circulando na vila

Bem vindo a este espaço, que se propõe divulgar as principais notícias do Vila Nova e região. Participe, com sugestões, ideias, fotografias...

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Solução em 15 dias?


A reunião no Palmeiras teve de tudo. Discurso emocionado do padre, propostas de solução mirabolantes e até uma liderança que afirmou que "a água da chuva que cai é que alaga as casas...". No final da história, ficou definido que o povo vai esperar mais 15 dias para sair uma solução para os alagamentos. Nesse meio tempo, os moradores precisam colher assinaturas (mais uma vez) para sensibilizar as autoridades de que o problema existe mesmo (alguém ainda duvida disso?). O fato é que os moradores, cansados de tantas promessas, esperam que se dê mais valor à vida das pessoas que residem nos locais de risco. Daqui a 15 dias, não havendo resposta, os moradores prometem fechar novamente a Rodovia do Arroz. De parabéns a Associação de Moradores pela iniciativa de propor a discussão e também os moradores que se fizeram presentes, atendendo ao chamado para a assembleia. Veja aqui onde fica a região que alagou http://200.192.70.13/show?lat=7090689.75&lon=707541.46875#

Reunião da AMARXV


Esquentou o clima na reunião realizada na noite do dia 31 de janeiro na Sociedade Palmeiras. Convocada pela AMARXV, a assembleia contou com a presença do Secretário Regional Fabiano Lopes, de representante do Deinfra, técnico do Seinfra, pároco da Igreja Católica, empresários e comunidade em geral. As mais de 100 pessoas presentes ouviram os representantes do poder público afirmar que as obras dependem de solicitação e abaixo assinado da comunidade. Com a presença maciça dos moradores do loteamento Jardim Cristofolini, principal atingido pelos alagamentos do último mês, a promessa é de que as galerias necessárias para evitar novas cheias devem começar a sair dentro de 15 dias.

Preço do arroz

Preocupados com a queda de 8% no preço da saca do arroz desde o início do mês e a poucas semanas de começar nova colheita, produtores de Santa Catarina e Rio Grande do Sul reuniram-se nessa quinta, dia 27, em Araranguá (SC). Eles discutiram ações para evitar a perda de R$ 700 mil para os dois Estados na próxima safra caso não seja respeitado o preço mínimo previsto pelo governo.Os agricultores de Santa Catarina enfrentam ainda uma queda de 6,6% na produção causada pelas chuvas das últimas semanas. Os dois Estados são responsáveis por 75% das 12,5 milhões de toneladas de arroz produzidas no Brasil, segundo Juarez Petry de Souza, presidente do Sindicato Rural de Tapes e Sentinela do Sul (SRTS) e conselheiro titular do Instituto Rio Grandense do Arroz (IRGA). Os produtores reclamam que estão tendo prejuízos com a cotação baixa da saca de 50 quilos do grão, que está sendo comercializada entre R$ 19 e R$ 22 no Rio Grande do Sul, de acordo com Souza. Em Santa Catarina, o preço oscila entre R$ 23 e R$ 24, segundo Luiz Vieira, analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Cepa) da Epagri. Os valores estão abaixo do preço mínimo de R$ 25,80 estabelecido pelo governo federal. Leia mais em http://www.noticiasagricolas.com.br/noticias.php?id=82896

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Notícias da Vila


A edição do Notícias da Vila de janeiro/fevereiro já está circulando nos principais pontos comerciais do bairro. Os principais destaques: na página 2, além do editorial, artigo com Onévio Zabot sobre terra legal, e também as principais dicas de informática. Na página 3, as notícias da vila, com Adilson Girardi; página 4, reportagem sobre inauguração da quadra de futebol society no Palmeiras. Nas páginas centrais, texto sobre o grupo escoteiro Ronaldo Dutra, que conta com grupo no Vila Nova. Na coluna Cheff na Cozinha, dicas para aproveitamento de cascas de frutas e folhas de hortaliças. Há também a cobertura dos dias de alagamento no bairro e texto sobre a coleta de mel na zona rural. O Notícias da Vila é gratuito e é distribuído nas escolas e pontos comerciais do bairro. Caso você queira receber em casa, enviar e-mail para noticiasdavila@hotmail.com.

IPTU x Vereadores

A lei que oficializou o aumento da alíquota do IPTU para quem não tem calçadas foi aprovada pela Câmara de Vereadores em 2010. A lei 317/2010, que regulamenta o aumento da alíquota de 0,5% para 2% do valor do imóvel para quem não tiver calçada e muro, foi aprovada em duas sessões na Câmara de Vereadores no dia 29 de setembro de 2010. Ela contou inclusive com a aprovação de membros da oposição como Odir Nunes e Alodir Cristo (ambos do DEM). Quatro vereadores votaram contra: Juarez Pereira (PPS), Joaquim dos Santos e Roberto Bisoni (os dois do DEM) e Maurício Soares (PSL), que substituía Dalila Leal (PSL). Leia a íntegra da matéria em http://www.gazetadejoinville.com.br/20120112.html

Reunião AMARXV

A Associação de Moradores do Alto da Rua XV (AMARX), realizada sua reunião ordinária na próxima segunda-feira, dia 31, na sede da Sociedade Palmeiras do Vila Nova. Na pauta, conversa com a engenheira Andréa, do Deinfra, a respeito das soluções a serem encaminhadas para o problema de alagamentos no Loteamento Jardim Cristofolini. Na semana que passou os moradores daquele loteamento realizaram manifestação na Rodovia do Arroz, interditando a via com os móveis destruídos pelas enchentes.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Binário e Dragagem de rio

Recebemos hoje convite da Associação de Moradores do Bairro Vila Nova para participar de reunião comunitária no Galpão da Igreja Católica, localizado na rua Joaquim Girardi. A pauta do encontro será dois assuntos do máximo interesse da comunidade: o binário do Vila Nova e a dragagem do rio Águas Vermelhas. O evento está marcado para o dia 15 de fevereiro, terça-feira, às 19h30. Segundo os organizadores, foram convidados todos os vereadores, autoridades da Prefeitura e do Estado, além de outras associações e comunidade em geral.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Gambiarra


Já faz mais de 15 dias que alguém aprontou uma gambiarra na fiação dos postes de energia elétrica do Vila Nova. O local da foto fica na Rua XV de Novembro, em frente ao terreno onde antigamente havia uma cooperativa de arroz. Não dá para acreditar que isso vai ficar assim. Será que é algum gato? Se alguém souber do que se trata pode encaminhar informações para o blog.

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Estragos com a cheia


O prefeito Carlito e o secretário de Planejamento Eduardo Dalbosco estiveram no bairro Vila Nova, onde visitaram um dos pontos da Rodovia do Arroz atingidos pela água, acompanhados do secretário Fabiano Lopes, que também voltou ao trabalho antes de encerrar as férias. Moradores presentes apontaram a dificuldade enfrentada e preocupação com o futuro. Como a rodovia é de competência estadual, a discussão sobre a construção de uma galeria ou não, é motivo de reunião nesta quarta-feira (26/1), às 14 horas, entre o secretário Fabiano, o secretário da Seinfra, e técnicos da Deinfra. Já no início da tarde, foi examinada uma das pontes do Salto 2, que teve um dos pilares de concreto levado pela água, deixando famílias ilhadas. A Secretaria do Vila Nova está com equipe no local providenciando um acesso até que nova ponte seja edificada. Até agora, foram identificadas 12 pontes danificadas na região, sendo 7 delas de grande porte. A foto, da ponte da Estrada do Salto II, é de Mauro Artur Schlieck , da SECOM.

segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Resultados da enquete

A construção de um PA 24 Horas no bairro é a principal reivindicação dos leitores do blog Circulando na Vila. Na enquete realizada no mês de janeiro, 79% dos participantes apontaram o equipamento na área da saúde como sendo o mais importante no momento. As outras opções que eram o Centro de Educação Infantil e uma Escola Municipal receberam 16% e 4% dos votos, respectivamente. A partir de hoje nova enquete estará no ar e o tema será as enchentes no bairro.

Árvore cai no Motucas


Máquinas da Prefeitura trabalharam em toda manhã do último sábado para retirar a seringueira que caiu no Rio Motucas, junto à ponte localizada nas proximidades do Posto de Saúde do Vila Nova, na rua XV de Novembro. A queda da árvore, que obstruiu a passagem da água, provavelmente foi um dos motivos que fizeram com que o Rio Motucas viesse a transbordar no ponto localizado nos fundos da Rua Catarina Baumer, vindo a alagar diversas casas na região. A foto é de Katia Nascimento, da PMJ/SECOM.

Abastecimento de água


Mesmo com o conserto da adutora sobre o Rio Taleto, a região oeste da cidade continua com o abastecimento de água comprometido. Técnicos da Companhia trabalham desde ontem (23) para identificar um segundo ponto de rompimento. As fortes chuvas, que prejudicaram toda a cidade, na zona rural derrubaram pontes, postes e também danificaram a adutora do Piraí. Na manhã desta segunda-feira, técnicos da Companhia encontraram o segundo ponto de rompimento. Uma barreira caiu sobre parte da adutora do Piraí causando a ruptura de sua estrutura. Equipes foram mobilizadas para chegar ao local e efetuar o conserto. Porém, não há expectativa para normalização do sistema de abastecimento na região afetada. O texto e a foto são da Companhia Águas de Joinville.

sábado, 22 de janeiro de 2011

Chuvas e borrachudo


De acordo com informações da Secretaria Regional do Vila Nova, os técnicos da defesa civil estão fazendo monitoramento diário na estação do Vila Nova. Das 23h30 da noite de quinta-feira até a uma hora da madrugada de sexta tivemos uma precipitação de 74 mm. Na região do Salto 1, proximo à residência da familia Pogan, a água passou aproximadamente um metro por cima ponte , que quase foi levada. Na tarde de sexta-feira iriam ser retirados os entulhos, galhos, e árvores do local. Além das chuvas, outro problema que persiste na região rural é o borrachudo. Segundo a supervisora Ivonete Baumer Felipi, o senhor Djalma, do Clube das Cachoeiras, esteve na manhã de sexta-feira na secretaria regional, e as pessoas ficaram espantadas com a situação dos braços do homem, todo marcado devido as picadas dos borrachudos. É preciso de solução urgentes para pelo menos amenizar esta situação. A foto ao lado, cedida por Jeanine Felipi, é do Rio Piraí, sexta-feira à tarde.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Rompimento de adutora no Piraí


A Companhia Águas de Joinville foi obrigada a paralisar a Estação de Tratamento de Água (ETA) do Piraí, devido ao rompimento de uma das duas adutoras, em um ponto ainda não conhecido. Técnicos da Companhia trabalham para identificar o local de rompimento e consertá-lo. Com isso, 30% da cidade, compreendendo os bairros Vila Nova, parte do Floresta, Glória, Morro do Meio, Nova Brasília e Anita Garibaldi, terá o abastecimento comprometido. Segundo a CAJ, pedras que deslizaram pelo rio atingiram a tubulação. A foto é da Cia Águas de Joinville.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Escoteiros no Vila Nova

Em reportagem a ser publicada na próxima edição do Notícias da Vila, este colunista entrevistou casal de líderes da Associação de Escotismo Ronaldo Dutra. Eles fundaram uma subsede de escoteiros no Vila Nova, que já conta com mais de 40 participantes. As reuniões ocorrem todos os sábados, a partir das 14 horas, na Escola Municipal karin Barkemeyer, localizada na rua Márcio Luckow, Parque XV. A foto foi cedida pelos líderes do grupo.

AMARXV

Depois de um período de folga de fim de ano, a Associação de Moradores do Alto da Rua XV de Novembro agenda reunião ordinária para o dia 31 de janeiro, na Sociedade Palmeiras. Na pauta, além do planejamento para o novo ano, com certeza deverá constar o problema dos alagamentos, a situação caótica do trânsito nos finais de semana, entre outras questões que devem nortear os trabalhos da entidade durante 2011.

Alagamentos

A Associação de Moradores do Vila Nova se mobiliza para realizar grande reunião no bairro. A intenção é reunir as demais associações, autoridades municipais e lideranças para discutir o problema das enchentes que têm incomodado os moradores. Segundo os organizadores do evento, o encontro deverá acontecer no dia 15 de fevereiro, às 19h30, no galpão da igreja católica localizada no final da Rua Joaquim Girardi. A foto é de Adilson Girardi.

O ouro das abelhas...


A perigosa e interessante arte de cultivar abelhas para extração do mel é uma das reportagens da edição de janeiro do Notícias da Vila. Este colunista acompanhou morador da Vila, que é servidor público e apicultor nas horas vagas, na aventura de coleta do produto em três caixas localizadas na região rural do Vila Nova. Mais detalhes e fotos na edição de janeiro do Notícias da Vila, que circula a partir da próxima semana nos pontos comerciais do bairro. A foto é de Adilson Girardi.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Recados da natureza

Artigo bem propício para o momento. O texto é do jornalista Celso Vicenzi.
Impossível não pensar na arrogância humana diante da fragilidade da vida. Nada parece abalar as nossas rotinas até que, tudo aquilo que parecia tão firme, desaparece de repente. Submetido às forças da natureza, o que é sólido se desfaz em instantes. O tempo de vida, uma promessa cada vez mais longa para os humanos, pode esvair-se numa ínfima fração de tempo. Diante de situações que não controlamos, não há muito o que fazer. O planeta, desde que começou a abrigar as primeiras formas de vida, nunca foi lugar seguro para nenhuma espécie – 90% delas já desapareceram, dizem os cientistas. O que leva à conclusão de que o destino de todos os seres vivos é a inevitável extinção e o surgimento de outras espécies. Pelo menos até o desaparecimento do Sol, previsto para daqui a uns 5 bilhões de anos, quando também os planetas em seu entorno serão pulverizados. Mas o ser humano tem acelerado o relógio do tempo, desnecessariamente. Porque elegeu um modelo de sociedade que destrói rapidamente o próprio habitat. Ao interferir de forma tão contundente na natureza, desencadeou reações cada vez mais frequentes e de incontrolável agressividade: enchentes, deslizamentos, secas e incêndios – entre outros fenômenos naturais.

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Benefício aos atingidos por cheias

A Companhia Águas de Joinville, em respeito aos joinvilenses atingidos pelas últimas enxurradas, alerta dos benefícios previstos pela a resolução N° 22/2009 da AMAE que prevê desconto nos casos de aumento de consumo de água devido à ocorrência de alagamentos, inundações, enchentes ou deslizamentos. Para isso, o cidadão deverá apresentar declaração de ocorrência do consumo elevado de água, em função de alagamentos, inundações, enchentes ou deslizamentos fornecida pela respectiva Secretaria Regional do Município que deverá ser entregue em um dos postos de atendimento. Informações podem ser obtidas no site da Companhia Águas de Joinville: http://www.aguasdejoinville.com.br/fale_conosco.php da Companhia antes da data de vencimento da fatura.

Acidente na XV

Mais uma vez a rua XV foi palco de acidente de trânsito. Desta vez envolvendo três automóveis e uma motocicleta. O fato ocorreu em frente ao Material de Construção União, na tarde do último domingo. O motoqueiro teve ferimentos e foi conduzido para o Hospital pela ambulância dos paramédicos. O trânsito nas tardes de domingo, agora no verão, tem se intensificado em virtude dos acessos para os parques aquáticos. A Associação de Moradores do Alto da Rua XV já havia manifestado preocupação com este tipo de problema em reunião realizada na Conurb.

Poluição industrial

Moradores da região dos loteamentos Nova Vila e arredores reclamam da poluição ocasionada pelas chaminés de empresa de borracha localizada na rua XV de Novembro. Segundo eles, quem mora nas imediações é obrigado a conviver com a fuligem de borracha, que se acumula nas janelas, móveis e que também acaba sendo inalada involuntariamente pelas pessoas. A coluna entrou em contato com a empresa, por e-mail, para saber se existe algum projeto para acabar com o problema, mas até agora não obteve retorno.

sábado, 15 de janeiro de 2011

Caramujo Africano


Aumentou consideravelmente a presença do caramujo africano no Vila Nova. A coluna recebeu informações de moradores indignados com a quantidade de bichos que se espalham pelos quintais das casas. O caramujo africano pode transmitir uma série de doenças para o homem, sendo que as pessoas não devem manipulá-lo sem luvas, pois o simples contato pode causar o contágio. O animal pode ser encontrado em hortas, jardins, plantações e possui uma significativa resistência à seca e ao frio. O molusco foi introduzido no Brasil como uma versão do escargot, mas depois descobriu-se que a espécie não é comestível e transmite doenças. Trata-se de um molusco grande, terrestre, que, quando adulto, atinge 15 centímetros de comprimento e 8 centímetros de largura, com mais de 200 gramas de peso. A cada dois meses, um caramujo põe 200 ovos.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Turismo de bicicleta no Piraí

O lançamento oficial será apenas em fevereiro, mas já é possível viajar de bicicleta pelo "Circuito de Cicloturismo da Região do Piraí". As 25 placas de sinalização do circuito já estão instaladas e os cicloturistas poderão apreciar, no percurso de 39 quilômetros, uma região rica em mata atlântica, rios, cascatas, arrozais e conhecer as propriedades que remetem à história da imigração em Joinville.
Para os experientes na atividade, o circuito é considerado curto. Há pontos de descanso ao longo do trajeto; portanto, não é preciso ser atleta para percorrer o local. O roteiro foi pensado e elaborado em 2010, e foram realizadas inúmeras visitas a campo, de carro e de bicicleta. "Este será o primeiro roteiro organizado de cicloturismo em Joinville. A proposta é para que se amplie para as demais regiões do município", disse Vinicius Boneli Vieira, coordenador de turismo em áreas naturais.
Outro objetivo é desenvolver uma atividade turística na região aliada à conservação e preservação ambiental, por estar inserida na APA Dona Francisca. "Estamos investindo em ações que proporcionem um fluxo de turistas conscientes, que usufruam os serviços oferecidos na região e fomentem o desenvolvimento do turismo com sustentabilidade", afirma Vanessa Venzke Falk, gerente de planejamento da Fundação Turística de Joinville.

A realização deste circuito é resultado da parceria entre a Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema), que investiu R$ 8 mil na sinalização, e a Fundação Turística de Joinville (Promotur), idealizadora da proposta. Também conta com o apoio do Movimento Pedala Joinville, da Associação do Turismo Eco-rural, proprietários rurais, além de agências e operadoras de turismo.

Quem tiver interesse em conhecer o circuito pode obter mais informações na Fundação Turística (47 3453-2663) ou pelo 0800 643 5015. (Fonte: www.joinville.sc.gov.br)

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Obras do Orçamento Participativo

Até agora não há informações concretas sobre o início das obras definidas pelos delegados do Orçamento Participativo. O recurso de 2009 foi destinado à construção de um Centro Cultural, a ser construído no Parque XV, ao lado da Escola Karin Barkemeyer. Já o investimento de 2010 foi direcionado para a implantação de quatro praças, mais as obras de contenção de cheias na Estrada Blumenau. Segundo técnicos da Secretaria de Planejamento da Prefeitura, a liberação dos recursos para as obras deve acontecer a partir de março.

Borrachudo

É grande a reclamação de moradores da região rural doVila Nova por causa da falta de controle do borrachudo. De acordo com alguns proprietários e produtores rurais, o controle vinha sendo realizado até meados do ano passado, quando foi paralisado por falta dos inseticidas utilizados pela Fundação 25 de Julho. Segundo nota divulgada pela Fundema, há previsão de compra dos insumos e a licitação está prevista para ser lançada dia 12 de janeiro. Segundo a nota, a novidade é a contratação também da mão-de-obra para aplicação do veneno, tarefa que até então era realizada por técnicos da Fundação 25 de Julho.

Alagamentos


A chuva de segunda-feira trouxe incômodos para moradores das áreas mais baixas do Vila Nova. Os alagamentos ocorreram nas laterais da rua Bento Torquato da Rocha, nas imediações do Rio Águas Vermelhas, na rua Dálcio Bortoluzzi e Alvin Passol (fundos da Secretaria Regional). Situação inusitada ocorreu nas ruas Magdalena Tagliaferro, no Loteamento Cristofolini e na rua Catharina Baumer: depois de aproximadamente duas horas que a chuva havia passado, as ruas foram alagadas por forte correnteza de águas que se deslocava sentido Estrada Anaburgo Vila Nova. Por volta das 11 horas da noite o nível das águas nestas ruas ameaçava entrar nas casas.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Entregue ponte de concreto


Nesta sexta-feira, 7/1, o prefeito Carlito Merss esteve no bairro Vila Nova acompanhado do secretário regional da Vila Nova, Fabiano Lopes, para ver de perto a conclusão de mais uma ponte de concreto que a Prefeitura construiu no bairro. No ano passado, a Vila Nova recebeu uma nova ponte de concreto sobre o rio Águas Vermelhas, na rua Rolando Gurske. Desta vez, a comunidade beneficiada será a da Estrada do Salto 2. A obra beneficiará diretamente cerca de 30 famílias moradoras da região, 150 trabalhadores e cinco empresas, instaladas nesta área rural da cidade. A foto é de Ruy Ferrari, da Secretaria de Comunicação da PMJ.



Telefones públicos

Está complicado fazer ligações nos telefones públicos no Vila Nova. A maioria dos aparelhos instalados no bairro não está funcionando. Alguns foram depredados, outros simplesmente ficam mudos e outros apresentam ruídos que impedem as pessoas de se comunicar. Numa rápita verificação, constatou-se 16 aparelhos estragados. Há quem diga que a falta de manutenção é estratégia da empresa para vender mais cartões de celular...

Calor


Com a onda de calor que tomou conta de Joinville nos últimos dias, a saída mesmo é se refrescar nas praias da região. No Vila Nova, o movimento também aumentou devido à busca das águas dos rios e parques aquáticos da região. Na foto, balneário Barra do Sul, dia 3 de janeiro.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Acidente na zona rural


Um Celta, com placas de Itajaí, capotou nesta quinta-feira na Estrada Blumenau, nas proximidades do Aeroclube Joinville. As duas ocupantes do veículo, mãe e filha, tiveram ferimentos leves. O motivo do acidente provavelmente foi alta velocidade numa estrada aparentemente tranquila. Segundo moradores da região, é normal acontecer acidentes naquele local. A foto é de Cleber Gomes, do jornal A Notícia.

Chuvas

As chuvas que vêm ocorrendo nos finais de tarde em Joinville começam a preocupar os moradores das regiões mais baixas do Vila Nova. No centro da cidade e em alguns bairros houve alagamento quarta-feira e também nesta quinta-feira à noite. Na região Oeste, constantemente castigada pelas cheias, a comunidade dos bairros Morro do Meio, Nova Brasília, região do Jativoca, alguns pontos do São Marcos e as ruas que ficam próximas do Rio Águas Vermelhas no Vila Nova estão de sobreaviso. A previsão do tempo para os próximos dias é de calor e mais chuvas.

Conselho de Saúde

A diretoria do Conselho Local de Saúde convida a comunidade do Vila Nova a participar da próxima reunião ordinária do Conselho, que se realizará no dia 07/02/2011, às 19h30, na Escola Municipal Valentim João da Rocha, localizada ao lado do Terminal de Ônibus. O Conselho local de Saúde do Vila Nova reúne-se toda primeira segunda-feira de cada mês.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Trânsito

Não dá para entender por que o Vila Nova não consegue receber medidas concretas de segurança no trânsito. A impressão que se tem é de que o grande efetivo de agentes de trânsito fica concentrado no centro da cidade, enquanto os bairros perecem com a falta de segurança. Só para citar um exemplo: a ciclofaixa existente ao longo da Rua XV todos os dias é desrespeitada por motoristas que insistem em estacionar no local destinado a ciclistas e pedestres e parece que nada acontece de efetivo para coibir tal prática. Precisamos de ações antes que os acidentes aconteçam.

Acidente na XV

Mais uma vez o trânsito carregado da Rua XV fez vítima fatal. A mulher que foi atropelada na terça-feira à noite, por volta das 22 horas, havia acabado de sair da fábrica em que trabalhava, no Vila Nova, e se dirigia para sua casa, de bicicleta, quando foi atropelada por um motoqueiro. O acidente que tirou a vida da mulher ocorreu bem na entrada da Rua Bento Torquato da Rocha. Enquanto isso continuam as informações de que o Estado vai liberar os recursos para o Binário neste início de ano. O binário é hoje a obra mais importante para a comunidade do Vila Nova.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Vila Gastronômica

A edição de janeiro do Notícias da Vila será especial. Para comemorar o início de um novo ano, vamos publicar uma reportagem completa sobre as opções gastronômicas do bairro. Serão abordados desde os pequenos comércios, como as famosas barracas de espetinhos e cachorro-quente, passando pelos frangos assados dos finais de semana, até os restaurantes e pizzarias que funcionam regularmente no bairro. Estamos aceitando sugestões para a matéria. Se você quiser colaborar pode postar um comentário nesta nota ou enviar um e-mail para noticiasdavila@hotmail.com.

IPTU 2011

Começou nesta terça-feia a entrega dos 188 mil carnês do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2011. O aumento é de 6,07% em relação ao ano passado. A data do primeiro vencimento - dia 14 de janeiro de 2011 - garante um desconto para o pagamento em cota única de 15%. As outras datas de vencimento em cota única são 11 de fevereiro (com desconto de 10%) e 11 de março (com desconto de 5%). A Secretaria da Fazenda montou um posto de atendimento no Centreventos Cau Hansen para pedidos de revisões, segunda via e recadastramento de isenções. A emissão de segunda via e o pedido de revisão também poderão ser feitos pela internet no site oficial da Prefeitura (www.joinville.sc.gov.br).Todos os contribuintes isentos do IPTU pela condição econômica terão de efetuar a atualização de cadastro. De acordo com a lei número 79 de 1999 é isento do pagamento do IPTU a pessoa que possuir apenas um imóvel, residir nele e ter uma renda familiar de até dois salários mínimos. A Prefeitura já encaminhou à Câmara de Vereadores a proposta do IPTU premiado. O contribuinte que estiver em dia com o pagamento do tributo (à vista ou em parcelas) participará do sorteio de prêmios no final de 2011.

Associação de Moradores Anaburgo

Grupo de pessoas da comunidade da Estrada Anaburgo começa a se mobilizar para reativar a Associação de Moradores local. Na época do saudoso presidente Élio Meneguelli, a associação do Anaburgo chegou a ser uma das mais atuantes do Vila Nova. Com a reativação da entidade, os moradores esperam poder reivindicar melhorias para a região, principalmente em relação ao trânsito, que vai ficar complicado com a passagem da Rodovia do Arroz ligando à BR 101.

Perigo na Rodovia do Arroz

Conforme este blog já havia publicado, o trecho final da Rodovia do Arroz foi "inaugurado" pelo ex-governador Leonel Pavan de forma precipitada, uma vez que a obra ainda não havia sido concluída. Agora, com a falta de sinalização, os motoristas desavisados estão enfrentando problemas, pois a via está interditada na parte que liga à BR 101. Quem sofre são principalmente os caminhões e carretas que precisam manobrar com dificuldade para fazer a volta e retornar. Segundo técnicos do Deinfra, a rodovia deve ser concluída até o final da semana que vem.

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Ano Novo

Aos poucos a vida vai voltando ao normal na nossa Vila Nova. Alguns estabelecimentos comerciais ainda permaneciam fechados nesta primeira segunda-feira de 2011. A todos os nossos leitores, tanto da versão impressa como deste blog, desejamos que o novo ano seja repleto de realizações e que possamos estar juntos nesta parceria para tornar o bairro um lugar agradável para viver.