circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

terça-feira, 3 de maio de 2011

Propriedade rural

Mais uma propriedade rural do Vila Nova vai passar para as mãos de uma transportadora. Desanimado com o baixo preço do arroz e alto preço dos insumos, conhecido agricultor da Rodovia do Arroz está vendendo seu imóvel, que provavelmente dará lugar a uma chácara particular. Esta prática tem se tornado comum, num tempo em que grandes agricultores, com mais capacidade de investimento em tecnologia e maior poder de compra, acabam inviabilizando os pequenos produtores. Às vésperas de mais uma Festa do Arroz, é um bom tema para meditar.

3 comentários:

luciane disse...

Pequenos agricultores são desvalorizados vistos apenas como "agricultura familiar"; Tem que ser peixe grande para acompanhar os desenvolvimentos tecnológicos!

Tarciso Jannig disse...

É muito triste a situação dos Agricultores considerados como "Familiar".
Da forma como se caminha no mundo e a veemente necessidade de produção de alimentos em grande quantidade, não tenho dúvidas que estamos caminhando para o fim dessa atividade em pequenas propriedades.
Lamentável, mas é um realidade..

Zabot disse...

Agricultura Familiar

Não fosse a agricultura familiar e, certamente, a fome campearia com maior voracidade mundo afora. Se hoje cerca de um bilhão de pessoas passam fome, sem a agricultura familiar, esse número subiria assustadoramente.
Pouco valorizada, pouco reconhecida, mas mesmo assim eficiente na producão de alimentos.
Tem razão Luiciane e Tarciso, interesses poderosos se sobrepõe: a especulação imobiliaria avança a olhos vistos. Os cinturões verdes, infelizmente, no mundo todo estão desaparecendo. Fala-se em uso e ocupação do solo, em planos diretores, com o intuito de urbanização, e não em distritos agrícolas. O preço que as futuras gerações vão pagar por isso ninguém sabe, mas com certeza, serão assustadores, e as consequências imprevisiveis.