circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sábado, 29 de outubro de 2011

Escolas municipais iniciam matrículas nesta segunda-feira, dia 31/10

As escolas da rede municipal de ensino começam a receber matrícula dos novos alunos a partir desta segunda-feira (31/10). A Secretaria de Educação de Joinville está utilizando como critério o zoneamento, o que faz com que as crianças estudem mais próximas de suas casas.
Para alunos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental o período de matrícula é de 31/10 a 4/11. No ato da matrícula é necessário apresentar certidão de nascimento do aluno, comprovante de residência e atestado de frequência caso venha transferido de outra escola. Alunos de turmas intermediárias irão fazer suas matrículas nas escolas de origem seguindo o critério do zoneamento da nova unidade.
Nos Centros de Educação Infantil (CEIs) o período de cadastro para novos alunos é de 3 a 11 de novembro.
Após o cadastro, entre os dias 16 e 18 de novembro, será feita a seleção dos novos alunos. Dentre os critérios de ingresso há prioridade para famílias com fator socioeconômico de baixa renda e vulnerabilidade das crianças. Em algumas regiões da cidade já é possível atender toda a demanda, mas ainda há dificuldade de atendimento às crianças. A divulgação dos alunos selecionados será realizada no dia 21 de novembro, nas unidades escolares.
Os cadastros serão realizados nos CEIs, no horário de funcionamento, com exceção das seguintes unidades, localizadas no bairro Costa e Silva: CEI Peter Pan, CEI Pequena Sereia, CEI Branca de Neve, CEI Girassol, CEI Sonho de Criança, e CEI Alzeir Pacheco. Os cadastros para as unidades citadas serão realizados no Centro Comunitário, na rua Sanhaçu, 225, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

AMARXV discute trânsito e Orçamento Participativo nesta segunda

A segurança no trânsito na Rodovia do Arroz e a situação das obras do orçamento participativo no Vila Nova serão o tema da Assembleia Geral Ordinária da Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, nesta segunda-feira, dia 31 de outubro, na sede da Sociedade Palmeiras.  Para falar sobre os temas foram convidadados representantes do Departamento Estadual de Infra-Estrutura - Deinfra (Sr. Afonso) o delegado do orçamento participativo (Sr. Tadeu), o gerente de Praças e Jardins da Conurb (Sr. Luiz Carlos) e o Secretário Regional do Vila Nova (Sr. Dário). De acordo com a vice-presidente da Associação, Alessandra , a questão da segurança envolve a solicitação de um redutor de velocidade no início da Rodovia do Arroz em direção à Estrada Anaburgo, onde já ocorreram dois acidentes envolvendo caminhões. Outro pedido a ser feito ao Deinfra é que seja colocada iluminação no viaduto da Rodovia do Arroz com a BR 101, para proporcionar mais segurança para pedestres e ciclistas e transitam no local.
Para a Conurb a AMARXV vai solicitar informações concretas referentes à implantação das praças definidas no Orçamento Participativo de 2010. Das quatro praças aprovadas pelos delegados, até agora nenhuma delas teve as obras iniciadas.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Prefeitura atende abaixo assinado de moradores

Depois de 7 meses da entrega de um abaixo-assinado elaborado por 80 moradores a Prefeitura de Joinville iniciou as obras de drenagem nas ruas do Loteamento Jardim Florêncio. A região era constantemente afetada por alagamentos, principalmente na Rua Helmut Teichert e Rua Pastor Lioeses Domiciano, e nos últimos anos o problema vinha se agravando por conta do assoreamento da tubulação existente. O documento, elaborado pelos moradores Gerson Cipriano e João Carlos,  e subscrito pelos demai moradores foi entregue na Secretaria de Infra-Estrutura Urbana (Seinfra) em 14 de março de 2011. O problema dos alagamentos na Rua Helmut Teichert foi divulgado pelo Jornal Notícias da Vila e pelo blog Circulando na Vila em fevereiro e março de 2011.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Moradores definem local para capela mortuária

Em reunião que contou com a presença de 40 representantes da comunidade do Vila Nova e região, ficou definido através de votação o local para a construção da capela mortuária do bairro. Após uma apresentação de todo o processo, realizada pelos coordenadores do evento, Adilson Girardi e Elpídio Zimmermann, onde foram apresentadas as opções de local, as vantagens e desvantagens de cada um e ainda uma explicação de representante da Fundema sobre o assunto, a maioria dos moradores decidiu optar pelo terreno localizado na Rodovia do Arroz, esquina com Estrada dos Suíços. Um dos pontos que mais pesou na escolha dos moradores foi em relação à área de estacionamento, praticamente inexistente junto ao cemitério. Já no terreno escolhido há uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados que podem servir de local para estacionamento. Um dos fatores que também contribuiu para a escolha foi a questão do terreno da Estrada dos Suíços estar numa região centralizada, praticamente na mesma distância entre todos os cemitérios da região. O próximo passo agora é a definição do comitê que vai buscar recursos para a implantação do equipamento. A próxima reunião ficou marcada para o dia 27 de outubro, também na Sociedade Palmeiras. O encontro é aberto para todos os que estiverem interessados em participar.
Na enquete realizada pelo blog, o resultado foi bem diferente do que os moradores decidiram na reunião. Praticamente 75% dos internautas que participaram da consulta marcaram a opção 2, ao lado do Cemitério, para a construção da capela. Um dos motivos deste resultado provavelmete tenha sido o desconhecimento dos prós e contras de cada uma das opções, o que ficou bem esclarecido na reunião presencial com a comunidade.

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Mais uma promessa de liberação de recursos para o Binário

A liberação dos R$ 40 milhões do financiamento do BNDES ficou mais perto ontem. A Secretaria do Tesouro Nacional autorizou o banco federal a emprestar o dinheiro para o governo do Estado bancar obras viárias em Joinville. A Prefeitura entra com as desapropriações. Agora, o financiamento “volta” para o BNDES para o análise final. “Coisa de dias”, resume, otimista, o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande. O desembolso dos R$ 40 milhões é feito conforme a realização dos serviços. A primeira obra é o binário do Vila Nova, licitada no ano passado. Como o contrato precisa ser reajustado pela inflação, a obra custará pouco mais de R$ 9 milhões (inclui a duplicação de um quilômetro da Quinze de Novembro. A empresa vencedora, a Infrasul, diz que inicia a obra no dia seguinte ao da liberação da ordem de serviço. Também foram licitadas duas consultorias para supervisionar as obras. Somados, os serviços vão custar R$ 5,3 milhões. Fonte: Jornal A Notícia (coluna Jefferson Saavedra)

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Escolas do Vila Nova iniciam período de rematrícula

Algumas escolas do bairro já iniciaram o período de rematrícula para 2012. Uma delas, a Valentim João da Rocha, já anuncia em seu blog (emvjr.blogspot.com) as datas e os documentos necessários para os alunos que pretentem se rematricular. O Vila Nova conta hoje com uma escola estadual e cinco escolas municipais no perímetro urbano. Para o ano que vem, existe o projeto para construção de uma unidade do Estado, com ensino profissionalizante, na Rua Bento Torquato da Rocha, sendo esta uma conquista da AMARXV. O terreno já foi doado pelo Município e agora a Associação vai buscar a agilização do início da obra junto à Secretaria de Educação Estadual.  A foto é de uma aula na escola Valentim João da Rocha.

sábado, 15 de outubro de 2011

Semana para definir local da capela mortuária no Vila Nova

É nesta semana, quinta-feira, dia 20 de outubro, que ocorre a reunião para definição do local onde a comunidade vai construir a capela mortuária para a região do Vila Nova. O encontro, marcado para iniciar às 19h30, no salão da Sociedade Palmeiras, na rua Ricardo Baumer, s/n, servirá para a população do bairro conhecer o projeto, as restrições existentes em relação a realização de velórios em casas e igrejas, as possibilidades de ajuda da Prefeitura, os locais pré-definidos para sediar o equipamentos e, no final, decidir onde é mais viável investir. Nas reuniões preliminares já realizadas por lideranças comunitárias, foi consenso geral a ideia de não construir a capela no meio de algum loteamento, para não prejudicar os moradores do entorno. As opções que restaram foram duas: em um terreno localizado na Rodovia do Arroz, esquina com Estrada dos Suíços e em imóvel localizado junto ao cemitério Cristo Rei, também na Rodovia do Arroz. Em ambos os locais há necessidade de investimentos aproximados de R$ 100 mil, seja para construção ou para adaptação da estrutura já existente.

domingo, 9 de outubro de 2011

Notícias da Vila de Outubro











A edição impressa do Notícias da Vila pode ser encontrada no comércio do Vila Nova, nas escolas, locadoras e farmácias. Clique sobre a imagem para ampliar o tamanho.

sábado, 8 de outubro de 2011

Associação da Estrada dos Morros reivindica obras

 Em reunião que contou com a presença maciça dos moradores da região, a Associação de Moradores da Estrada dos Morros - AMEM, reivindicou a construção de galerias no rio que corta a região e tem transbordado a cada nova enxurrada. O representante da Secretaria Regional do Vila Nova, Valdecir Wemuth, disse que não havia previsão de recursos para implantar a obra. Valdecir se prontificou a levar o assunto ao Secretário para que seja viabilizada uma solução. Outro pedido que os moradores iriam fazer era em relação aos estragos provocados pelas obras de implantação da nova rede adutora do Piraí. A reivindicação não pode ser feita porque os representantes da Companhia Águas de Joinville, convidados para participar da reunião, não compareceram. Um dos temas que também fez parte da pauta da assembleia foi a pavimentação da Estrada Comprida, obra que deve receber recursos de emendas parlamentares do Governo Federal, com contrapartida do Município. Ainda não há data para o início das obras. No final, o presidente da AMEM, Dionisio Trapp, sorteou um bolo entre as mulheres presentes na reunião e logo em seguida houve confraternização com um coquetel. As fotos são de Adilson Girardi.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Mais um acidente com caminhão na Rodovia do Arroz

Caminhão com carga de cal quase atingiu residência
Um caminhão tombou na madrugada de quinta para sexta-feira (7/10) na Rodovia do Arroz, no Vila Nova, praticamente no mesmo local onde já havia ocorrido acidente há cerca de um mês. O local, que tem uma curva acentuada, fica a 100 metros da entrada da Estrada do Atalho e sofreu intervenção com as obras do prolongamento da SC 413. O proprietário da casa localizada nas imediações, que inclusive foi atingida no primeiro acidente, está preocupado com a segurança da sua família e solicita providências do Deinfra pra sinalizar aquele trecho como um lugar perigoso para trafegar. O motorista sofreu apenas um ferimento na perna e conseguiu sair do veículo sozinho. Parte da carga de cal caiu no terreno de uma casa que fica às margens da pista. Os moradores acordaram assustados com o barulho. A foto é de Salmo Duarte.




quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Regional do Vila Nova conclui obras em duas pontes

As obras de levantamento das cabeceiras das duas pontes da Estrada do Salto 1, na área rural do bairro Vila Nova, estão na fase final devido ao apoio da equipe de Pontes da Unidade de Obras da Seinfra.
As pontes foram totalmente reconstruídas e ficaram bem mais altas. As antigas, danificadas pelas cheias, eram muito baixas e deixavam a região isolada quando aconteciam as cheias do rio, pois ficavam apenas dois metros acima do leito do rio. "Quando chovia muito, o rio cobria as pontes e a população daquela região ficava isolada. Agora, este problema acabou", destaca o supervisor de serviços da Secretaria Regional da Vila Nova, Valdecir Vemuth.

As cheias do rio do Salto, ocorridas no mês março, causaram grandes prejuízos à infraestrutura da região rural da Vila Nova. A Prefeitura, por intermédio da regional da Vila Nova, trabalha intensamente nas obras com o objetivo de devolver tranquilidade e segurança aos moradores daquela localidade.

Só neste ano, já foram reconstruídas e recuperadas 11 pontes nas estradas Salto 1, Salto 2, Blumenau e Motucas. Além das pontes, as equipes da Secretaria Regional da Vila Nova também estão trabalhando na adequação das vias às novas alturas das pontes. O término do trabalho e a inauguração dessas obras devem acontecer, se o tempo colaborar, ainda no mês de outubro. Fonte: Prefeitura de Joinville

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Encontro dos Amigos do Blog

Encontro de amigos do blog teve até grupo musical
Como ocorre todas as últimas sextas-feiras do mês, os amigos do blog Circulando na Vila se reuniram para confraternizar. Desta vez o encontro ocorreu na chácara do colega Acácio Schroeder, na Estrada Piraí, zona rural do Vila Nova. Cerca de 80 pessoas compareceram e colaboraram com um kg de alimento não perecível, que será distribuído a comunidades carentes de Joinville. No mês de setembro, a entidade beneficiada foi o Lar Galiléia. Neste mês de outubro, a cesta será entregue no bairro Espinheiros, para comunidade que trabalha com ressocialização de ex-prisidiários. Este blogueiro agradece o apoio que tem recebido e aproveita para convidar para a próxima reunião, que será realizada no dia 28 de outubro, em local ainda a ser definido pelos organizadores.

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Festa para as crianças

A Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, promove no dia 12 de outubro uma festa para crianças, em homenagem à passagem de seu dia. O evento será uma rua de lazer, na Rua Paulo Penski (penúltima lateral da Rua XV à direita, antes da Rodovia do Arroz). Segundo os organizadores, haverá brincadeiras, equipamentos de lazer, distribuição de brindes, guloseimas. Mais detalhes da festa na edição do Notícias da Vila, que circula no próximo final de semana (dias 8 e 9 de outubro).

domingo, 2 de outubro de 2011

Gestão Compartilhada Vila Nova discute zoneamento do bairro

Lideranças, empresários e comerciantes participam das reuniões
O Gestão Compartilhada da Vila Nova discutiu na reunião da última semana de setembro (dia 28/9) as questões envolvendo o zoneamento do bairro. A palestra ficou por conta do arquiteto Murilo, da Fundação Ippuj, que falou do projeto de lei que a Prefeitura vai encaminhar ao Legislativo propondo uma nova lei de ordenamento territorial. O documento, elaborado pelo IPPUJ, foi amplamente discutido por todas as sete Câmaras do Conselho da Cidade. A nova legislação regulamenta os diferentes usos e formas de ocupação em todo o território do município, estabelecendo parâmetros urbanísticos para que essa ocupação ocorra de forma ordenada e sustentável. O prazo para a entrega do projeto da nova lei na Câmara de Vereadores se encerra em 22 de outubro.

As principais novidades em relação à legislação anterior são:

- Diversificação dos usos no território;

- Utilização do sistema internacional para enquadramento das diversas atividades econômicas;

- Regulamentação dos condomínios, com exigência de doação de áreas públicas para os condomínios de grande porte;

- Definição das áreas onde serão aplicados os instrumentos urbanísticos de Outorga Onerosa do Direito de Construir e Transferência do Direito de Construir;

- Regulamentação das áreas rurais de transição residenciais, industriais e especiais.

Enquete aponta necessidade de pediatra no Vila Nova

Encerrada a enquete do mês de setembro, os números apresentados apontam para a necessidade de mais pediatras no posto de saúde do bairro. Um total de 25 pessoas se manifestaram através do voto. Para 48% dos votantes (12 pessoas) o pediatra é o profissional mais em falta. Em segundo lugar, com 28% das indicações (7 pessoas), clínica geral é a área mais afetada. Em terceiro, com 4 votos (16%) ficou a opção geriatra. Duas pessoas (8%) votaram na opção ortopedista. Na área da ginecologia não houve menções.
A enquete do mês de outubro já está no ar. Neste mês queremos saber a opinião da comunidade sobre o local onde será construída a capela mortuária. São duas as opções: Em terreno localizado na esquina da Rodovia do Arroz com Estrada dos Suíços ou na Rodovia do Arroz ao lado do cemitério Cristo Rei. A comissão pró-capela vai realizar consulta popular no dia 20 de outubro, na Sociedade Palmeiras.