circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sexta-feira, 29 de março de 2013

Empresário reage a assalto e leva três tiros no Vila Nova


Este foi o segundo assalto registrado na lotérica
Dois jovens balearam um empresário durante uma tentativa de assalto a uma agência lotérica, na zona Oeste de Joinville. O crime aconteceu no início da noite desta quinta-feira (28), na rua Paulo Schneider, no bairro Vila Nova.


Eram 19h30, quando Luiz Carlos de Oliveira, 49 anos, e duas funcionárias fechavam a agência. Eles foram abordados por dois rapazes. A dupla chegou a pé e anunciou o roubo. O empresário reagiu e foi para cima de um dos assaltantes. O outro revidou e acertou três tiros em Luiz. As balas atingiram o peito e a barriga do dono do estabelecimento comercial.

Luiz Oliveira foi socorrido pelos paramédicos da Polícia Militar e levado em estado grave para o Hospital Municipal São José. As duas funcionárias não ficaram feridas. Os bandidos conseguiram fugir, mas deixaram para traz um telefone celular. A Polícia Milita foi chamada, mas até as 22h desta quinta ainda não havia localizado os assaltantes. Este foi o segundo assalto registrado nesta lotérica.

Fonte: Notícias do Dia / Foto: Windson Prado

quarta-feira, 27 de março de 2013

Serviços municipais no feriadão de Páscoa

Durante o feriado de Páscoa, na quinta-feira (ponto facultativo) e sexta-feira (feriado ), muitos serviços municipais serão mantidos em regime de plantão.

O ponto facultativo na quinta-feira foi oficializado terça-feira (26), em sintonia com a Câmara de Vereadores de Joinville e com as repartições públicais estaduais e federais. Todos os órgãos da prefeitura retomam as atividades na segunda-feira (1/4)

COLETA DE LIXO
A coleta de lixo não será realizada apenas na sexta-feira (29/3). Na quinta-feira (28/3), sábado (30/3) e domingo (31/3) o serviço será normal.

ITTRAN
Na quinta (28/3), Instituto de Trânsito e Transporte (Ittran) estará aberto para atender ao público das 8 às 14 horas nos seguintes serviços: multa de trânsito, credenciamento para idoso e deficiente e regularização do estacionamento rotativo.
Na sexta-feira (29/3), não haverá atendimento ao público, mas os agentes de trânsito estarão de plantão. O número para emergência é o 91908101.

O estacionamento rotativo vai funcionar normalmente na quinta-feira (28/3), das 8h às 18h30, e no sábado (30/3), das 8h às 13h.

CULTURA
Os museus funcionarão em horários diversificados:

Museu de Arte, Museu Nacional de Imigração e Colonização de Joinville, Estação da Memória, Museu da Bicicleta e Casa da Memória vão funcionar normalmente na quinta-feira (28/3), das 10h às 17h. Na sexta-feira (29/3), todos estarão fechados. No sábado (30/3) e domingo (31/3), o horário de atendimento é das 12 às 18h.

Arquivo Histórico, Casa da Cultura e Galeria de Artes estarão fechados entre os dias 28 e 31 de março.

O Museu Arqueológico de Sambaqui estará em obras entre os dias 28 e 31 de março e não abrirá para visitação.

DEFESA CIVIL
A Defesa Civil estará de plantão durante o feriado da Páscoa. O contato para situações de emergência pode ser realizado pelo número 199 ou 84336599.

EDUCAÇÃO
Não haverá aula na quinta e sexta-feira nos Centros de Educação Infantil (CEIs) e nas escolas da rede municipal de ensino.

BIBLIOTECA PÚBLICA
Os serviços da Biblioteca Pública não estarão disponíveis na quinta, sexta e no sábado.

FUNDAMAS
As unidades Fundamas estarão fechadas na quinta (28/3), na sexta-feira (29/3) e no sábado (30/3).

FUNDEMA
A Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) estará fechada na quinta e sexta-feira, mas os fiscais ficarão de plantão. O número para emergências é o 0800-6437788. No caso de emergência de produtos perigosos, o telefone para contato é o 99619279.

A Central de Atendimento ao Serviço Funerário (Caserf) irá funcionar na normalmente, das 7 horas às 12 horas e das 14 às 17 horas. O telefone para emergência é o 99779239.

MERCADO PÚBLICO MUNICIPAL

O Mercado Municipal irá funcionar normalmente na quinta-feira (28/3), das 7 às 19 horas. Na sexta (29/3) e no sábado (30/3), abrirá das 7h às 13h. No domingo, o local é fechado.

PARQUES
Os parques da Cidade, Morro do Finder, das Águas e Zoobotânico funcionarão normalmente.

Os banheiros do parque da Cidade ficarão abertos das 14h às 18h, e as quadras estarão abertas durante o dia inteiro.

RESTAURANTE POPULAR
O Restaurante Popular funcionará normalmente na quinta-feira. Já na sexta-feira, não abrirá.

SAS
A Secretaria de Assistência Social estará fechada na sexta-feira (29/3). As atividades voltam ao normal na segunda-feira (1/4). Apenas os abrigos Infanto-Juvenil e o abrigo Viva Rosa vão funcionar normalmente no feriado de páscoa.

SAÚDE
Os Postos de Saúde, Laboratório Municipal e Unidade Sanitária fecham na quinta e sexta-feira e retornam na segunda-feira.

Os Pronto-Atendimentos (Norte, Sul e Leste) funcionam normalmente.

O Samu, o Serviço de Verificação de Óbitos (SVO), e o Centro de Atenção Psicossocial 24 horas “Dê Lírios” funcionam normalmente.

As Vigilâncias Sanitária e Epidemiológica e o setor de Imunização estarão com equipes de sobreaviso.

Os serviços administrativos da Secretaria da Saúde fecham na quinta-feira e retornam na segunda-feira.

TRANSPORTE COLETIVO
Quinta-feira (28/3): horário normal
Sexta-feira (29/3): horário de domingo

Mais informações sobre os horários do transporte coletivo podem ser obtidas nos sites da Gidion (www.gidion.com.br) e da Transtusa (www.transtusa.com.br) e pelo SAC – Serviço de Atendimento ao Cliente – pelo telefone 0800 47 5001. A ligação é gratuita.

ATENDIMENTO AO TURISTA
Os turistas que vierem a Joinville durante o feriado de Páscoa terão atendimento nas quatro CATs (Central de Atendimento ao Turista), localizadas em pontos estratégicos da cidade.

CAT Pórtico Rua XV de Novembro – diariamente, das 08h às 19h

CAT Baltazar Buschle (Rua Ottokar Doerffel) – diariamente, das 09h às 17h

CAT Casa Krüger (BR 101 – Pirabeiraba) – diariamente, das 09h às 17h

CAT Aeroporto – de segunda a sexta, das 07h30 às 13h30 e das 16h às 22h. Sábados, das 08h às 14h. Domingos, das 11h às 14h:30 e das 16h às 20h30.

Já o Centro Comercial Expoville permanecerá não abrirá na sexta-feira, mas no sábado e domingo, o funcionamento será normal, das 09h às 18h.

Fonte: Prefeitura de Joinville

Cepat divulga novas vagas de emprego



O Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores (Cepat) anuncia vagas de emprego para diversas áreas. Os interessados nestas vagas e também nas oportunidades ainda disponíveis devem levar a Carteira de Trabalho, CPF e RG até a sede do Cepat, que fica na rua Abdon Batista, 342, Centro, perto do Mercado Público. O horário de atendimento é das 8 às 14 horas, mas os cadastros são feitos até as 13h30.

NOVAS VAGAS 

AUXILIAR DE JARDINAGEM – Masculino
Ensino Fundamental Incompleto.
Salário R$ 787,60 + (4% assiduidade) + VA (R$11,00 por dia) + VT + Bonificação
Horário: das 8 às 18 horas - segunda-feira à sexta-feira.

AUXILIAR DE LINHA DE PRODUÇÃO – Masculino ou Feminino
Ensino Fundamental Incompleto. Para atuar no FLORESTA.
Salário: R$ 814,00 + VT + Plano de Saúde.
Horário: das 13 horas às 21h20 ou 21 horas às 5h15 – segunda-feira a sábado.

AUXILIAR DE PADEIRO – Masculino ou Feminino
Ensino Fundamental Incompleto. Para atuar no FLORESTA.
Salário: R$ 814,00 + VT + Plano de Saúde.
Horário: das 13 horas às 21h20 ou 21 horas às 5h15 – segunda-feira a sábado.

ENCARREGADA DE LIMPEZA – Feminina
Ensino Fundamental Completo. Exige experiência e possua CNH B.
Salário R$ 1.077,21 + (4% assiduidade) + VA (R$11,00 por dia) + VT
Horário: das 7h30 às 17h30 - segunda-feira a sexta-feira.

JARDINEIRO – Masculino
Ensino Fundamental Incompleto. Exige Experiência. Deve possuir CNH B.
Salário R$ 942,48 + (4% assiduidade) + VA (R$11,00 por dia) + VT
Horário: das 8  às 18 horas - segunda-feira a sexta-feira.

RECEPCIONISTA – Feminina
Ensino Médio Completo. Com experiência em vendas.  Para atuar no GLÓRIA.
Salário R$ 834,67 + (4% assiduidade) + VA (R$11,00 por dia) + VT
Horário: das 8 às 18 horas - segunda-feira a sexta-feira.

VAGAS AINDA DISPONÍVEIS

ARMARDOR DE FERROS
ATENDENTE DE BALCÃO – Feminina
ATENDENTE COMERCIAL – Masculino ou Feminino
(VAGA EXCLUSIVA PARA PESSOA COM DEFICIÊNCIA COM COMPROVAÇÃO DE LAUDO MÉDICO – EXCETO CADEIRANTE)

AUXILIAR DE ALMOXARIFADO – Masculino
AUXILIAR DE DEPÓSITO – Masculino
AUXILIAR DE EXPEDIÇÃO – Masculino
AUXILIAR DE PRODUÇÃO – Masculino
AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS – Feminina
AUXILIAR DE TRANSPORTE – Masculino ou Feminino
BALCONISTA – Masculino ou Feminino
CALDEIREIRO
CARPINTEIRO
CONFEITEIRO – Masculino ou Feminino
COZINHEIRA – Feminina
ELETRICISTA AUTOMOTIVO – Masculino
EMBALADORA
ESTAGIÁRIA (área administrativa) – Feminino
MECÂNICO DE AUTOMÓVEIS – Masculino
MOTORISTA – Masculino ou Feminino
MOTORISTA – Masculino ou Feminino
OFICIAL DE SERVIÇOS GERAIS – Masculino ou Feminino
OPERADOR DE MÁQUINA – Masculino ou Feminino
OPERADOR DE INJETORA – Masculino
OPERADOR DE TELEMARKETING – Masculino e Feminino
OPERADOR DE TELEMARKETING – Masculino e Feminino
PEDREIRO
PEDREIRO
PROMOTOR DE VENDAS – Masculino ou Feminino
RECEPCIONISTA – Masculino
SALADEIRA
SERVENTE DE LIMPEZA - Feminino
SERVENTE DE LIMPEZA
SERVENTE DE PEDREIRO
SERVENTE DE VARRIÇÃO – Masculino ou Feminino
VIGILANTE PATRIMONIAL – Masculino ou Feminino

terça-feira, 26 de março de 2013

Associação discute regularização fundiária


Teodoro (em pé), da Sec. de Habitação, fala aos moradores
A Associação de Moradores do Vila Nova reuniu a comunidade na noite desta terça-feira (26/3) para discutir os problemas de regularização fundiária no loteamento Parque da Cidade, localizado na entrada do bairro. Na oportunidade também foram abordados outros temas, como a segurança no bairro, com explanação do Sargento Floriano, responsável pela base do Vila Nova; atendimento previdenciário, realizado por advogados que prestam assistência voluntária; apresentação da Acredi Cooperativa, com o gerente Miguel Beninca e informações gerais de interesse da comunidade.
Para falar sobre as questões fundiárias foram convidados o diretor executivo da Secretaria de Habitação, engenheiro Divaldo Marcon, que este acompanhado do coordenador Teodoro, que explicou aos presentes o trabalho que a Prefeitura pretende realizar na área da regularização de imóveis. 
Uma das novidades apresentadas na reunião foi a decisão judicial que permite ao Município realizar as intervenções necessárias no Parque da Cidade, desde que estejam de acordo com as diretrizes definidas na legislação do parcelamento do solo. Teodoro explicou que a Secretaria de Habitação está reeditando o decreto 16.118/2009, que institui a comissão de regularização de imóveis. "A regularização das áreas públicas é de responsabilidade da Prefeitura e as particulares nós vamos analisar cada caso especificamente", avaliou. A previsão é que a comissão comece os trabalhos já no início de abril. 
O presidente da Associação de Moradores, Armindo Schu apresentou aos moradores as indicações encaminhadas pelo vereador James Schroeder à Prefeitura. "São problemas que verificamos no bairro e pedimos para que o vereador formalizasse junto à aos órgãos públicos", disse. A assembleia da associação também teve a presença do jornalista Rogemar Santos, que foi agraciado com uma placa de agradecimento pelo apoio na divulgação das ações no Vila Nova.


segunda-feira, 25 de março de 2013

Moradores discutem infra-estrutura em reunião da AMARXV

As constantes quedas de energia elétrica no loteamento Jardim Cristofolini e arredores e a implantação de um condomínio ou loteamento na região da Estrada dos Suíços foram os temas da assembleia geral ordinária da Associação de Moradores do Alto da Rua XV de Novembro - AMARXV, nesta segunda-feira (25/3) no salão da Sociedade Palmeiras, no Vila Nova.

O diretor da Vogelsanger e proprietário do terreno localizado na Estrada dos Suíços, Maurício Vogelsanger, foi um dos convidados da diretoria para participar da reunião. Ele explicou aos moradores que até a presente data não há definição sobre o tipo de parcelamento que será realizado no imóvel. Desta forma, não há como saber se haverá necessidade de prolongar uma das três ruas que confrontam com o imóvel (Jacob Baumer, Paulo Penski e Ricardo Baumer). "Tudo ainda depende do licenciamento da Prefeitura, que é quem define os parâmetros do parcelamento do solo", explicou. Vogelsanger se prontificou a passar as informações à associação tão logo tenha novidades sobre o assunto. 

Outro tema abordado, o da energia elétrica, foi bastante prejudicado pela ausência do representante das Centrais Elétricas de Santa Catarina - Celesc. A associação encaminhou ofício convidando um representante da estatal, mas recebeu a informação de que era necessário realizar um levantamento das necessidades de cada rua e entregar no escritório da empresa. Os moradores não ficaram satisfeitos com a resposta e devem realizar abaixo assinado para que o problema seja resolvido.

No final da assembleia a vice-presidente Yoshyco Devegili informou aos moradores que a associação está engajada na campanha Abrace o São José, da Associação Comercial e Industrial de Joinville - Acij. Os interessados em coloborar e participar da campanha podem entrar em contato com a diretoria da AMARXV ou enviar e-mail para o jornal Notícias da Vila (noticiasdavila@hotmail.com). 

As assembleias da AMARXV ocorrem sempre na última segunda-feira de cada mês, com primeira chamada às 19h30 e segunda chamada às 20 horas, com qualquer número de presentes.

sábado, 23 de março de 2013

Congresso das Associações do Vila Nova define conselho


Moradores assistiram a quatro palestras neste sábado
Os trabalhos do 1º Congresso das Associações de Moradores do Vila Nova e Região foram coroados com a definição de um conselho, formado por representantes das associações presentes, que vai se reunir mensalmente para discutir ações comuns na comunidade. Para o primeiro encontro já está programada a presença do advogado Giovanni Gonçalves, que palestrou na tarde deste sábado sobre as questões de legalidade. "Vamos fazer uma análise detalhada dos documentos de cada associação, colaborando para aqueles que precisam de ajuda e buscando o modelo dos que já estão mais adiantados", definiu Adilson Girardi, um dos organizadores do vento. 

Para ilustrar sua palestra sobre associativismo, o deputado estadual Darci de Matos trouxe um representante de associação beneficiado com um imóvel para área de lazer. "É um exemplo de perseverança, que incentivo que esteja presente entre as associações de moradores e demais entidades organizadas", declarou. Darci disse em seu discurso que o associativismo hoje está presente em todas as esferas da população e é uma ferramenta eficaz de mobilização da comunidade. 

Para falar sobre o funcionamento das subprefeituras, a Prefeitura designou o servidor público Flávio Martins, que explicou a metodologia adotada para o novo formato das antigas secretarias regionais. "A partir da próxima terça-feira deveremos intensificar as ações de implantação da subprefeitura Oeste, localizada no bairro Vila Nova", afirmou. Flávio diz que o começo ainda vai ser difícil, "mas aos poucos os problemas serão resolvidos".

O presidente do Deter/SC e suplente de deputado estadual Sandro Silva trouxe sua colaboração sobre as formas de encaminhar subvenções sociais para as entidades. Ele explicou que na maioria das vezes o problema não é a falta de recursos, mas a falta de documentos das entidades. "É necessário que as associações se mobilizem para deixar a documentação em dia, pois quando o recurso chega é preciso estar tudo certo, senão o dinheiro volta", explicou.

Convidado para o evento, o prefeito Udo Döhler foi representado pela ex-vereadora e atual secretária de Assistência Social, Tânia Maria Eberhardt, que em sua fala elogiou a mobilização dos moradores e incentivou para que trabalhos semelhantes sejam constantes entre as associações. O ex-vereador Jucélio Girardi, representando o senador Luiz Henrique da Silveira, disse que com a falta de representatividade política na região é necessário que as associações se mobilizem em torno de objetivos comuns. 

Valério Schiochet, presidente da Fundação 25 de Julho, lembrou que a base de todo poder está nos movimentos sociais dos bairros. "É daqui que saem as lideranças da cidade e por isso eventos deste tipo são importantes", citou. O vereador James Schroeder também enalteceu a iniciativa do evento e se colocou à disposição, como vereador, para atender a comunidade através das associações de moradores.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Dia de Campo do Arroz na Estrada Blumenau, Vila Nova




Cerca de 150 produtores de arroz acompanharam nesta sexta-feira (22/3) os resultados da unidade experimental de observação de sementes de arroz, na propriedade do agricultor Raul Lafin, na Estrada Blumenau, região rural do bairro Vila Nova.  No terreno foram plantadas 10 variedades desenvolvidas pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri). 

Em visita ao evento, o prefeito Udo Döhler destacou o papel da agricultura no contexto econômico municipal. “É preciso desenvolver parcerias para fortalecer a área rural”, disse.O Dia de Campo do Arroz, realizado todos os anos no mês de março, é também uma oportunidade para os agricultores conhecerem novas técnicas de manejo e produção. Profissionais da Epagri e da Fundação 25 de Julho se revezam em palestras focadas na melhoria da produtividade e na relação custo/benefício. “É também um fórum onde o produtor pode trocar ideias com outros produtores e às vezes grandes problemas são solucionados na troca de experiências”, diz Onévio Zabot, gerente regional da Epagri.

Na área experimental, foram cultivadas 10 variedades de arroz, desenvolvidas pela Epagri. O técnico agrícola Osmar Vanderlinde, da Epagri, explica que metade da plantação foi pulverizada com fungicida para controle da Brusone (doença comum na lavoura) e outra metade ficou sem o tratamento. Outra unidade foi cultivada com 5 doses diferentes de adubação. “Todo este trabalho é acompanhado por pesquisadores de Epagri de Itajaí, onde está o centro de pesquisa da cultura”, conta Osmar.

Joinville conta hoje com 180 produtores de arroz irrigado, divididos em 285 propriedades, a maioria delas ao longo da Rodovia do Arroz, Estrada Blumenau e Estrada Morro do Meio. Para este ano está projetada uma produção de 391 mil sacas de 50 kg, que deve render mais de R$ 11 milhões, com custo médio da saca a R$ 30. Grande parte destes agricultores está organizada na Sociedade Distribuidora de Água para Irrigação de Joinville (Sodaj), quem mantém com seus sócios 54 mil metros de canais de irrigação alimentados pelos rios Piraí e Piraizinho.

Neste ano, o custo variável de produção, levando-se em consideração os insumos, mão-de-obra, horas-máquina, colheita, seguro, entre outros, ficou em R$ 19,66. “Se somarmos os custos fixos (manutenção e depreciação dos equipamentos, benfeitorias, impostos, taxas, remuneração da terra e do agricultor) teríamos que vender a saca a R$ 33,11”, explica Ricardo Werner Plothow, engenheiro agrônomo e Gerente de Extensão e Desenvolvimento Rural da Fundação 25 de Julho. Fonte: Prefeitura de Joinville.

Vila Nova promove 1º Congresso das Associações de Moradores

Profissionalizar, capacitar, motivar e integrar as associações de moradores são os objetivos do 1º Congresso das Associações de Moradores do Vila Nova e Região. O evento ocorre neste sábado (23/3) das 14 às 18 horas, no auditório número 2 da Igreja católica Medianeira, na Rua XV de Novembro, bairro Vila Nova. Entre as atividades programadas, constam quatro palestras: A importância do associativismo; A legalidade das associações; O uso de bens públicos por entidades de utilidade pública e Subvenções estaduais e municipais para as associações. Os organizadores também convidaram um representante da Prefeitura para falar sobre o funcionamento das subprefeituras. "Queremos aproveitar o encontro para eleger um conselho das associações, para que nossa região fique fortalecida e tenha representatividade", afirma Adilson Girardi, que integra a Associação de Moradores do Alto da Rua XV e organiza o evento.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Mulheres da Estrada Blumenau preparam Festa da Banana

Os preparativos para a 3ª Festa da Banana já iniciaram para o Grupo de Desenvolvimento da Mulher Rural da Estrada Blumenau, região rural do bairro Vila Nova de Joinville . Comandadas por Marilde Tomazini, em torno de 13 mulheres se dedicam com afinco na elaboração de peças de artesanato, preparação de novas receitas típicas, coleta de brindes e divulgação de um dos principais eventos culturais da comunidade Aparecida, como é conhecido o lugar.
A festa ocorre no dia 14 de abril, um domingo, durante todo o dia. Em 2012, cerca de 500 pessoas passaram pelo galpão de festas da Igreja Aparecida, onde puderam experimentar um variado cardápio de pratos doces e salgados à base de banana. “Para este ano esperamos pelo menos 600 pessoas”, afirma Marilde. “Só não trabalhamos para um público maior porque não há estrutura para atender mais”, explicou.

Os grupos de desenvolvimento da mulher rural recebem apoio técnico da Fundação 25 de Julho, que realiza visitas semanais nas comunidades. “O objetivo é o de integrar o rural com o urbano e mostrar as potencialidades da região”, explica o presidente da fundação, Valério Schiochet. Fonte: Prefeitura de Joinville. Foto: Rogério da Silva.

Alunos da Escola Bernardo Tank praticam educação fiscal



Alunos das séries iniciais da Escola Municipal Professor Bernardo Tank, no bairro Vila Nova, puderam compreender como o pagamento de tributos e impostos pode se transformar em mais investimentos em educação, saúde e infraestrutura da cidade. O tema foi abordado nesta quarta-feira, com a apresentação do “Projeto Educação Fiscal”, feita de forma didática e prática por servidores da Secretaria da Fazenda.

Instituído pelo município por meio do Programa Nacional de Educação Fiscal, o projeto trabalha tributos, impostos e questões de cidadania em busca de uma sociedade democrática.

Depois de conversar com os alunos e apresentar um vídeo didático sobre educação fiscal, os servidores da Secretaria da Fazenda Gilson Santos de Oliveira e André Luís Matiuzzi, que coordenam os trabalhos, prepararam uma minipapelaria, onde as crianças realizaram pesquisa de preço, compraram materiais, manusearam dinheiro fictício e aprenderam a exigir a nota fiscal. “O projeto é muito útil para a conscientização das crianças e até para a preservação do patrimônio público, que é adquirido com recursos dos impostos”, avaliou a diretora da escola, Sônia Maria Bergmann.

O servidor da Secretaria da Fazenda Gilson Santos de Oliveira explica que o projeto engloba cinco estágios de capacitação: nas escolas municipais, nas estaduais, nas universidades, aos servidores públicos e por fim à comunidade em geral. “Estamos trabalhando agora no estágio municipal e queremos contar com a parceria dos demais setores para poder atender mais pessoas”, disse. Fonte: Prefeitura de Joinville

Fundação 25 de Julho promove evento da piscicultura


A Fundação Municipal de Desenvolvimento Rural 25 de Julho, em parceria com a Epagri regional, promoverá, no dia 19 de abril, o Dia de Campo em Piscicultura. O evento reunirá cerca de 200 piscicultores em potencial do litoral norte catarinense e tem como objetivo profissionalizar produtores amadores do ramo.
Durante o dia de capacitação, os piscicultores visitarão a estrutura da Fundação 25 de Julho e terão acesso a estações de trabalho demonstrativas. Os produtores receberão informações sobre a qualidade da criação de alevinos, técnicas de manejo, alimentação, melhoramento genético e o tratamento de sanidades. “Com as visitas nas estações da Fundação os piscicultores poderão visualizar na prática como funciona a piscicultura tecnificada. Queremos disseminar alternativas e informações para que estes produtores possam também se profissionalizar”, relata o gerente da Unidade de Infraestrutura e Treinamento Rural, Roberto Hoppe.

Após as visitas às estações, os piscicultores participarão de uma mesa redonda com o tema “Tecnologia para Exploração da Piscicultura Comercial”. Além dos produtores, fornecedores comerciais do ramo da piscicultura também serão convidados a participar do evento. O objetivo é que apresentem seus produtos e a tecnologia disponível no mercado. Esta é a primeira vez que o Dia de Campo em Piscicultura acontece na região, mas a intenção é transformar o evento em uma ação anual.

O município de Joinville é considerado um polo aquícola em Santa Catarina. No ano de 2012, foram produzidas aproximadamente 1.690 toneladas de peixes, nos 904 viveiros cadastrados na Fundação 25 de Julho. Atualmente, o município conta com 219 produtores em piscicultura. Deste número, 161 são produtores amadores e 58 são piscicultores profissionais.

Os piscicultores em potencial que desejam participar do Dia de Campo em Piscicultura podem fazer sua inscrição pelo telefone (47) 3461-1520. Como o evento reunirá representantes de até 30 municípios da região, o número de produtores inscritos por município é limitado. Fonte: Prefeitura de Joinville