circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Escola Valentim da Rocha desenvolve projeto de inclusão



Limitações físicas não são capazes de restringir o esforço, a dedicação e a energia positiva dos alunos da Escola Municipal Valentim João da Rocha, no bairro Vila Nova. Através do Projeto Segue, os estudantes participam de aulas de dança inclusiva que estimulam, através do movimento, o desenvolvimento corporal e cognitivo. O grupo de dez alunos se reúne semanalmente, em encontros que oportunizam momentos de integração, parceria e muita dança.

A professora Juliana Crestani explica que a iniciativa era desenvolvida pelo Grupo Chai no município, e em abril deste ano ela passou a acontecer na Escola Valentim João da Rocha. “Precisávamos de um espaço para os ensaios, e esta parceria veio na hora certa, para beneficiar também os estudantes da unidade”, conta Juliana.

A unidade de ensino já contava com um projeto de ballet, desenvolvido em parceria com a Casa da Cultura, mas buscava alternativas para inserir os alunos com deficiência física no universo da dança. As aulas inclusivas contam com a participação de alunos que apresentam, ou não, alguma limitação e funcionam como um laboratório de movimentos.

Para a professora Juliana, a dança é uma forma de expressão, aceitação e descoberta. “O movimento corporal permite que você possa expressar o que não consegue transmitir com palavras, e a dança inclusiva possibilita a expansão deste horizonte. Os movimentos podem não ser perfeitos, mas você percebe a comunicação pela dança”, destaca.

 Nem só alunos participam

A aluna Ana Caroline Jesus, de 11 anos, é uma das que deixam a timidez de lado quando a música começa, e o sorriso estampado em seu rosto é capaz de traduzir a satisfação em participar do projeto.

A iniciativa acolhe também um aluno de fora da instituição, que participava do grupo antes dos encontros acontecerem na Escola Valentim João da Rocha. Roberto Alexandre começou as aulas em 2010 e não quis mais abrir mão dos momentos de aprendizado e confraternização. “A convivência em grupo é muito boa e nosso esforço é reconhecido pelas pessoas que assistem às apresentações. Ouvir os parabéns e os aplausos é, sem dúvida, muito gratificante”, conta Roberto.

O grupo também participará do Festival da Dança Escolar, com a coreografia “Mova-se”. A competição acontecerá no dia 25 deste mês, no Centreventos Cau Hansen. Fonte: Prefeitura de Joinville.

Nenhum comentário: