circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sábado, 19 de maio de 2012

Representante do Vila Nova na Olimpíada do Senai

Para Thiago Arthur Cunha, 20 anos, o mundo não tem cor, mas é repleto de sabores, sons e cheiros. Ele começou a perder a visão quando tinha um ano e três meses, devido a um retinoblastoma cerebral. Por causa do tumor, ele precisou retirar o olho esquerdo e tem apenas 3% de visão no olho direito, que foi prejudicada por causa das sessões de quimioterapia e radioterapia.
A ausência de um dos sentidos trouxe algumas barreiras que Thiago precisou ultrapassar ao longo dos anos, mas, de certa forma, não lhe faz falta. “Eu não sei como é enxergar. Perdi a visão quando era muito pequeno e não lembro dessa época”, explica. O jovem, que se formou no ano passado no curso técnico de informática, na unidade Norte do Senai, foi convidado há algumas semanas para participar da Olimpíada do Conhecimento e, desde então, treina todas as tardes.
Durante a manhã, três vezes por semana, Thiago faz aulas de teoria musical e bateria na Casa da Cultura. Segundo o professor Silvio Luis de Sousa, que está orientando-o para a competição, Thiago sempre foi um aluno muito dedicado. “Foi um desafio porque era uma coisa nova para mim e também tive que me adaptar. Ele tem os demais sentidos muito desenvolvidos. Aprendi muito com ele”, conta Silvio.
Nas próximas semanas, a ordem é aumentar o tempo dos treinos. “Ele tem um desafio pela frente. Sei que tem um pessoal que já está bem preparado”, pondera Silvio. E desafio é algo que Thiago já está craque em vencer. “A vida não é fácil para ninguém. Depende muito de como nós encaramos”, ensina. Fonte: A Notícia (www.an.com.br)

Um comentário:

luciane araujo disse...

Estou torcendo por você.Por ter chego até aqui já é vencedor,sei que teu potencial pode ir além.
Boa sorte sempre!