circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

terça-feira, 7 de junho de 2011

Mais promessas para o Vila Nova

          Mais uma vez a diretoria da AMARXV e moradores do Vila Nova se reuniram para ouvir promessas. Desta vez, deputados e vereadores estiveram na assembleia promovida pela associação para dizer que as obras necessárias ao bairro já estão licitadas, recursos liberados, mas que o início das obras ainda dependia de uma assinatura aqui, outra ali, e assim por diante. Abaixo transcrevemos a reportagem publicada na edição de 7/6 do jornal Notícias do Dia. A foto ao lado é de Adilson Girardi.

        Moradores do bairro Vila Nova, um dos mais afetados pelas enchentes dos meses de janeiro e março em Joinville, se reuniram na noite de segunda-feira (6/6) com representantes da SDR (Secretaria de Desenvolvimento Regional) e da Defesa Civil, na Sociedade Palmeiras, no bairro Vila Nova, para cobrar soluções contra enchentes na região. Integrantes da AmarXV (Associação de Moradores do Alto da Rua 15) cobraram prioritariamente o desassoreamento do rio Águas Vermelhas, obra prometida desde as cheias de 2008, e a instalação de galerias na SC-413 (Rodovia do Arroz), perto do condomínio do programa Minha Casa, Minha Vida.  
          Os apelos dos cerca de 50 moradores presentes foram dirigidos em especial aos deputados Darci de Matos e Kennedy Nunes, aos vereadores Patrício Destro, Tânia Eberhardt e Zilnete Nunes, e ao secretário regional do Vila Nova, Dário Matthies. As autoridades comentaram o andamento das obras e projetos de futuros investimentos. E os moradores também foram informados que pelo menos um terço dos recursos enviados até o momento para obras de recuperação foram investidos no bairro. O gerente de projetos especiais da SDR, Afonso Ramos, informou que a galeria na SC-413 já está licitada e aguarda somente assinatura da ordem de serviço com a empresa WD Engenharia. 
              O trabalho deve começar em até dez dias, após a liberação da verba de R$ 100 mil, pela Secretaria da Fazenda estadual. “A ordem de serviço deve ser assinada na próxima sexta-feira e a empresa pode começar o trabalho”, informou. Para a engenheira do Deinfra (Departamento de Infraestrutura), Andreia Cristina Teixeira, é importante que o serviço seja feito em parceria com o município. “Não adianta ter a galeria se não for feito o desassoreamento do rio. O ideal é que as duas coisas sejam em paralelo”, comentou Andreia, que acompanhou o desenrolar do projeto enquanto estava na superintendência regional do Deinfra, em Joinville. 

Nenhum comentário: