circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Projeto do CEI Raio de Sol é finalista em concurso nacional


Um terreno baldio transformado em um amplo espaço com horta e elementos pedagógicos rendeu muito mais do que o interesse e a aprendizagem dos alunos do Centro de Educação Infantil (CEI) Raio de Sol, do bairro Vila Nova. Após dois anos de trabalho em torno do “Minicamping Agroecológico”, o projeto é finalista de um concurso nacional, o “Aprender e Ensinar Tecnologias Sociais na Educação”, promovido pela Fundação Banco do Brasil e pela Revista Fórum.

O projeto começou em 2010, quando as professoras observaram que um terreno baldio ao lado do CEI, com 66 metros quadrados, era usado como depósito de lixo. De espaço abandonado, a área se transformou em projeto pedagógico que virou referência para a comunidade. “Recebemos uma verba para recuperar o terreno, implantar a horta escolar e aproveitar o espaço com finalidade pedagógica”, comenta a supervisora de educação infantil, Rosane Mari dos Reis, que na época era orientadora da unidade.

Depois da reestruturação do terreno, o espaço virou ponto de integração para as crianças. No minicamping agroecológico, os alunos podem brincar, integrando-se com a natureza e adquirindo as primeiras noções sobre consumo sustentável, alimentação saudável e cuidados com a preservação.

A professora foi a Florianópolis nesta sexta-feira (15) para receber um tablet na primeira etapa da premiação, cujo resultado final será divulgado dias 22 e 23 de fevereiro, em Brasília. “São dois selecionados para representar cada Estado. Destes finalistas sairá um vencedor, que irá apresentar o projeto na Tunísia”, explica Rosane. Segundo ela, o mesmo projeto rendeu à professora de matemática, Joseane Heleza Schulz, o prêmio Professores do Brasil, entregue no ano passado, em Brasília.

Todas as crianças do CEI participaram das atividades, que envolveram experiências sobre o cultivo e consumo de hortaliças, frutas e cereais produzidos de forma sustentável. O projeto contempla todas as áreas de conhecimento, desde matemática até artes. Segundo Rosane, as atividades são planejadas para que o espaço faça sentido para a aprendizagem dos alunos.

Além dos 320 alunos matriculados no Centro, as famílias, professoras e toda a equipe administrativa da escola participaram do projeto, que também contou com convidados especiais. “Como a proposta era a de um minicamping, recebemos grupos de escoteiros, que conversaram com as crianças e participaram de atividades”, explica Rosane.
Fonte: Prefeitura de Joinville

Nenhum comentário: