circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

sábado, 27 de agosto de 2011

Um padre empreendedor no Vila Nova

Natural de Laurentino, cidade do interior de Santa Catarina, de onde saiu para cursar o seminário aos 13 anos, o Padre Osmar de Oliveira seguiu uma longa trajetória antes de se estabelecer como pároco da comunidade católica do Vila Nova. A trajetória começou por cidades paranaenses. Sempre em estudo, ficou seis anos em Irati, mais um ano em Curitiba, e depois cursou a faculade de Filosofia em Ponta Grossa. Em Santa Catarina, realizou o curso de Teologia no Itesc, que na época funcionava junto à Universidade Federal de Santa Catarina, na capital do Estado. Foi ordenado padre em 27 de janeiro de 1990, pelo bispo Dom Tito Buss. Designado pároco da Paróquia Rio Branco do Sul (PR), administrava um contingente de 75 capelas. Depois disso partiu para trabalho missionário e durante 5 anos esteve fazendo missões em Santa Catarina, Paraná e no Paraguai. Também foi pároco durante um ano em Reserva (PR) e colaborou em cursos de formação em Botiatuba (PR).
Em Joinville, chegou em outubro de 1999, na igreja Cristo Ressuscitado, no Floresta. Chegou a ser pároco ecônomo na diocese da cidade por seis anos e em 13 de julho de 2008 foi designado para trabalhar no Vila Nova. No bairro, tem se esforçado para reformar as 8 capelas da comunidade. Com espírito empreendedor, tem conseguido forte apoio junto à comunidade para alcançar seus objetivos.

3 comentários:

Zabot disse...

Padre Osmar

Gente finíssima. Alto astral. Tudo o que prega, vive intensamente; percebe-se. Compartilha. Comunga. Solidariza-se.
Com diria Dom Helder Câmara, segue a máxima:
1 - Amar a Deus sobre todas as coisas;
2- E amar ao próximo como a si mesmo.
Que tê-lo no Vila Nova Padre Osmar.

Abraço

Onévio Antonio Zabot

Zabot disse...

Padre Osmar

Relendo a mensagem sobre o Padre Osmar, permitam-me completar a última frase.

Quis dizer...

Que bom tê-lo no Vila Nova Padre Osmar.

Abraço

Onévio

elpidiozim disse...

Me sinto uma pessoa abençoada, mais abençoada, por conhecer o Padre Osmar e saber que ele tem o dom de estar sempre disposto a abraçar qualquer causa, por menor que seja. Quando conversamos não há limite de tempo, sempre tem mais uma mensagem, mais um "que Deus te abençõe". Hoje eu que digo : "Que Deus lhe abençõe e lhe dê muita saúde, para continuar aqui no Vila Nova por muito tempo.
Elpidio