circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Mudança na Secretaria Regional

Com a decisão do PMDB de desembarcar do governo Carlito, logo deve haver mudança no comando da Secretaria Regional do Vila Nova. O cargo é ocupado hoje pela engenheiro Fabiano Lopes de Souza, indicação do vereador peemedebista Jucélio Girardi. A vaga deve ser ocupada por integrante dos pequenos partidos que começam a se aliançar com o governo. A comunidade espera por algum nome do próprio bairro, com experiência e conhecimento dos problemas enfrentados na região.

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Artigo sobre o binário

Transcrevemos abaixo, o artigo de Adilson Girardi, publicado na edição de sábado do jornal Notícias do Dia.

Queremos o binário, sim

Em meio às manifestações e discussões que parecem se arrastar como as águas das chuvas (que não são de hoje) o Vila Nova não pode abrir mão da obra mais importante e esperada nos últimos anos: o binário com a rua XV. Só quem enfrenta as filas de todas as manhãs e finais de tarde é que sabe o tamanho do sacrifício dos moradores do lugar que outrora era considerado o melhor e mais tranquilo bairro para se viver.

Quem conhece pelo menos um pouco da história do Vila Nova sabe que vivemos fases cíclicas de problemas. Na época da criação do bairro, no século passado, foi preciso implantar um aterro de mais de dois metros para construir a Rua XV, chamada naquele tempo de Estrada do Meio, depois Estrada Blumenau. Nos dois lados da rua, tudo ficava embaixo d’água, com qualquer chuva. Com o passar dos anos, a travessia da BR -101 passou a ser o nosso grande desafio, quando não existia o viaduto. Quantas vidas preciosas se perderam naquele local! Depois, a luta pela pavimentação da Rua XV de Novembro, enfim realizada em duas etapas. Mais recentemente, a implantação da Rodovia do Arroz foi outra “novela”, aguardada pelos moradores da antiga Estrada do Sul por mais de duas décadas.

É lógico que todas estas obras trouxeram outros transtornos, principalmente no trânsito, que precisaram ser resolvidos através de intervenções dos setores competentes das administrações estadual e municipal. É para isso que existe a engenharia. Aliás, problemas também virão depois da construção do PA 24 Horas, assim como já vieram com a implantação das 600 unidades de apartamentos no final da Vila.

Porém, cabe aos nossos vereadores e à sociedade organizada fiscalizar, cobrar e exigir qualidade nas obras públicas. Neste sentido, o Vila Nova tem sido próspero em suas ações, pelo menos no que diz respeito à mobilização popular. A recente criação da Associação de Moradores do Alto da Rua XV – AMARXV, em parceria com as associações já organizadas do bairro, como a do Parque XV, do Jardim Cristiane, a do Vila Nova, do Conjunto Irineu Bornhausen e da rua João Miers, revigorou os movimentos organizados.

O que não se admite é que procurem desacreditar, sob o pretexto de que males maiores poderão advir, uma obra já licitada, com financiamento pré-aprovado e com 90% dos terrenos desapropriados. Não estamos lidando apenas com sonhos e desejos utópicos. Famílias tiveram que sair de suas casas, mudar rotinas, alguns até enfrentaram a dor da morte, como é o caso das famílias de Egon Krüger e de Antonio Peixer. Estamos falando de dinheiro público, meu e seu, pago com os nossos impostos.

Não abrimos mão do binário. As batalhas, venceremos cada uma a seu tempo.

Adilson Girardi

Jornalista, Funcionário Público, Morador do Vila Nova há 46 anos.

Futebol society, no Palmeiras


Foi inaugurado, no último sábado, dia 26/2, a quadra de futebol society do Palmeiras. Diretoria, jogadores, torcedores e comunidade em geral estava presente para assistir a partida inaugural no espaço que outrora abrigava o futebol de areia. É uma grande conquista desta diretoria e o Palmeiras poderá angariar recursos para recuperação do seu patrimôno. De parabéns o presidente Elpídio Zimmermann, o ex-presidente Silvio Campos e toda a diretoria, que se esforçou e contribuiu para tornar este sonho em realidade.

Barragem


Os moradores do Loteamento Jardim Cristofolini reclamam que entre os motivos dos alagamentos ocorridos no início deste ano é o assoreamento do Rio Arataca, que corta a Rodovia do Arroz. Caminhando uns 200 metros rio abaixo, encontra-se outro ponto de estrangulamento. Uma ponte feita com tubos de 40 cm (foto) acaba transformando o local em uma barragem, que represa todo o fluxo das águas. Na foto, é possível perceber que a água nesse ponto já transbordou (há restos de capim no cano de água que passa à direita da ponte). Segundo os moradores, não é preciso ter muito conhecimento para perceber que nesse local é necessário que se faça uma ponte mais alta, que dê vazão às águas.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Prefeito assina doação para o SESC


O prefeito Carlito Merss assinou nesta quinta-feira o Termo de Doação de um terreno localizado no bairro Vila Nova para a construção de um ginásio de esportes multiuso do Serviço Social do Comércio - SESC. O imóvel doado fica localizado junto aos prédios do Conjunto Habitacional Irineu Bornhausen e era uma reivindicação antiga dos moradores da região. Em 2007, quando o Sesc decidiu destinar o equipamento para Joinville, o então prefeito da época solicitou ao gerente da Unidade de Patrimônio da Prefeitura, Adilson Girardi, que indicasse um local centralizado no Vila Nova. Como já havia um pedido da Associação de Moradores para a instalação de equipamento de lazer, através de seu presidente, Jorge Furtado, não foi difícil aprovar o terreno para a obra. Agora, após trâmite do processo no Legislativo, com o apoio do vereador Jucélio Girardi, na Prefeitura e nos cartórios, o bairro está prestes a receber o investimento, que com certeza vai valorizar a região e vai suprir uma deficiência em áreas de lazer. De acordo com o convênio, o ginásio será administrado nos três primeiros anos pelo Sesc e após haverá a parceria da Associação de Moradores. Na foto, o momento em que o prefeito assina o termo de doação na presença de Adilson Girardi, gerente da Unidade de Patrimônio e morador do Vila Nova. A foto é de Kátia Nascimento, da SECOM.

Passeio ciclístico no Piraí



terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Promessas serão cobradas por moradores

Reunião da AMARXV debateu propostas


Mais de 100 pessoas da região de abrangência da Associação de Moradores do Alto da Rua XV participaram da assembleia realizada na noite de terça-feira na Sociedade Palmeiras. O objetivo da reunião era ouvir das autoridades municipais e estaduais as soluções para os problemas de alagamento no loteamento Jardim Cristofolini, rua Catharina Baumer, Estrada Blumenau, Rodovia do Arroz e imediações. Estavam presentes representantes da Secretaria Regional, da Defesa Civil e Departamento de Infra-Estrutura do Estado. De acordo com o secretário regional, existe um equipamento realizando a limpeza de valas que contribuem com o rio Motucas. Fabiano diz que o trabalho está sendo realizado por etapas, principalmente por causa da falta de mais equipamentos. Foi garantido pela Prefeitura a implantação das galerias na região da Estrada Motucas e Estrada do Salto, onde as enchentes destruíram várias pontes. No loteamento Cristofolini, a novidade ficou por conta da liberação de recursos (R$ 100 mil) que o Estado teria disponibilizado para ajudar na obra de drenagem junto à Rodovia do Arroz, trecho entre a Indústria Vila Nova e o Posto Baumer. Os moradores reclamaram das prioridades definidas pela Prefeitura e defenderam a ideia de realizar a limpeza do rio Motucas num primeiro momento. O secretário informou que as obras que estão sendo realizadas são pontuais e rápidas, enquanto a limpeza do rio demanda um prazo bem maior. Porém, o secretário garantiu que todas as obras necessárias no bairro serão realizadas. Sempre presente nas reuniões da AMARXV, o padre Osmar lembrou que é preciso investir certo para evitar os desperdícios de recursos, que já são poucos, comentou. No final da reunião, os moradores prometeram acompanhar e cobrar incessantemente as providências necessárias para o bairro.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Moradores do Parque XV se reúnem


Um grupo com aproximadamente 40 pessoas se reuniu na noite desta segunda-feira para discutir as prioridades dos loteamentos Parque XV e Jardim Cristiane. O convidado foi o secretário regional do Vila Nova, engenheiro Fabiano. Na pauta, a discussão sobre a construção do Centro Cultural previsto no Orçamento Participativo de 2009, as mudanças de linha dos ônibus que circulam nos loteamentos, os alagamentos na região, a implantação do binário do Vila Nova e a preparação das eleições das diretorias das associações do Parque XV e do Jardim Cristiane. Ao secretário regional, os moradores reclamaram da situação das ruas e da falta de bocas-de-lobo, que acabaram ocasionando alagamentos, "em lugares que nunca antes havia alagado", declarou uma moradora da rua Haroldo Carlos Miers. Segundo Fabiano, é muito difícil a prefeitura conseguir fiscalizar tudo no bairro, uma vez que são mais de 10 frentes de trabalho do serviço de esgoto, além das obras do dia-a-dia da Secretaria Regional. "A comunidade precisa nos ajudar a fiscalizar", reiterou. A reportagem completa dos assuntos mencionados na reunião será publicada na edição de março do jornal Notícias da Vila.

Resultado da enquete

Excesso de chuvas, falta de dragagens dos rios e entupimento das bocas de lobo são, na opinião da maioria (64%) dos visitantes do Blog Circulando na Vila, os principais motivos que ocasionam os algamentos nos rios do Vila Nova. Para outra parcela de visitantes (23%) o motivo seria exclusivamente a falta de dragagens dos rios. Outros 13% consideram que o maior problema ainda é o entupimento das bocas de lobo. A partir de hoje outra enquete entra no ar. Desta vez, queremos saber a opinião dos internautas em relação aos assuntos preferidos a serem abordados no blog. Participe e deixe a sua opinião.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Limpeza de rios


A pedido da Associação de Moradores do Alto da Rua XV, máquinas da Secretaria Regional do Vila Nova estão realizando a limpeza do rio que passa nos fundos da rua Catharina Baumer e que deságua no Rio Motucas. Em janeiro, com o excesso de chuvas, o afluente acabou transbordando e levando água para as residências próximas do rio. Com o desassoreamento, os moradores esperam conviver um pouco mais tranquilos. Mesmo assim, vários moradores das imediações da rua Catharina Baumer colocaram suas casas à venda, temendo novos alagamentos. Na terça-feira, a AMARXV espera contar com bom número de participantes na reunião que será realizada na Sociedade Palmeiras, para ouvir das autoridades municipais e estaduais a resposta para o pedido de obras de contenção de cheias.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Alagamentos


Com um abaixo assinado contendo mais de 80 assinaturas, os moradores da região da rua Pastor Lioeses Domiciano reclamam e solicitam audiência com a Secretaria de Infra-estrutura Urbana. Segundo os moradores, o problema, que há existe há muito tempo, é com a drenagem das ruas, que estariam entupidas e facilitando o alagamento de dezenas de casas. Não é a primeira vez que os moradores reclamam. Em 2010, uma comitiva de moradores já esteve na Secretaria Regional para tentar uma solução para o caso. Esperam agora ter o assunto resolvido.

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Reunião AMARXV

Está marcada para o dia 22 de fevereiro, próxima terça-feira, às 19h30, a reunião da Associação de Moradores do Alto da Rua XV de Novembro, para tratar dos retornos sobre os alagamentos na região do Jardim Cristofolini e arredores. A assembleia ocorre no salão da Sociedade Palmeiras do Vila Nova. A diretoria da AMARXV espera a presença maciça dos moradores, para que a comunidade possa se mobilizar na busca de soluções para o problema das enchentes. Já a reunião ordinária da associação, marcada sempre para a última segunda-feira do mês, permanece agendada, e vai ocorrer no mesmo local, no dia 28 de fevereiro, também às 19h30.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Ficou só no desabafo

A reunião das associações de moradores do Vila Nova, realizada no galpão da igreja católica da rua Joaquim Girardi na noite desta terça-feira (15/2), serviu pelo menos para a comunidade desabafar a insatisfação com a situação caótica por que passa o bairro, principalmente em relação aos alagamentos recentes registrados nos pontos mais baixos da região. Os vereadores presentes na reunião não tiveram vez para falar. Do lado da Prefeitura, o Secretário de Planejamento, Eduardo Dalbosco, que na oportunidade representava o prefeito Carlito Merss, comentou sobre os investimentos que a prefeitura vem fazendo na cidade para resolver o problema das cheias. O representante da Defesa Civil também falou e disse que o problema dos alagamentos não é exclusividade do Vila Nova, mas que outros bairros passam pela mesma situação. O público presente na reunião, em torno de 300 pessoas, saiu insatisfeito com a falta de perspectivas tanto em relação ao binário como sobre a situação das cheias. Como encaminhamento, ficou definido pelos organizadores que o assunto seria encaminhado como denúncia ao Ministério Público. Veja aqui o que a imprensa publicou sobre a reunião.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Balanço das chuvas no Vila Nova


A infraestrutura do bairro Vila Nova foi uma das mais atingidas pelas chuvas neste ano, em Joinville. Danos contabilizados já ultrapassam os R$ 2,3 milhões. Desde o dia 1º de janeiro até a manhã desta segunda-feira dados da estação meteorológica instalada no pátio da secretaria regional da Vila Nova registraram a marca de 1.038 mm de chuva.

Este volume é o esperado para seis meses, mas que se acumulou em menos de 45 dias. É um recorde que está deixando as autoridades municipais preocupadas, pois tanta precipitação está danificando toda a infraestrutura viária do bairro, especialmente nas áreas rurais.

Segundo levantamento atualizado na semana passada pela equipe da Secretaria Regional da Vila Nova, somente na área rural já foram detectados cerca de 100 pontos de desmoronamentos de morros e encostas, perto de 120 km de estradas foram danificadas (70 km na área rural e 50 km na área urbana), além de nove pontes totalmente comprometidas e que precisam ser reconstruídas.

— Todo o trabalho que fizemos durante 2010 foi praticamente destruído em menos de um mês pela força das águas — lamentou o secretário regional da Vila Nova, Fabiano Lopes.

Para dificultar a situação, a chuva não dá trégua.

Chuva não para e deixa 12 famílias isoladas

Na madrugada desta segunda-feira , voltou a chover forte e foram registrados 49mm de chuva no bairro Vila Nova, ampliando os estragos e deixando famílias isoladas. Duas passagens que foram construídas há menos de 10 dias (nas Estradas Salto 1 e Salto 2) foram novamente destruídas e estão sendo refeitas.

Na Estrada do Dedo Grosso, cerca de 12 famílias ainda estão isoladas, pois a água das arrozeiras transbordou, colocando cerca de 60 cm de lâmina d'água sobre um extensão de 100m da estrada, tornando-a intransitável.

Para piorar a situação, a cabeceira da ponte de madeira usada pelos moradores cedeu, impossibilitando a passagem de duas linhas de ônibus. Ainda na manhã desta segunda-feira, por volta das 10h30, na Estrada do Salto 2, vários trechos ainda estavam alagados com cerca de 20 cm de água sobre a estrada.

Duas escavadeiras hidráulicas cedidas pela Defesa Civil continuam trabalhando no bairro para melhorar a situação e liberar pontos de desmoronamentos que invadiram estradas.

— Estamos priorizando pontos críticos e áreas emergenciais, principalmente construindo passagens provisórias nas áreas rurais, até que consigamos recursos para construir novas pontes. A foto acima é da enchente na Estrada Dedo Grosso, zona rural do Vila Nova.
Fonte: Jornal A Notícia

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Centro de Recuperação Shalom

A próxima edição do Notícias da Vila traz reportagem sobre o Centro de Recuperação Shalom. Localizado na Estrada Arataca, no Vila Nova, o centro trabalha na recuperação e ressocialização de jovens e adultos com problemas relacionados às drogas. Administrado pela igreja Assembléia de Deus de Joinville, o centro promoveu neste domingo (13/2), almoço beneficente. Mais de 100 pessoas prestigiaram o evento, colaborando para a manutenção e crescimento da instituição.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Secretário da Fazenda se demite

O Secretário da Fazenda da Prefeitura de Joinville, Márcio Florêncio caiu. Pediu exoneração da Secretaria da Fazenda. E retorna a função de procurador da Fazenda Nacional. Ainda não há substituto.

O prefeito Carlito Merss disse que vai conversar com partidos na segunda-feira.

— Prefiro que não seja um político, vamos ver.

E avisa: “podemos trocar um, mas podem ser dez”.

As mudanças serão feitas todas — até o fim do mês. As alterações preparam a administração para a disputa para reeleição, em 2012.

Leia a íntegra da carta de demissão aqui.

Comunidade Estrada dos Morros

Um grupo de 23 pessoas acompanhou a primeira reunião da Associação de Moradores da Estrada dos Morros no início de fevereiro. O morador Tarcísio Possamai sugeriu realizar um mutirão entre os moradores e a Secretaria Regional, visando acelerar a recuperação das estradas e pontes da localidade. Cada morador teve a palavra livre para explanar suas preocupações e solicitações mais urgentes.

O Coordenador da Regional, Sr Dário Maties, representando o Secretário Fabiano Lopes de Souza, que se encontrava em viagem a Florianópolis, apresentou relatório da situação da região após as chuvas de 20 e 21 de Janeiro último. Disse que em menos de 1h e 30mim, choveu no Piraí, o equivalente a 3 meses de chuvas normais em Joinville. Ressaltou que todo o bairro Vila Nova foi muito castigado com as chuvas. No total foram sete pontes destruídas e muita perda agrícola. No momento a principal preocupação da Regional é criar novos acessos às comunidades atingidas na Região Rural. Para a Estrada dos Morros há projetos diferenciados para cada ponte destruída. Recursos estão sendo buscados no Estado. De imediato serão estudados e recuperados casos urgentes. Ressaltou que medidas urgentes podem ser tomadas, sem burocracia, em vista do decreto de emergência sancionado pelo Prefeito Carlito, no Município.

O Sr Piazzera ressaltou a pronta atuação da Regional na liberação da passagem na Estrada dos Morros, onde houve um deslizamento de terra. Em menos de 24h a população isolada já estava sendo atendida em suas necessidades, incluindo o atendimento da ETA do Piraí, que abastece grande parte de água potável para toda Joinville.

O presidente Dionísio mais uma vez ressaltou a necessidade da recuperação das pontes, solicitando datas para conclusão o que ainda não existe. E entre outros assuntos levantou a questão para apresentação de chapas para eleição da nova diretoria, para o biênio 2011/13. Tanto a apresentação das chapas como a eleição estão marcadas para o dia 18/02/2011 a partir das 20h, no mesmo local.

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Reunião das associações dia 15

Será nesta terça-feira, dia 15, às 19h30, a reunião promovida pelas associações de moradores do Vila Nova para debater a questão dos alagamentos e da situação do Binário do Vila Nova. A assembleia ocorre no galpão da igreja católica localizada no final da rua Joaquim Girardi. Os organizadores do evento convidaram vereadores, Prefeitura, lideranças comunitárias e a comunidade em geral para a discussão de assuntos que estão na pauta do dia no Vila Nova. Com as recentes chuvas, centenas de moradores tiveram suas casas atingidas por alagamentos, o que gerou protestos e o fechamento da Rodovia do Arroz.

Estrada Barbante: adiado início das obras

Em função chuvas registradas no final da tarde desta quinta-feira (10/02), a Prefeitura de Joinville adiou o início das obras de conclusão do asfaltamento da Estrada Barbante, previstas para começar na segunda-feira (dia 14/02). Como é necessário um tempo maior para a compactação da base e sub-base, as obras serão executadas na semana entre os dias 21 e 25 deste mês. A Estrada Barbante, com 2.160 metros, faz a ligação entre os bairros Morro do Meio e Vila Nova, zona Oeste da cidade. É uma das 12 ruas do Morro do Meio que receberão drenagem (colocação de tubos) e asfalto dentro do Projeto de Revitalização Ambiental e Qualificação Urbana das Bacias Elementares dos Rios Cachoeira, Cubatão e Piraí - o Viva Cidade, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Estrada Barbante interditada


A Prefeitura de Joinville inicia na próxima segunda-feira o asfaltamento da Estrada Barbante, que faz a ligação entre os bairros Morro do Meio e Vila Nova. Em função das obras, durante toda a semana (de segunda até sexta-feira) a via será interditada totalmente para o tráfego de veículos — será liberado apenas o trânsito local.


A medida tem como objetivo reforçar a segurança e garantir maior agilidade para os trabalhos. Agentes da Conurb estarão no local para orientar os motoristas. O desvio deverá ser feito pela rua Morro do Ouro, outra opção de ligação entre o Morro do Meio e a Rodovia SC 413 (Rodovia do Arroz, no Vila Nova).


A Estrada Barbante, com 2.160 metros, é uma das 12 ruas do bairro Morro do Meio que receberão drenagem (colocação de tubos) e asfalto dentro do Projeto de Revitalização Ambiental e Qualificação Urbana das Bacias Elementares dos Rios Cachoeira, Cubatão e Piraí - o Viva Cidade, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Fonte: Jornal A Notícia


Galeria na Rodovia do Arroz

A Secretaria Regional do Vila Nova encaminhou ao Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) um pedido para a construção de uma galeria cruzando a Rodovia do Arroz (SC-301), para ampliar a capacidade de vazão da rede de drenagem e transportar á água para o outro lado da via, em direção ao rio Arataca.

A solicitação foi realizada há duas semanas e ontem (8/2) foi reforçada com o envio de um ofício, a partir do Gabinete do Prefeito, contendo fotos dos problemas de alagamentos enfrentados no bairro, matérias de jornais que registraram a situação, além de abaixo-assinado feito pelos moradores.

O secretário da Regional, Fabiano Lopes, esclarece que, enquanto aguarda o parecer dos técnicos do Deinfra, está com a equipe em ação verificando a tubulação das ruas na área atingida. "Estamos inspecionando a dimensão dos tubos existentes, de acordo com projeto de drenagem. A microdrenagem também precisa funcionar adequadamente para que a galeria cumpra a sua função", explica.

A reivindicação para acabar com os problemas de alagamento foi realizada pela Associação de Moradores do Alto da Rua XV - AMARXV, após a manifestação dos moradores do loteamento Jardim Cristofolini.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Valerio Schiochet assume secretaria

Conforme este blog já havia adiantado, Valerio Schiochet, filiado ao PDT, é o novo secretário regional do Nova Brasília. O decreto com a nomeação foi assinado no final da tarde desta terça-feira (08/02) pelo prefeito Carlito Merss. Valério vai substituir Valsoni Celestino, o Lico, que ocupava interinamente o cargo. Líder comunitário com ações principalmente na área rural, Schiochet inicia o trabalho nesta quarta-feira pela manhã, logo após reunião com o grupo de servidores. Ele pretende dar continuidade as ações da Secretaria e valorizar o trabalho das associações de moradores, procurando sempre um tratamento igualitário para todos. "Vamos ouvir, amparar e dar uma resposta o mais rápido possível aos cidadãos", destacou o novo secretário.

O prefeito deve definir ainda esta semana o nome dos demais integrantes comissionados da secretaria.

Festa da Banana em março

A partir deste ano, Joinville passa a ter mais uma festa em seu calendário oficial. Trata-se da 1ª Festa da Banana, que acontecerá no dia 19 de março, na comunidade católica Nossa Senhora Aparecida, na Estrada Blumenau, bairro Vila Nova.

O lançamento da festa aconteceu neste mês de fevereiro, nas dependências da Fundação Municipal de Desenvolvimento Rural 25 de Julho. O evento atenderá a um público de 250 pessoas no jantar à base de banana, com toque tradicional e contemporâneo, ao custo de R$ 15,00 por pessoa, com venda antecipada. Após o jantar, haverá o baile com animação de Sandro e Wilson por R$ 8,00 por pessoa.

A festa está sendo promovida pelo Grupo de Desenvolvimento da Mulher Rural "Mulheres Unidas da Estrada Blumenau", com patrocínio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec) da Fundação Cultural de Joinville. Conta, ainda, com o apoio da Asbanville - Associação dos Bananicultores de Joinville, Fundação 25 de Julho, Promotur e da cozinha experimental gastronômica da Univille na elaboração dos pratos típicos à base de banana.

Um dia antes da Festa da Banana, 18 de março, a Associação dos Bananicultores de Joinville, com o apoio da Fundação 25 de Julho, o Grupo "Mulheres Unidas" e a Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina) organizam o 1º Seminário Municipal da Banana. O seminário será das 13h30 às 17 horas, no galpão da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no km 18 da Estrada Blumenau, bairro Vila Nova.

Segundo Rivelino Simas, presidente da Fundação 25 de Julho, a idéia é promover a bananicultura e agregar valor proporcionando a valorização da comunidade e também criar alternativa para que a fruta seja servida na merenda escolar do município.

Atualmente, 87 produtores se beneficiam com o plantio de 1 milhão e 280 mil pés de bananas em uma área de 800 hectares. A produção anual é de 1 milhão de caixas, num total de 22 mil toneladas. Em dezembro, o jornal Notícias da Vila publicou reportagem sobre a festa. Fonte: Prefeitura Municipal de Joinville.

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Binário do Vila Nova


Acontece nesta terça-feira a reunião dos técnicos do BNDES, no Rio de Janeiro, para liberação do empréstimo de R$ 40 milhões destinados a obras em Joinville, entre elas o Binário do Vila Nova. O Programa de Integração Regional e Desenvolvimento Urbano de Joinville prevê obras para o binário do Vila Nova, elevação do leito da rua Minas Gerais, Eixo da avenida Almirante Jaceguay e Suíços (bairro Costa e Silva e Vila Nova), prolongamento da rua Max Colin, duplicação da XV de Novembro, corredor da rua 9 de Março, e pavimentação da Rui Barbosa, rua Tuiuti e Albano Schmidt (no trecho do Hospital Regional até a curva do Nereu). Todos as vias incluídas neste programa contarão com ciclofaixas e ciclovias, totalizando 33 quilômetros. A contrapartida do Estado e do Município será de R$ 27 milhões.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Reunião do PCdoB


Lideranças do PCdoB reuniram-se no último sábado, na residência de Armando Burg, no Vila Nova, para deliberar sobre os encaminhamentos do partido em 2011/2012. Ao fazer uso da palavra, o vereador Jean Leutprecht, de Jaraguá do Sul, lembrou que todas as pretensões do partido no Estado devem, necessariamente, passar por Joinville, pois o Município é o maior colégio eleitoral de Santa Catarina. Nas eleições de 2010, o PCdoB elegeu a deputada estadual Ângela Albino, que tem usa base eleitoral em Florianópolis.

Demolição


Vai ser domolido o prédio da esquina da Rua XV de Novembro com a Rua São Brás, em frente ao terminal de ônibus. No local funcionava até bem pouco tempo a sorveteria do Willy, a sapataria Moser, Mototáxi, oficina de bicicleta e um bar. No passado, quando os antigos proprietários residiam na casa (família Zanela), havia um salão de cabeleireiros e uma barbearia. Segundo informações, espaço vai abrigar novas salas comerciais.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Apicultura no Vila Nova

Novo secretário

Segundo informações recebidas por este jornalista, estaria praticamente definido o nome de Valério Schiochet para o cargo de secretário regional do Nova Brasília. Valério é bastante conhecido na região rural do Vila Nova, tendo residido na Estrada do Salto. Também faz parte do Codevin e foi presidente do Conselho de Segurança do Vila Nova. Filiado ao PDT, estaria entrando na cota pessoal do vereador James Schroeder. Valério tem bom trânsito entre os agricultores da região e conhece a área de atuação que deve comandar. Caso se confirme, a coluna deseja um bom trabalho e sucesso. Ainda segundo a mesma fonte, os demais cargos ainda não foram definidos e devem ser de indicação do PT.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Vergonha

Texto interessante que li na Internet e repasso aos amigos leitores:

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização dos valores morais. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos ?heróis? como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre heterossexuais ou não. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE. Íntegra do artigo em http://www.alemdanoticia.com.br/giro_na_cidade.php?codnoticia=3992

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Prefeito manda rever valores do IPTU

O prefeito Carlito Merss (PT) determinou nesta terça-feira que sejam revistos os valores do IPTU 2011 de todos os moradores com imóveis em ruas não pavimentadas ou pavimentadas ao longo de 2010. Para essas pessoas, será mantida a alíquota original de 0,5% sobre o reajuste geral, de 6,7%.

Antes da decisão, quem mora nessas condições e não têm calçada ou muro em casa teria de pagar uma alíquota de 2% em relação ao valor declarado do terreno. Por isso, alguns carnês foram entregues com valor até 400% maior em relação à cobrança do ano passado.

O pedido de revisão da cobrança pode ser feito de segunda a sexta-feira no Centreventos Cau Hansen, das 8 às 18 horas, na secretaria regional do bairro ou também no site da Prefeitura (www.joinville.sc.gov.br).

Quem já pagou o IPTU e tem direito à revisão do valor poderá receber o dinheiro de volta no ano que vem em cheque ou em descontos no IPTU de 2012, se preferir.

Ata da reunião no Palmeiras

Abaixo, para acompanhamento e cobrança dos moradores, registramos a íntegra da ata de reunião realizada no Palmeiras, sobre os alagamentos:

Pauta:Apresentação de projetos e soluções para os constantes alagamentos que os moradores do Loteamento Jardim Cristofolini vem enfrentando.
Considerações, Discussões e Decisões

O Sr.Fabiano Lopes de Souza - Secretário Regional do Vila Nova, abriu a reunião colocando a atual situação do Bairro Vila Nova, informando que a maior preocupação da secretaria no momento é reconstruir ou melhorar o acesso da área rural onde encontram-se 09 pontes danificadas e sem acesso.

O secretário citou também que vai enviar um estudo de drenagem da região ao Deinfra, além de projetos de construção de galerias com 2,60 metros de largura por 2,00 de altura, ajudando o escoamento da água.

Através de estudos feitos durante a ultima semana antes desta reunião, os técnicos constataram que o escoamento das águas do loteamento passam atualmente por tubulações de 1metro, e que as mesmas não comportam o volume de água e ocasiona todo este transtorno.

A Secretaria Regional do Vila Nova, agendou uma reunião com o Seinfra para o dia 03/02/11 para verificar todo o escoamento das águas da região e também vão analisar o processo de drenagem da região e começar a sondagem do problema.

O Secretario informou também, que além da galeria será necessário um conjunto de drenagem na região.

O representante do Deinfra pediu aos moradores a abertura de um processo para agilizar o inicio das obras, já que não se consegue passar pela burocracia.

Solicitou que no processo contenha abaixo assinado de todos os moradores do Loteamento Jardim Cristofolini e o maior numero possível de fotos do local nos dias do alagamento; anexar também ao processo os projetos da Secretaria Regional, bem como os projetos do Deinfra, para as obras de melhoria do local.

Após levantado toda a documentação necessária, a Associação de Moradores, sob a responsabilidade da sua Presidente Senhora Yoshiko Devegilli, entregará o processo ao Sr. Fabiano Lopes de Souza - Secretário Regional, que protocolará e enviará ao Presidente do Deinfra.

O representante do Estado comentou que a proposta do Deinfra é analisar onde será o local da galeria, e se for necessário indenização de locais para as obras, será feito.

Após os comentários das autoridades presentes, a palavra foi aberta aos moradores e o primeiro a falar foi o Sr. Alceu Poffo, empresário local, que comentou que acompanhou de perto as obras da rodovia e também tem sua preocupação com a região e foi depois que começaram a fazer o aterro para a construção do condomínio, que a situação piorou ainda mais.

Suas sugestões foram para limpar, dragar e acertar o curso do rio Arataca, o principal da região, para que o mesmo desemboque no rio Mutucas, fazendo o acompanhamento deste rio em 45 graus e por fim, as galerias para resolver a saída da água.

O Senhor Franscisco Zermiani se manifestou também, solicitando ao Seinfra uma verificação na tubulação de esgoto e drenagem do condomínio em construção próximo ao loteamento.
Com isso, o engenheiro Paulo Frank do Seinfra colocou que tem poder de polícia para notificar e vai começar pelo condomínio que está sendo construído na região.

O Padre Osmar Oliveira da Comunidade Vila Nova se manifestou pedindo urgência e prioridades, pois os moradores não podem sofrer com erros e a falta de estrutura que vem se formando na região. Caso fosse necessário, solicitou ao secretário que pedisse ajuda a outras secretarias da cidade que não sofreram com os alagamentos, mas é necessário tomar providências urgente.

Após vários outros comentários e pedidos de providências, ficou decidido que a comunidade aguardará uma posição e estudos por parte da Secretaria Regional do Vila Nova por mais 15 (quinze) dias; decisão esta que gerou uma grande discussão, já que na manifestação ocorrida no dia 24/01/11, os moradores já haviam dado um prazo de 15 dias.

Para não gerar mais polêmicas e já que o objetivo é resolver os problemas, a Associação de Moradores assumiu a responsabilidade de receber as propostas da Secretaria Regional e do Deinfra na reunião conjunta das Associações, marcada para o dia 15/2/2011, no galpão da igreja católica da Rua Joaquim Girardi.

Andréia Machado/CPF: 821.702.669-68.
Rua: Magdalena Tagliaferro, 36 – Loteamento Jardim Cristofolini