circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Pastor promove exposição com 60 trabalhos natalinos

No que depender do pastor luterano Roberto Luís Schulz, Joinville será conhecida como a “Cidade dos Presépios” daqui alguns anos. Para isso, ele plantou a semente em sua paróquia, na Comunidade Luterana Bom Jesus de Vila Nova – a julgar pelas mais de 60 peças montadas para essa primeira exposição, o pastor já ganhou alguns adeptos. “Acredito que umas 150 pessoas participaram da montagem. O pessoal abraçou mesmo”, comemora.
Entre presépios tradicionais, feitos com peça de cerâmica, alguns se destacam pela criatividade. Barro queimado, biscuis, madeira, isopor com massa acrílica, tecidos, cartazes e até mesmo o interior de um côco deram forma para a imagem da Sagrada Família recebendo a visita dos Reis Magos. “A proposta era fazer a comunidade pensar no verdadeiro sentido do Natal. Cada um criou seu presépio do jeito que queria e o resultado foi bastante interessante”, aponta o pastor.
A exposição contou a participação de 60 crianças e das integrantes da OASE (Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas), como a dona de casa Waltraut Kiltzke, responsável pela criação do presépio colocado na entrada da paróquia. “É muito importante mostrar que o Natal não é só Papai Noel e presente”, analisa.
As participantes da OASI foram algumas das que mais contribuíram para a exposição de presépios. O grupo se reúne duas vezes por mês para liturgia e criação de trabalhos manuais, como bordados, crochê e patch-work. Todos os produtos são vendidos em bazares na comunidade, e a renda é utilizada para ajudar em projetos sociais e compra de materiais para novas criações.
Waltraut considera a montagem do presépio como um “desafio” lançado pelo pastor Roberto. “A única coisa que pedi era uma estrutura de madeira para o estábulo, mas eu criei os outros elementos”, explica. As imagens de José e Maria foram criadas como bonecos de pano forrados com tecido e costurados, enquanto o menino Jesus é representado por uma boneca de plástico. “O que se faz com prazer não dá trabalho. Espero que as outras pessoas que viram esse ano participem da montagem no ano que vem”, conclui a dona de casa. Fonte: Notícias do Dia on line

Nenhum comentário: