40 estavam em armadilhas, local ideal, mas 53 deles foram encontrados em lixo, pneus de todos os tipos (carro, trator, bicicleta), pratinhos de plantas, boca de lobo e plantas. “Isto demonstra que a população ainda mantém objetos que acumulam água ao ar livre, sendo um ótimo criador do mosquito. Neste momento de epidemia em torno do nosso Estado, é fundamental a participação de todos na eliminação desses criadouros”, ressalta a gerente da Unidade de Vigilância em Saúde da Secretaria da Saúde, Jeane Regina Vanzuiten Vieira.

Neste ano, apenas um caso de dengue foi confirmado em Joinville, dos 17 pacientes investigados, mas a doença foi contraída em outra cidade, o chamado caso importado. Outros 14 casos suspeitos deram resultado negativo e dois aguardam resultado. No Estado, são 201 casos investigados em 2014: 178 negativos, 11 positivos importados, 1 positivo em investigação para ver se é ou não autóctone (a doença é originária no Estado) e 11 aguardam resultado.

Principais cuidados para evitar o mosquito

- Não deixe recipientes que acumulam água ao ar livre.
- Limpar o recipiente antes de guardar, inclusive vasos de plantas. Os ovos do mosquito podem permanecer em ambiente seco durante um ano e quatro meses. O ovo pode eclodir ao entrar em contato com a água mesmo depois de todo esse tempo.
- Não deixe pneus no tempo
- Não deixe garrafas expostas
- Pratos de vasos de plantas devem ter areia
- Limpe as calhas
- Lave plantas que acumulam água uma vez por semana
- Limpe recipientes da água dos animais uma vez por semana
- Tampe caixas de água
- Cubra lixos e materiais recicláveis




Fonte: Prefeitura de Joinville