circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

quinta-feira, 31 de maio de 2012

Resultado da enquete de maio

A Festa do Arroz é a preferida dos participantes do Blog Circulando na Vila. Pelo menos este foi o resultado da enquete realizada no mês de maio. A Festa do Arroz ficou com 57% das preferências. Em segundo lugar ficou a Festa do Colono, com 21%, seguida da Festa da Polenta, com 9% e do Bandoneon Fest, com 7%. A Festa da Banana ficou em quinto lugar, com 4% das indicações. Para o mês de junho, o blog colocou no ar uma pergunta sobre o bairro Vila Nova. Talvez poucas pessoas saibam, mas em 5 de julho o bairro Vila Nova faz aniversário. Queremos saber a opinião dos internautas sobre o que mais simboliza ou representa o bairro. Participe!

Escola Karin Barkemeyer completa 15 anos no Vila Nova

Escola vai fazer aniversário no dia 15 de junho
A Escola Municipal Professora Karin Barkemeyer iniciou suas atividades em 15 de junho de 1997. É uma escola de Ensino Fundamental que atende cerca de mil alunos do 1º ao 9º ano, nos períodos matutino e vespertino. A escola possui uma Biblioteca, duas Salas de Informática Pedagógica, um Auditório, uma Sala Multifuncional, uma Praça de Leitura e uma Quadra de Esportes. O nome da escola “Profª Karin Barkemeyer” foi em homenagem a uma grande professora da nossa região. A Profª Karin Barkemeyer fazia diferença onde atuava, trabalhando pela melhoria da qualidade de vida da comunidade. Uma herança que a escola, no desenvolvimento de suas atividades, tenta cumprir com empenho e determinação. Nossa Visão: fazer de nossa escola uma instituição de referência – pela organização, disciplina, incentivo à leitura e pelo desenvolvimento de aptidões, competências e valores – a fim de preparar nossos alunos para os desafios da caminhada da vida. Diretora: Sueli N. da Cruz. Fonte: Blog da Escola (http://karinbarkemeyernoticias.blogspot.com.br/)

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Obra inacabada apresenta risco de dengue, segundo leitor

O Blog recebeu e-mail da leitora Cátia Cristine Schmidt, que transcrevemos abaixo.
“ Venho através deste, manifestar a indignação com o descaso dos órgãos públicos. Em meio a tanta veiculação da mídia sobre os cuidados com a dengue, remeto em anexo algumas fotos onde a proliferação pode ser constante.  Após algumas obras realizadas na rua Petronilha, na altura da rua São Virgílio, Vila Nova, Joinville, e possivelmente não concluída á água empossada, acumulada é um completo descaso e abandono. E o acúmulo da água não se deve ao fato de ocorrência de chuvas. Mesmo após dias de sol, a situação é como se pode observar nas imagens.” Certo de Providências, Agradeço.



Reunião da AMARXV discute transporte coletivo no bairro

Diretores da AMARXV ouvem representante da Seinfra
A Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, realizou assembleia geral ordinária na noite desta segunda-feira para discutir os problemas do transporte coletivo no bairro Vila Nova. A reunião contou com a presença do sr. Arnaldo, da Secretaria de Infraestrutura Urbana, que esclareceu  a comunidade a respeito das questões apontadas. Um dos assuntos que gerou debate foi a retirada ou transferência do ponto de ônibus localizado em frente a Igreja Católica, no final da rua XV de Novembro. Segundo alguns moradores, a proximidade do ponto com o semáforo e com a Rodovia do Arroz seria o causador de muitos acidentes no local. Representantes da Associação de Moradores irão avaliar junto aos moradores próximos a possibilidade de transferência do ponto. A medida é paliativa, uma vez que com a inauguração do binário o ponto sairá daquele local. Outro assunto discutido foi a possibilidade de liberar uma linha para fazer a ligação entre os bairros Morro do Meio, Nova Brasília e Vila Nova se estendendo até a Univille. A reivindicação foi justificada pela quantidade de pessoas que se desloca para a universidade e o acesso pela Rodovia do Arroz seria um facilitador. De acordo com o representante da Seinfra, para viabilizar a linha seria necessária autorização do Estado, uma vez que a Rodovia é Estadual. Acessibilidade nos ônibus, quantidade de linhas e planejamento dos itinerários foram outros assuntos discutidos na reunião. 
O diretor financeiro da AMARXV, Sérgio Kopch, fez a prestação de contas da associação, demonstrando um resultado positivo de pouco mais de R$ 1 mil em caixa. No final, a vice-presidente Alessandra Schaldag anunciou o processo eleitoral na associação, previsto para junho de 2012. A foto é de Adilson Girardi.

sábado, 26 de maio de 2012

Fotos da manifestação da comunidade AMARXV

Os moradores da região de abrangência da AMARXV, no Vila Nova, realizaram manifestação neste sábado para protestar contra a paralisação das obras do Orçamento Participativo. Nenhuma das obras definidas pelos delegados foi concluída. Os moradores cobraram a conclusão das Praças da Rua Joaquim Girardi, Catarina Baumer, João Miers, Rodovia do Arroz e da reforma e ampliação do Posto de Saúde. Prevendo a manifestação, a Prefeitura mandou alguns funcionários da Conurb em duas praças. Na praça da Rua Catarina Baumer, quatro funcionários chegaram às 10 horas da manhã, com uma pá e uma picareta, para começar as obras da praça. Às 16 horas, depois da manifestação, os funcionários foram embora. Abaixo, algumas fotos do protesto.

 



quinta-feira, 24 de maio de 2012

Terrenos baldios servem de depósito de lixo e entulhos

Tem se tornado prática comum a utilização de terrenos baldios para depósito de lixo e entulhos. Na Rua Bento Torquato da Rocha, imediações da terceira lateral, um lote de esquina tem servido como depositário de restos de construção, galhos de árvores, sacos de lixo. Comerciantes e moradores da região se mostram preocupados principalmente pelo fato de que em alguns dias o lixo é queimado no local, levantando labaredas de fogo que passam muito perto dos fios de energia elétrica. "Aqui não permito que ninguém solte pipas, porque se enroscar nos fios, que já devem estar desencapados pelo foto, pode ocorrer uma tragédia", explicou um dos comerciantes da região. A falta de uma política pública acessível para dar destino aos resíduos da construção civil nos bairros da cidade, aliada ao alto preço de locação das caçambas (em torno de R$ 100,00 por dois dias), fazem com as pessoas procurem terrenos baldios para se livrar dos entulhos. O ideal, na opinião do blog, seria que as Secretarias Regionais disponibilizassem um serviço quinzenal, ou até mensal, para o recolhimento de entulhos, que seriam depositados em um aterro público ou até mesmo em uma cooperativa de reciclagem destes resíduos. A foto é de Adilson Girardi.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

AMARXV prepara manifestação para sábado

Associação prepara faixas e cartazes para protestar sábado
Revoltada com o descaso da Prefeitura no bairro Vila Nova, a diretoria da Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, está convocando os moradores para uma manifestação no próximo sábado, a partir das 14 horas, no terreno da praça da Rua Catharina Baumer. Segundo a diretoria da Associação, foram esgotadas todas as tentativas de negociar uma solução amigavelmente. "Várias reuniões foram realizadas, com a presença de representantes da Conurb e da Secretaria Regional, que prometeram para março a conclusão das praças e o início da reforma e ampliação do Posto de Saúde. Mas até agora nada aconteceu", disse Yoshico Devegili, presidente da entidade. De acordo com os diretores, depois do prazo vencido, parte da diretoria chegou a ser recebida em audiência na Conurb, "mas foram só mais promessas", destacou um dos diretores. A Associação até tentou agendar uma reunião com o prefeito e secretários da Fazenda e Planejamento, para tentar encontrar uma solução para liberar as obras do Orçamento Participativo de 2010. O ofício encaminhado há 30 dias não teve resposta. Os moradores reivindicam o início imediato das obras definidas no Orçamento Participativo de 2010, que são a da Praça Catharina Baumer, Praça Joaquim Girardi, Praça da Rua João Miers, Praça da Rodovia do Arroz esquina com Estrada Dedo Grosso e Reforma e Ampliação do Posto de Saúde. 

sábado, 19 de maio de 2012

Representante do Vila Nova na Olimpíada do Senai

Para Thiago Arthur Cunha, 20 anos, o mundo não tem cor, mas é repleto de sabores, sons e cheiros. Ele começou a perder a visão quando tinha um ano e três meses, devido a um retinoblastoma cerebral. Por causa do tumor, ele precisou retirar o olho esquerdo e tem apenas 3% de visão no olho direito, que foi prejudicada por causa das sessões de quimioterapia e radioterapia.
A ausência de um dos sentidos trouxe algumas barreiras que Thiago precisou ultrapassar ao longo dos anos, mas, de certa forma, não lhe faz falta. “Eu não sei como é enxergar. Perdi a visão quando era muito pequeno e não lembro dessa época”, explica. O jovem, que se formou no ano passado no curso técnico de informática, na unidade Norte do Senai, foi convidado há algumas semanas para participar da Olimpíada do Conhecimento e, desde então, treina todas as tardes.
Durante a manhã, três vezes por semana, Thiago faz aulas de teoria musical e bateria na Casa da Cultura. Segundo o professor Silvio Luis de Sousa, que está orientando-o para a competição, Thiago sempre foi um aluno muito dedicado. “Foi um desafio porque era uma coisa nova para mim e também tive que me adaptar. Ele tem os demais sentidos muito desenvolvidos. Aprendi muito com ele”, conta Silvio.
Nas próximas semanas, a ordem é aumentar o tempo dos treinos. “Ele tem um desafio pela frente. Sei que tem um pessoal que já está bem preparado”, pondera Silvio. E desafio é algo que Thiago já está craque em vencer. “A vida não é fácil para ninguém. Depende muito de como nós encaramos”, ensina. Fonte: A Notícia (www.an.com.br)

Acostamento precário representa risco de acidentes na XV

 O acostamento da Rua XV de Novembro, no Vila Nova, está em estado precário em alguns trechos. A demora na manutenção com a equipe tapa-buracos faz com que se formem verdadeiras crateras ao longo da rua, representando risco iminente de acidentes. As fotos são do dia 19 de maio. 




sexta-feira, 18 de maio de 2012

Bandoneon Fest neste domingo no Rio da Prata

Festa motivou muitos jovens a aprender a tocar bandonion
Já começaram os preparativos para a Bandoneon Fest, em Joinville, que neste ano contará com tantas atrações que os organizadores decidiram construir um palco giratório. — Assim, enquanto um grupo está tocando, o outro já se prepara —, diz Dionisio Trapp.
Criador do evento, foi Trapp quem confeccionou o palco movido à manivela. Ele terminou de montar e testar o equipamento esta semana, nos fundos da casa onde mora, no bairro Vila Nova.
Mais de 90 instrumentistas de todo o País e do exterior devem subir ao palco do evento, que será realizado neste domingo, das 8h30 às 19h30, na Sociedade Rio da Prata, em Pirabeiraba. — Só de Joinville, são 33 participantes —, ressalta Joraia Trapp, que auxilia o marido na organização do evento e orgulha-se em manter a viva a tradição do bandônion.
O casal conta que a festa, que chega à 12ª edição, resgatou a paixão de muitos joinvilenses pelo instrumento, criado na Alemanha, em 1849, e trazido na bagagem por imigrantes que colonizaram a região. Dionisio conta que o instrumento, apesar de tradicional, andava meio esquecido. — Muitos idosos já tinham até vendido o instrumento, mas, com a festa, resolveram voltar a tocar. Além disso, Joraia afirma que a festa entusiasmou muitos jovens a aprender a tocar bandônion. A sobrinha do casal é um exemplo disso. Gabriela Trapp, 14 anos, há três anos já se apresenta na festa.
— Ela é a mais jovem entre os músicos de bandônion. O mais velho tem 78 anos —, ressalta o organizador.
Este instrumento que une gerações e encanta todas as idades promete embalar os visitantes do evento deste domingo. Mas a comida típica não será esquecida com um almoço tradicional. O ingresso da festa custa R$ 10. Idosos pagam R$ 5 e crianças até 10 anos não pagam. O almoço típico servido em bufê custará R$ 20. O churrasco servido pela Sociedade Rio da Prata terá o preço de R$ 15. Fonte: A Notícia (www.an.com.br)

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Adolescente de 14 é flagrada vendendo drogas no terminal

— Eu vendia droga para ganhar dinheiro —, afirmou a adolescente de 14 anos apreendida por tráfico de drogas ontem à noite pela Polícia Militar no bairro Vila Nova, em Joinville. Ela foi flagrada vendendo oito pedras de crack para um usuário de 42 anos. A polícia identificou também o homem que entregava a droga para a adolescente. Além das pedras embaladas para venda, a polícia apreendeu mais uma pedra maior de crack. Os dois foram levados para a Central de Polícia. O tráfico estava acontecendo nos fundos do terminal de ônibus na rua 15 de Novembro. O usuário confirmou que comprou a droga da menor e disse que o crack seria entregue a um conhecido dele. A garota disse ainda que é usuária de maconha e começou na atividade ilegal há pouco tempo. Ela estuda em uma escola do bairro e mora com o pai que, segundo ela, não tem conhecimento sobre o tráfico. O suspeito identificado como responsável pela droga, de 25 anos, responderá por tráfico de drogas e corrupção de menores. Ele foi levado para o Presídio Regional. Fonte: A Notícia on line. (www.an.com.br)

Situação de calçada depois de obras

O leitor José Silva encaminha foto da situação de calçada após obras de empreiteira que trabalha para a Cia Águas de Joinville. A calçada é em frente à Verdureira Zanotti, na rua XV de Novembro, Vila Nova. 



terça-feira, 15 de maio de 2012

Comunidade garante permanência de Posto de Saúde Rural


Em reunião que contou com a presença da Associação de Moradores Rural do Santo Antônio, da Associação de Moradores do Alto da Rua XV (AMARXV), moradores e lideranças comunitárias, ficou definido que o Posto de Saúde Rural vai permanecer na comunidade do Santo Antônio. A definição começou a ser desenhada já na primeira reunião, realizada na Sociedade Palmeiras há pouco mais de 30 dias. Naquela oportunidade as duas associações já haviam manifestado o descontentamento com a ideia da Secretaria da Saúde de transferir o posto para outro local. A justificativa apresentada na época era a falta de telefone, computadores e Internet no local. Um dos gestores chegou a dizer que o custo de implantação de telefone seria mais cara que a própria construção de um novo posto de saúde. 
Porém, na noite desta terça-feira a verdade veio à tona. Através de um empresário do Vila Nova, os serviços de telefonia e Internet serão instalados de graça, sem nenhum custo para a Prefeitura ou para os moradores. Dian
te disso, não restou alternativa senão a de admitir que não há mais necessidade de transferir o equipamento, muito importante para a comunidade. Uma vitória da mobilização comunitária. 
O segundo assunto da reunião foi a implantação de rede de água tratada para os moradores da região rural. Representantes da Companhia Águas de Joinville disseram que existe um projeto em estudo e que seria necessário pelo menos 30 dias para uma manifestação concreta da Companhia. Segundo os técnicos, para estender a rede de água os custos de implantação devem ser assumidos em parte pelos moradores. O padre Osmar, pároco da comunidade, reivindicou que a instalação fosse sem custo para os moradores, uma vez que se trata de serviço essencial para os moradores. O representante da CAJ ainda comentou que será necessário pagar o custo da passagem dos canos ao Estado, pois a Rodovia do Arroz é estadual. Adilson Girardi, representando o jornal Notícias da Vila, lembrou aos presentes que 30% da água que abastece Joinville sai dos mananciais do Rio Piraí e são os agricultores da região rural que ajudam, a muito custo,  a preservar estes mananciais. "Nada mais justo do que pelo menos esses agricultores terem direito à água tratada", disse.
Os moradores também cobraram das autoridades presentes melhoria nos acessos existentes na Rodovia do Arroz. Foram orientados pelo Secretário Regional a encaminhar as solicitações ao Departamento de Infra-estrutura do Estado - Deinfra.

Prefeitura anuncia construção de dois CEIs no Vila Nova

A Prefeitura de Joinville anunciou em sua homepage a construção de seis CEIs para a cidade, com recursos do PAC 2. Segundo a nota divulgada na tarde de hoje, dois destes equipamentos serão construídos no Vila Nova.  Os outros bairros beneficiados seriam o Jarivatuba, Aventureiro, Costa e Silva e Jardim Iririú. Todos os prédios serão executados dentro do projeto-padrão “B”, que tem capacidade de atendimento de 120 crianças em período integral ou de até 240 crianças distribuídas nos turnos matutino e vespertino. Em várias reuniões realizadas pela Associação de Moradores do Alto da Rua XV foram solicitadas ações neste sentido. Numa delas, com a presença do ex-secretário de Educação Marcos Aurélio Fernandes, foi encaminhado ofício solicitando mais CEIs para o bairro. O problema desta e de outras obras que a Prefeitura vem anunciando para o Vila Nova é o prazo.  No caso dos CEIs, a atual fase é de organizar e enviar a documentação exigida pelo MEC e aguardar a época para abrir as licitações necessárias. Em outras obras anunciadas, como de pavimentação no Loteamento Penski, representantes da Prefeitura dizem que pode haver demora de 4 a 8 meses, ou seja, para depois das eleições ou até mesmo para o ano que vem.  Vamos torcer para que aconteçam.

Futebol feminino da Escola Anaburgo é medalha de bronze

As alunas do 6º e 9º ano da Escola Municipal Anaburgo conquistaram o terceiro lugar no Campeonato de Futebol de Campo Feminino dos 14º Jogos Escolares, promovido pela Fundação de Esportes (Felej). Participaram da competição escolas públicas e particulares de Joinville. Os parabéns do Blog às alunas, professores e direção da escola. Fonte e foto: Blog da Escola Municpal Anaburgo.
(http:// emanaburgojoinville.blogspot.com.br)


segunda-feira, 14 de maio de 2012

Parque XV em situação de abandono

Numa rápida passagem por algumas ruas do Parque XV de Novembro percebe-se o estado de abandono que se encontra a região. Num dos registros rua utilizada para reciclagem de lixo. Em outra foto, entulhos depositados em terreno que era para abrigar equipamento do Orçamento Participativo. Na última foto, a situação da praça localizada ao lado da Escola Karin Barkemeyer.  Os registros foram realizados por Adilson Girardi, dia 14 de maio de 2012.




sábado, 12 de maio de 2012

Notícias da Vila de Maio

Já circula nos principais pontos comerciais do Vila Nova a edição de maio do jornal Notícias da Vila.

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Fotos do primeiro dia de atividades na Festa do Arroz

Hoje começou a Festa do Arroz. A primeira atividade do dia foi a Oficina de Alimentação Saudável a base de Arroz, com a participação de 25 mulheres, no Galpão de Festas da Igreja Cristo Rei. Logo mais à noite, às 18 horas, inicia o Seminário do Arroz.  Fotos de Adilson Girardi.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Vereadora questiona demora nas obras do binário

Moradora do Bairro Vila Nova, dia 3 de maio foi a vez de a Vereadora Tânia Eberhardt (PMDB) demonstrar na tribuna toda a sua indignação com o atraso na execução das obras do binário do bairro. O principal motivo da revolta diz respeito ao fato de o ex-presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj), hoje atuante na Companhia Águas de Joinville dizer desconhecer o sentido do projeto, sendo que o mesmo foi feito durante a sua gestão. Fonte: Câmara de Vereadores de Joinville (www.cvj.sc.gov.br) 

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Polenta com galinha na Escola Bernardo Tank

Tremores de terra assustam moradores de Pirabeiraba

Os moradores de Pirabeiraba sentiram quatro tremores, um seguido do outro, por volta de 21 horas deste sábado. Segundo a coaching Lena Souza, que mora no Distrito, o primeiro foi bastante intenso e os outros três mais fracos. As pessoas ficaram muito assustadas e saíram para a rua.— Chegaram a comentar em queda de avião, terremoto e até a queda de meteoro — comentou Lena. Daniele Cristine Sumech estava na casa dos pais, perto do KM 86 da Serra Dona Francisca, e também diz ter ouvido estrondos muito fortes. Ela relatou que, em princípio, os moradores pensaram se tratar de um acidente, todos saíram de casa para verificar, mas não havia nada na estrada. — Por questão de segurança, estou levando meus pais para meu apartamento no centro de Joinville porque não fazemos ideia do que pode ter acontecido. A princípio, nenhuma casa ficou danificada com os tremores. — Apenas alguns quadros de algumas residências ficaram tortos na parede. Está todo mundo atrás de respostas — revelou Lena. As regiões do Quiriri e do Rio Bonito teriam sentido os tremores, mas com menos intensidade. A Polícia Rodoviária Estadual afirmou que realizou uma ronda no local junto com a Polícia Militar, Defesa Civil e Corpo de Bombeiros, mas nada foi encontrado.

Geólogo não acredita que ocorram novos tremores

O geólogo Fernando Tavares, da Defesa Civil de Joinville, não acredita que novos tremores de terra serão registrados na região de Pirabeiraba. Foram percebidos 12 tremores entre sábado e domingo por moradores das margens da SC-301, na região da Serra Dona Francisca (o último só foi divulgado nesta segunda por ter sido percebido por volta das 21 horas de domingo). Na manhã desta segunda-feira, membros da Defesa Civil estiveram novamente em uma das áreas onde o fenômeno foi constatado, no km 86 da rodovia. Fernando Tavares fez marcações da localização em um GPS. Ele pretende passar as coordenadas para operadores de sismógrafos — equipamentos que registram ondas sísmicas — na Universidade de Brasília e na Usina Hidrelétrica de Salto Pilão, entre os municípios de Apiúna, Ibirama e Lontras. —Primeiro precisamos ter os dados para tentar localizar o epicentro do tremor. Depois, poderemos investigar a região em busca de mudanças visíveis, como um ponto de drenagem ou mudança em um rio—, afirma. Segundo Tavares, é consenso entre os geólogos que a sequência de tremores foi resultado do alívio de pressão acumulada entre rochas. Como os primeiros tremores comunicados à Defesa Civil foram mais fortes do que o último, registrado no domingo, a tese é de que o solo voltou a ficar estável.
—Trata-se de um fenômeno natural. É importante que todos fiquem calmos. Isso é uma acomodação das rochas, não há nada de errado nessa região—, explica Tavares.  A Defesa Civil faria um sobrevoo em Pirabeiraba nesta segunda-feira, mas a possibilidade foi descartada pela manhã por causa da grande quantidade de nuvens na serra. Fonte: Jornal A Notícia (www.an.com.br)

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Homenagem às mães

O Conselho Local de Saúde Vila Nova Centro com o apoio da Unidade de Saúde, vai promover uma tarde de atividades em homenagem as Mães. Entre as atividades previstas, haverá  Roda de conversa Sobre Saúde da Mulher,  Exame de mama, vacinação de idosos, medição de Pressão Arterial e IMC,  Oficina de Sucos naturais, e  Sorteio de Brindes. Também será servido um café com coquetel oferecido pela Farmácia Santa Rita, do Vila Nova. O evento será realizado dia 9 de maio, quarta-feira, às 14 horas, no Salão da Paróquia Nossa Senhora Medianeira.

terça-feira, 1 de maio de 2012

Estrada dos Suíços serve de depósito de lixo

Por ser um local sem residências próximas, com vegetação dos dois lados, a Estrada dos Suíços, no seu trecho final, se transformou em local preferido para alguns irresponsáveis despejar todo tipo de lixo e entulho. O que mais surpreende é que até sacos de lixo são depositados à beira da rua, quando a poucos metros dali poderiam ser recolhidos pelos caminhões da empresa que executa a coleta de lixo. Abaixo, algumas cenas dos absurdos que vêm acontecendo na região. As fotos são de Adilson Girardi.